21 de outubro de 2018

Contos: Os dois Caçadores e a Saiona

Um conto de terror Venezuelano com um leve toque meu para o mês do terror

Certa vez dois caçadores decidiram passar alguns dias acampando nas montanhas, levaram bastante comida e caminharam o dia inteiro até o anoitecer, então,  acenderam uma fogueira, armaram suas redes e começaram a esquentar a comida e conversar um pouco, até que um dos caçadores resolveu falar sobre a sua namorada

-Ela é tão linda, seus olhos negros, sua voz tão delicada, sua pele...

-Ei!- Disse o outro- Pare de falar de mulheres compadre, não vê que estamos no meio da montanha?

-E daí? Não estou falando de qualquer mulher, estou falando da minha doce namorada, não estou sendo infiel

-Mesmo assim- Alertou o caçador-Você irá atrair a Saiona.

Assim que o segundo homem pronunciou o nome da Saiona, ele ouviram um assovio e passos vindo de longe e chegando cada vez mais perto até quem uma luz surgiu no meio da escuridão, e quanto mais se aproximava mais ela assumia a forma de uma bela mulher.

-Boa noite- Ela disse se aproximando da fogueira e sentando ao lado deles

-A Saiona!!- Um dele disse com um fio de voz com medo que ela escutasse.

Já o outro caçador estava encantado com a beleza da jovem, tudo nela o fazia se lembrar de sua amada, os olhos, o cabelo, o sorriso, tudo. Quando a fogueira estava começando a apagar, ele arrumou um espaço em sua rede e convidou a moça para dormir junto com ele, enquanto o seu amigo apavorado foi dormir na outra rede.

No meio da noite, sem conseguir pegar no sono sabendo que a Saiona estava bem ao seu lado, o caçador começou a ouvir gotas pingando, esticando a mão para fora da rede e tocou na rede de seu amigo para avisa-lo da chuva. Ela estava encharcada... Não só isso, ela que estava pingando... Levando as mãos até o rosto ele sentiu um cheiro metálico... Sangue.

Pulando da rede ele pegou uma lanterna e acendeu. Lá dentro da rede, estava o seu colega, pálido e coberto com o próprio sangue, com os olhos branco virados para o céu. Ele estava prestes a gritar quando viu uma mão ossuda agarrando na borda e uma caveira se levantando da rede, com duas chamas brilhando no lugar que seus olhos deveriam ficar, ela era a Saiona!!

Ele correu pela mata desesperado com a criatura atrás dele assoviando e chamando para a morte. Quando ele já podia sentir as chama de seus olhos tocando a sua nuca, ele avistou um córrego, o homem se jogou na água de braços abertos fazendo o sinal da cruz.

A caveira ficou olhando para ele, parada, e então com a mesma voz da moça ela chamou

-Venha...Venha...Venha..

O homem desviou o olhar e começou a rezar, a voz da caveira ela hipnotizante, mas ainda assim assustadora

-Venha... Venha... Venha...

Aquela voz fez a oração morrer em seus lábios e seus braço amolecerem, e então, quando a Saiona parecia prestes a pular em cima do homem, ele ouviu o canto dos galos, amanheceu! Ele estava salvo! A Saiona começou a gritar de frustração até que seu corpo desapareceu, como se tivesse evaporado no ar...

Fontes:
http://e-medonho.blogspot.com/2015/03/saiona.html
Neide T. Maia Gonzáles, Contos de assombração. São Paulo: Ática, 1995.

18 de outubro de 2018

Amuletos: Objetos Amaldiçoados 2

Continuando o mês de outubro com posts de Halloween, eu já havia feito um post sobre objetos amaldiçoados, focando em objetos que traziam azar sem uma motivo especifico, nesse post eu acabei separando algumas história de objetos que foram possuídos ou amaldiçoados.

A Caixa de Dibbuk

De acordo com o folclore judaico, o Dybbuk é o espirito de um humano que por causa de seus pecados, foi condenado a vagar pelo mundo procurando um corpo para possuir. 

A história da caixa de Dibbuk começa na Polônia em 1938, desesperadas com as perseguições de judeus e com a ameaça de invasão dos nazistas na Polônia, um grupo de mulheres realizou um ritual para tentar se comunicar com o mundo dos mortos, o ritual no entanto invocou um espirito maligno.

Antes da Polônia ser invadida pelos nazistas elas tentaram aprisionar o espirito em um objeto, mas o ritual falhou e o Dibbuk continuou livre até o fim da guerra, quando uma das mulheres voltou ao local do ritual e finalmente prendeu o espirito em uma caixa de vinho.

Desde então dizem que toda a vez que a caixa foi aberta coisas estranhas acontecem, cheiros estranhos, cansaço, pesadelos e até morte de um senhora que abriu a caixa. Esses acontecimentos só tiveram um fim quando a caixa foi exorcizada e enterrada em um local secreto dentro de um baú de acácia folheada a ouro.

