23 de fevereiro de 2013

Criaturas: Mudanças

Oi gente! Estamos fazendo uma mudança nos posts de criaturas.
 Ao invés de ser de criaturas, será de mitologia no geral.Criaturas era um assunto muito específico, então assim poderei falar sobre mais coisas! Espero que gostem da mudança!

20 de fevereiro de 2013

Escola de bruxas- Capitulo 12


                -As bruxas de Magictopia também gostam de ficar perto da lua e das estrelas, elas gostam de ficar olhando para o céu, mas nem sempre dá para ver tantas estrelas.
                -Pelo que eu soube, dizem que as bruxas haviam criado uma cidade com torres que tocavam o sol e a lua, metaforicamente falando, mas a magia que sustentava as torres desapareceu quando Magictopia foi abandonada.
                O olhos de Lovely brilharam por um momento
                -Hum, talvez com um pouco de magia, dê para reerguer a cidade das torres, preciso me lembrar disso. Agora precisamos avisar a Diretora e o conselho das anciãs.
                -E desde aquele dia nós vivemos em guerra e temos que nos esconder em buracos. Mas tudo isso vai acabar- Ela disse parando perto do penhasco- Muito bem, abra o portal.
                -Eu não posso abrir o portal só uma rainha das fadas pode abri-lo- Dara mentiu
                -É o que veremos- Ela disse puxando Giselle e a empurrando do penhasco Dara abriu o portal por reflexo e Giovana abriu as asas e a alcançou.
                -Serio, fadas devem ter algum problema com reflexos? Será que não dava para se segurar só por um segundo?
                -Rápido, feche o portal- Giovana disse pousando, mas as bruxas já haviam pulado do penhasco e atravessado o portal. Dara e as outras pularam no portal, as bruxas provavelmente já estavam na frente.
                -Precisamos chegar na rainha das fadas o mais rápido possível, Dara, mostre o caminho.
                -Diretora Dariana, Princesa ice, Diere Faun, Fada Giovana, Bruxa Giselle, o que as trás tão cedo ao meu reino?
                -Vamos cortar toda essa formalidade. Temos problemas sérios.
                -Onde está a Rainha Lovely?
                -Tá lá em casa varrendo o chão- Ice disse- Não é sobre isso, precisamos proteger a Criadora o Maximo possível, ela, e todas as fadas do mundo correm serio perigo, as bruxas anciãs pretendem absorver a energia delas.
                -Não precisamos nos preocupar, nenhum humano pode absorver tanta energia.
                -Mesmo elas sendo bruxas de sangue puro?
                A expressão da rainha mudou rapidamente, ela se levantou e chamou um grupo de fadas.
                -Protejam a árvore a todo o custo, não podemos deixar que elas cheguem perto, maldito seja o dia em que os humanos aprenderam magia.
                -O que ela quis dizer?- Ice perguntou
                -De acordo com a mitologia das fadas- Diere disse- Foram as fadas que ensinaram os humanos a usarem magia, mas sempre há versões diferentes da historia.- Diere parou, geralmente Giselle já teria dito isso antes mesmo de alguém lembrar dessa historia, mas ela estava de cabeça baixa, pensando sozinha.
                -Vamos Diere- Ice disse tocando-a no ombro- nós vamos ajudar a proteger a árvore.

19 de fevereiro de 2013

Plantas: Carvalho

Fiz umas pesquisas sobre druidas enquanto estudava sobre a cultura celta, e encontrei duas plantas importantes para os druidas, a primeira é o carvalho, da qual falarei hoje, e a segunda é o visgo.

O carvalho (Quercus sp. pois é, faz tempo que eu não coloco os nomes científicos  o nome carvalho significaria em romano ramagem (conjunto de ramos)

Cultivo:
Seus frutos são as bolotas (aquelas nozes que os esquilos coletam), obviamente precisa de bastante espaço para crescer (a não ser que seja um bonsai) mas o cultivo em si vai depender da especie.

Medicina:
Serve como anti-inflamatório, adstringente (não entendi bem, mas é algo que paralisa a musculatura para diminuir secreções), anti-séptico e hemostático.

Magia:
Como eu já tinha dito o carvalho era uma árvore sagrada para os druidas (talvez pelo fato de ter uma aparência majestosa e ser usada como medicamento) elas eram defumadas durante o equinócio de outono.
Parece que existem duas especies de carvalhos mais importantes, o carvalho do verão (carvalho inglês , influenciado pelo sol, e o carvalho do inverno (carvalho vermelho), influenciado pela lua




Fontes:
http://herbologiamistica.blogspot.com.br/2010/08/carvalho-arvore-sagrada.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Carvalho
http://www.plantasmedicinaisefitoterapia.com/plantas-medicinais-carvalho.html

16 de fevereiro de 2013

Mitologia: Homem de vime

O homem de vime ,da cultura celta, era um grande homem de palha utilizado em rituais pelos antigos Druidas( sacerdotes celtas). Os rituais eram para o sacrifício humano!
Normalmente eram utilizados ladrões e criminosos para os sacrifícios, e eles morriam queimados, apesar de algumas histórias relatarem que homens inocentes também morriam.
Hoje em dia o Homem de vime é utilizado em eventos, filmagens(The Wicker Man) e canções(e na turnê do Iron Maiden em 2000 ). Mas ainda há grupos que o queimam para cultos.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Homem_de_vime

Escola de bruxas- Capitulo 11


                -Vamos logo com isso- Uma bruxa disse empurrando Giselle
                -Porque nós estamos voamos até aqui se a Dara possui uma pedra que abre portais diretamente para o reino das fadas- Ice cochichou- foi muita sorte nós termos chegado a tempo, minhas asas estão ardendo de tanto voar.
                -Porque o nosso objetivo é impedir que elas entrem no reino das fadas, Agora querem calar a boca? Invisibilidade não significa que elas não podem nos ouvir- Giovana cutucou Ice
                -Olha eu acho que elas não vão ter chance nenhuma com as fadas puras, lembram da surra que a gente levou?
                -Diere, TODO mundo da uma surra na gente, esqueceu?
                -Silêncio!!!
                -Por acaso você conhece a historia da lua e da mariposa?- Leste, a avó disse sem se virar
                -Já ouvi a historia, a Lua sempre iluminou a noite e guiou as mariposas na escuridão, e em troca as mariposas espalhavam magia pelo mundo, mas uma delas não aceitou, ela queria mais, queria usar a magia para moldar o mundo da maneira dela.
                -Isso é o que as seguidoras da lua dizem, porque nós precisamos seguir seu brilho e carregar a sua poeira? Porque desperdiçar poder com coisas tão pequenas? Por isso numa noite de lua nova, quando a lua se recolheu, uma mariposa juntou aliadas e procurou um ser humano para ensinar como usar a magia para conseguir o que quer, alguém digno, alguém sábio
                -A pessoa mais corrompida que poderia existir, e conforme ele ficava mais forte, as mariposas tomavam controle do corpo dele, quando a lua acordou e viu o que estava acontecendo, ela pediu para que as mariposas que ainda eram fieis a ela ensinassem magia, alguém honesto, humilde e curioso, foi assim que nasceram as duas primeiras bruxas.- Ryze disse voando com Lovely tentando acompanhá-lo
                -Então por isso o símbolo das bruxas do bem e do mal são tão diferentes, a primeira bruxa do mal era a mariposa que tomou conta do corpo de uma pessoa, e a primeira bruxa do bem recebeu ensinamento das mariposas fieis a lua.... Annn... Ryze? Não acha que estamos voando muito alto? Eu não to me sentindo muito bem
                - Deve ser o ar... Alguns dizem que as duas primeiras bruxas, eram na verdade irmãs gêmeas... Já chegamos- ele disse parando e respirando fundo- Uma verdade contada para matar uma mentira de arrependimento... Eu matei um humano...-
                Lovely pensou em perguntar alguma coisa, mas resolveu ficar quieta, uma porta se abriu bem da frente deles, flutuando no meio do nada, depois de atravessar a porta, o resto da escola se tornou visível, eram varias torres realmente muito altas, mas Lovely conseguia respirar normalmente como se estivesse no nível do mar.
                - Bruxos da lua tem um fascínio muito grande pelo céu, por isso quando a noite chega, todas as luzes se apagam

15 de fevereiro de 2013

Amuletos: Cruz celta

Parece que antigamente quando um criminoso era capturado, ele era amarrado em uma cruz celta, dizem que isso fazia com que o mal saísse do corpo da pessoa, por isso ela seria um simbolo purificador e dando equilíbrio em varias coisas
Ela se parece com uma cruz normal, mas possui um circulo no centro e um anel na parte de trás. Geralmente era feita de pedra e as vezes possuía inscrições rúnicas.

O post vai ser só isso mesmo, não encontrei muita coisa

Fontes:
http://annankelt.blogspot.com.br/2010/11/principais-amuletostalismas-celtas-e.html

13 de fevereiro de 2013

Escola de bruxas- Capitulo 10


                A noite Giselle estava sentada na sela segurando os próprios joelhos, ainda usando o vestido branco de prisioneira, ela se deitou no chão tentando dormir quando alguém entrou no corredor e começou a tentar abrir a sela. Giselle se levantou tentando descobrir quem era a figura encapuzada, ela acendeu uma luz com a ponta do dedo. Giselle viu um par de olhos verdes e uma mecha dourada caindo entre eles e pousando sobre um nariz fino assim como o rosto, muito parecido com a jovem rainha das fadas
                -Dara? É você- Giselle disse levantando a cabeça.
                -Silêncio, falta pouco...
                -Se afaste das grades inseto.
                -Parece que alguns costumes ainda existem nesse mundo, não é mesmo? Leste- Ela disse se virando para encarar a bruxa- Passar dos 150 anos deve acabar com uma pessoa.
                -Uma fada pura protege a Criadora mais do que qualquer coisa, se a árvore for destruída, todas as fadas do mundo, de todas as famílias deixariam de existir, não importa se é humana, ou não. Você não pode mostrar como chegar lá
                -Tudo bem... Como quiserem.
                Lovely estava limpando a bagunça que a explosão havia causado, ela juntava os cacos de vidro enquanto cantava uma canção.
                -Vou juntando assim, um por um vou limpando, talvez fosse mais fácil se eles fossem flutuando, nem todo mundo pode consertar um vaso com magia, ou falar com plantas, mesmo assim não vou deixar isso tirar minha alegria. Meu talento é criar, poções, receitas, historias, ou arte, as vezes sinto que me falta algo mas no fundo eu sei que isso faz parte
                Ela parou por um momento para pensar em como continuar a musica quando um portal se abriu atrás dela, era o portal que ela havia jogado.  Ryze entrou e ficou olhando para Lovely que ainda estava distraída
                -Eu não acredito que elas me deixaram aqui, Lovely você não vai, Alcem não pode desconfiar de nada, e você chama muito a atenção, elas disseram, Oh! Tudo bem, eu fico aqui limpando o clube e consertando a parede do corredor e... AHHHHHHHHH!!!! Quem é você??!!! Não, espera, eu sei quem é você, você é aquele garoto que a Giovana salvou.
                Ele ficou em silencio vendo a Lovely surtar
                -Você não fala a minha língua não é?
                -Sim, eu falo, eu acho... Você é amiga da Giovana não é? Onde ela esta?
                -Todas elas partiram para resgatar a Giselle, e me deixaram aqui para limpar tudo...sozinha.
                Ryze soltou um suspiro vendo que Lovely não está prestando a mínima atenção, ele pegou a varinha e começou a apontar para os cacos de vidro que começaram a flutuar e formaram um vaso, depois os moveis, as cadeiras foram desviradas, enquanto ele arrumava a sala com magia ele começou a contar o que estava acontecendo na escola.
                -Sou um bruxo da lua, estou nessa escola há muito tempo tentando descobrir coisas sobre as bruxas mariposas, eu achava que já tinha visto de tudo preso naquele buraco. Mas dessa vez elas passaram dos limites.
                -Isso não me parece bom, eu não sei se eu deveria me envolver nessa historia...
                -Como assim não deveria se envolver, você tem ideia do que vai acontecer se elas chegarem até a arvore?
                -Eu sei, eu sei, mas isso é algo que a Giselle precisa resolver, sozinha... Ela deixou de ser a bruxa que era, tem cometido erros demais, e grandes demais, ela estava tão decidida a provar que podia organizar uma missão sozinha que parou de pensar no que era importante.
                -Você realmente está disposta a colocar toda a sua tribo em perigo?
                -Hum...- Lovely começou a pensar.

12 de fevereiro de 2013

Plantas: Papoula

Hum, foi mal pela semana sem postar, mas realmente ta começando a ficar complicado o negocio por aqui, voltei as aulas, talvez eu possa parar de escrever no blog... Não sei, vou fazer como eu sempre faço, seguir em frente e ver onde vai.
Há um bom tempo, quando eu era bem pequena, tinha lido em uma revista que a minha flor signo é a papoula, achei estranho eu ainda não ter falado dela. Antigamente no Egito parece que as pessoas davam papoulas para impedir crianças de gritar (um pouco assustador se me perguntar) por seu efeito sedativo, geralmente é usada para produzir opio, e sementes para uso culinário.
(Plantas desse tipo são boas em causar o caos nas pessoas, assim como o Absinto, lembram?)

Cultivo:
Devem ser cultivadas sob sol pleno em solo fértil e enriquecido com matéria orgânica, com regas periódicas. Aprecia o frio subtropical ou mediterrâneo, florescendo com maior intensidade em países de clima ameno. O período de floração se estende do final da primavera até meados do verão.

Medicina:
O opio que se retira da flor pode ser usado para produzir analgésico, (e em produção de outras drogas perigosas e mortais, como a heroína), o uso como analgésico está restrito a pacientes terminais.

Culinária:
Uma das minhas partes favoritas, suas sementes são usadas para inúmeras coisas, pães, bolos, biscoitos, mas acho que deve haver alguma restrição para comercio de papoulas, (sei lá né? Vai que plantam as sementes para produzir opio) as sementes também podem ser usadas para produzir um óleo chamado Oeillette.

Magia:
Cof- cof Poção da invisibilidade cof-cof, existia um deus grego chamado Morfeu, o deus dos sonhos, dizem que ele usava grinaldas de papoulas, as pessoas ligavam essa flor com o sono, o esquecimento, e a morte. E é claro, uma poção da invisibilidade feita com sementes e vinho.
Puxa, para um post que eu fiz quando estava sem ideias, até que ficou legal (só pode ser um sonho, alguma coisa vai dar errado uma hora ou outra)
Fontes:
http://www.tocadoverde.com.br/papoula-singela-sortida.html
http://nplantas.com/papoula-ou-papoila-curiosidades/
http://www.recantoespiritual-beki.net/dicas_o_significado_das_flores_e_seu_uso_na_magia_2.htm

11 de fevereiro de 2013

Escola de Bruxas-Capitulo 9


                -Precisamos entrar na sala- Lovely disse  passando a mão na própria nuca.
                Ice e Diere arrastaram Lovely até a sala que estava completamente destruída por causa da explosão, no centro de um circulo queimado estava Giovana com as asas ainda presas, Ice cortou a algema com a sua espada de cristal.
                -Agora pode me explicar o que foi que aconteceu?- Ice disse amarrando o cabelo com a espada
                -Giovana foi descoberta, os bruxos eliminam as fadas assim que a encontram, mas quando se trata de eliminar outras bruxas, elas preferem fazer todo um ritual...
                -Ótimo, vão executa-la na frente de todas as outras bruxas- Giovana disse encolhendo as asas de volta nas costas
                -Tem mais... Antes da troca, eu joguei uma pedra que abre um portal para cá, assim ela podia abrir o portal e nós passaríamos por ele e iríamos ajudar ela... mas agora eu estou pensando que não foi uma ideia tão boa porque as bruxas poderiam vir para cá.
                -Precisamos avisar a Dara- Diere disse
                -ESQUEÇA A DARA!!!- Giovana gritou se levantando e abrindo as asas- Ela não se importa conosco, ela não se importa com a Giselle, ela só se importa com as irmãs puras dela.
                Alcem passava pelo corredor naquela hora, normalmente os clubes secretos do corredor sem fim eram protegidos contra paredes com ouvidos, mas por causa da explosão o feitiço havia enfraquecido.
                -Dara precisa saber disso- Ele disse saindo do corredor antes que elas saíssem da sala
                Giselle caminhava por um longo tapete preto, vários bruxos e bruxas a vaiavam enquanto atravessava o salão de mármore branco, ela usava um vestido branco de alças com a barra um pouco rasgada, três bruxas anciãs lançavam olhares arrogantes para ela. Giselle sabia que bruxas anciãs eram realmente fortes seja lá o que fizessem com ela, não seria coisa boa.
                -Que bom que veio visitar a vovó, Giselle. Agora... Me diga de onde você conhece aquela sua amiga fada?
                Giselle virou o rosto sem responder. A bruxa segurou o queixo dela.
                -Vai ficar muda? Muito bem, como desejar... Por séculos as bruxas estiveram divididas entre bem e mal, a lua e a mariposa. Enquanto a “lua” segue buscando cada vez mais aliados, as “mariposas” a cada dia tendo que lutar para que sobreviva a mais forte.
                -Se fossem tão fortes assim já teriam arrumado um modo de encontrar o portal sozinhas.
                -Você acha mesmo?- Ela disse raspando a unhas no pescoço de Giselle- Muitas de nós procuraram, mas somente uma fada pura consegue entrar. Ou então algo bem próximo, como um pequeno grupo que encontrei no Brasil, eles poderiam atravessar o portal se não fosse por cristais que as fadas puras criaram. O cristal não afeta bruxas normais, mas nós não podemos encontrar o portal.
                -É porque só uma fada pura pode abri-lo.
                -É ai que você entra- Ela disse se levantando- Coloquem ela numa sela, logo logo as amigas dela vão vir.

4 de fevereiro de 2013

Escola de bruxas- Capitulo 8


                -Giovana, para de socar a cara desse Mané, nós precisamos ver a corrida- Lovely dizia do outro lado.
                Ryze e Akhilesh estavam muito alto, e quando Ryze ultrapassou o seu oponente Akhilesh resolveu apelar para uma trapaça, ele sussurrou um feitiço e Ryze começou a perder o equilíbrio, Akhilesh passou voando e o empurrou, fazendo-o cair entre os obstáculos.
                -Isso vai ser delicioso- Akhilesh disse fazendo uma curva enquanto esperava Ryze se esborrachar.
                -Olhem lá!!!- Uma aluna gritou- Um garoto está caindo.
                Giovana deu mais um soco em Casimir antes de olhar para cima.
                -Giovana, eu sei o que você esta pensando, mas não você não pode e revelar na frente de toda essa gente, eles vão mata-la.- Giselle disse
                Giovana sorriu e disse- Até parece que eu  obedeço ordens suas.- Abriu as asas e saiu voando o mais rápido que podia segurando Ryze antes de cair no chão
                -V-você é uma fada????!!!!-Ryze se espantou enquanto ela pousava
                -Chame a diretora, temos uma fada na escola.
                -Giovana saia daí agora!!!! Missão cancelada
                -Entendido- Ela disse largando Ryze no chão e abrindo as asas
                -Não tão rápido inseto, a professora disse lançando uma espécie de algema de metal que prendeu as asas de Giovana.
                -Precisamos fazer alguma coisa!!!! Ela está cercada!!!- Lovely entrou em pânico
                -É impossível, não há como nós voarmos prá lá tão rápido.- Giselle disse
                Giselle se levantou da cadeira e saiu correndo da sala.
                -Giselle!! Onde você vai?- Lovely se levantou sem tirar os olhos da tela. Giovana estava com as asas presas, e continuava a lutar, Giselle voltou carregando um giz, e a adaga de Giovana e começou a desenhar um circulo no chão e vários símbolos, ela entrou no circulo pronunciou algumas palavras que Lovely não entendeu direito. Quando Lovely se deu conta do que Giselle estava tentando fazer, ela abriu uma das gavetas da sala e começou a remexer até achar uma pequena estrela de pedra. O circulo se iluminou junto com Giselle e a vissão de Giovana começou a ficar cada vez mais clara pela tela, Lovely deu um beijo na estrela de pedra e lançou na direção de Giselle
                -Ahhhhhgggg,  não há palavras que descrevam o quanto isso é ruim- Lovely disse logo depois de jogar a estrela.
                Houve uma explosão e Lovely atravessou a parede da sala e parar no corredor sem fim da escola. Ice e Diere vieram correndo na direção de Lovely semi acordada.
                -O QUE FOI QUE ACONTECEU???!!!- Ice gritou

2 de fevereiro de 2013

Escola de bruxas- Capitulo 7


                -Ora ora ora, o que temos aqui? Carne nova no pedaço- Um garoto chegou voando e pousou bem quase acertando Giovana- Quem é a novata Ryze?
                -Quem são esses babacas?- Giovana perguntou
                -Essa é a Giovana, melhor não chegar muito perto... Ela tem um jeito estranho de cumprimentar as pessoas.
                -Eu vou correr esse risco- Ele disse se virando para Giovana- É uma honra.- Ele a cumprimentou
                - Giovana, esses são os lideres dessa escola, Casimir e Akhilesh
                -Me sinto honrada de conhecer o rei e a rainha do baile
                -O que raios ela está fazendo?- Giselle gritou do outro lado
                -Eu acho que ela ta entornando o caldo de vez- Lovely respondeu
                -É muito ousada para uma novata. Acabou de chegar aqui, provavelmente é órfã, o que a faz pensar que pode me enfren...- Casimir dizia antes de Giovana dar um soco acertando o nariz dele que o fez cair no chão.- Ora sua...- Ele disse se levantando e tirando uma varinha da manga
                Os olhos de Giovana brilharam por um momento, ela criou um ponto brilhante usando a sua varinha e segurou entre os dedos.
                -fogo ardente- ele disse apontando para Giovana, um raio vermelho foi na direção dela, Giovana foi rápida e criou um escudo mágico bloqueando o feitiço, depois ela correu em direção a Casimir, deu um salto, colocou o ponto na testa dele e aterrissou do outro lado.
                -Nem mais um passo- Ela disse virando a cabeça de leve e fazendo os olhos brilharem novamente, a cabeça de Casimir começou a doer, ele se ajoelhou no chão- posso fazer a sua cabeça explodir se eu quiser.
                -O que está acontecendo por aqui- Um bruxo apareceu carregando outra vassoura e uma prancheta- Vocês dois estão fora da aula, Akhilesh, Ryze, para a pista de corrida, agora.
                Giovana e Casimir ignoraram o professor e continuaram a tentar se matar, Ryze engoliu seco quando ouviu o seu nome e o de Akhilesh ser pronunciado, Ryze tinha medo de altura, e ele sabia que se caísse ninguém iria tentar segurar ele. Precisava manter a calma e ficar o mais longe possível de Akhilesh que com certeza iria fazer de tudo para derruba-lo lá em cima. Ele montou na vassoura, tirou os pés do chão e levantou voo.
                -Vamos ver o quanto você melhorou Ryzee- Akhilesh disse zombando e disparou na frente. Ryze segurou firme e acelerou ficando lado a lado com Akhilesh- Cai fora!!!- Ele disse tentando empurrar Ryze

1 de fevereiro de 2013

Amuletos: Runas

Bem, como eu tinha dito antes, acho que já deu de estudar magia egípcia, vou estudar crenças nórdicas agora e a primeira coisa que eu encontrei foram runas.
Parece que antigamente os vikings usavam varinhas para adivinhar, elas eram jogadas e os símbolos que formavam, estavam mostrando o futuro, esses símbolos foram chamados de runas, e eles costumavam ser gravados em pedras ou madeira, pedindo a proteção do deus que representavam.

Esta representava a deusa Freyja, a deusa do amor na mitologia nórdica  portanto atrai o amor, aumenta as emoções. (e essas outras coisas que fazem os meus olhos brilharem e meu estomago revirar)
Runa de Balder, o deus sol, atrai dinheiro, sucesso, e prosperidade
Essa está ligada a Odin e a cura, tanto física quando espiritual.
Protege contra espíritos do mal e a inveja (ainda não sei porque as pessoas tem tanto medo de olho gordo)
Protege contra os seus inimigos, pode ser feito no chão e entrar nele para formar um escudo

Acho que só vou falar sobre esse por enquanto, quem quiser saber mais pode dar uma checada nas fontes.

Fontes:
http://www.lyndha.com/talismas/runicos.htm