Annabelle
Diferentemente do filme Invocação do mal, a verdadeira Annabelle é uma boneca de pano mais parecida com a Emília do Sitio do Pica-pau Amarelo do que com sua versão de porcelana do filme.

A boneca havia sido um presente de aniversário para Danna, uma estudante de enfermagem de Connecticut, sua mãe a havia comprado em uma loja de objetos usados e Danna sempre deixava a boneca em cima da cama.

Porém, com o passar dos dias Danna e sua colega de apartamento perceberam que a boneca mudava de posição ou até mesmo de cômodo. Preocupadas as duas amigas contactaram uma médium para descobrir o que havia de errado com a boneca.

A médium disse que a boneca havia sido possuída pelo espirito de uma menina chamada Anabelle, que morreu naquele apartamento e queria continuar dentro da boneca vivendo com as duas amigas, sensibilizadas pela história Danna e sua amiga deixaram Anabelle ficar.

Tudo parecia bem até que Lou, um amigo das duas que gostava de tirar sarro da boneca, dormiu no sofá do apartamento e sonhou que Anabelle os estrangulava, quando acordou , viu que estava com marcas de arranhões no pescoço. Dessa vez as amigas chamaram um padre que com a ajuda dos demonólogos Ed e Lorraine Warren, revelou que Annabelle não era um espirito humano e sim um demônio que desejava possuir a alma de Danna.

A boneca então foi exorcizada e então levada para o museu  Warren, onde permanece dentro de uma caixa de vidro, recebendo visitas de um padre duas vezes por semana e ocasionalmente amaldiçoando turistas que duvidam da sua história.

O quadro "The Hands Resist Him"
Pintada por Bill Stoneham, esse quadro foi inspirado em um poema escrito pela esposa do artista.

The Hands Resist Him

He is of the seeing visions
His strokes reveal them
In a rush- of color, of madness
Of mystics

And his head is the highest center
It must confront its enemy,
The hands- resist him,
like the secret of his birth.

His presence is the sanctum heartbeat
Felt in darkness and in passion
Its sound the sole gift to that silence.

O menino no quadro seria o próprio Bill aos cinco anos de idade, enquanto a boneca é uma guia nesse mundo que fica entre o real e a fantasia. Por algum motivo tanto o dono da galeria onde o quadro foi exibido, quando o critico que arte que a avaliou morreram pouco tempo depois de entrarem em contato com o quadro.

Robert, o Boneco
Ao contrario do que a lenda sugere, Robert não foi dado à Robert Eugene Otto por uma empregada, e sim pelo seu avô que comprou o boneco na Alemanha, a crinça gostou tanto do boneco que teria dado o seu próprio nome para ele

Segundo a lenda uma empregada da família, descontente com a forma que seu patrões a tratavam, teria enfeitiçado o boneco, dando vida própria a ele.

A partir daí as pessoas notavam que o boneco iria mudar de posição ao longo do dia, risadas do brinquedo  poderiam ser ouvidas, e alguns até afirmavam ter visto o boneco correndo pelos corredores, outros relatos incluem acidentes, perda de emprego, divórcio, e uma obsessão doentia por parte do dono Robert pelo boneco.

Atualmente o boneco é exibido no museu East Martello e de acordo com os funcionários, ainda pratica algumas travessuras.

Diamante Koh-i-Noor
Koh-í-noor significa Montanha de Luz e assim como o diamante Hope, ele supostamente trás azar para aqueles que o possuem, com uma pequena diferença, Koh-í-noor só trás azar para homens, sendo inofensivo para mulheres, talvez por causa disso ele tenha sido usado para adornar a coroa das rainhas da Inglaterra

Pedras de Uluru
Uma das regras ao se viajar para algum lugar, mistico ou sagrado é: Não leve nada com você, principalmente se você não precisa.

Muitas pessoas que visitam Uluru, um grande monólito sagrado para os aborígenes, acabam levando algumas pedras como lembrança da viagem, mas as pedras de Uluru tem a fama de atrair azar caso sejam retiradas do seu local de origem.

Todos os dias o Parque Nacional Australiano recebe pelo menos um pacote de diferentes partes do mundo, contendo uma pedra de Uluru e um pedido de desculpas.

Fontes:
http://showdomedo.blogspot.com/2013/10/os-10-objetos-mais-mal-assombrados-do.html
http://aquelamiga.com/conheca-os-13-objetos-amaldicoados-que-realmente-existem-e-estao-por-ai/
https://super.abril.com.br/blog/turma-do-fundao/a-macabra-historia-real-da-caixa-dibbuk/
https://en.wikipedia.org/wiki/Myrtles_Plantation#Legends_and_ghost_stories
https://en.wikipedia.org/wiki/The_Hands_Resist_Him
https://www.escritasombria.com.br/verdadeira-historia-do-boneco-robert/
https://en.wikipedia.org/wiki/Robert_(doll)
https://pt.wikipedia.org/wiki/Uluru
https://en.wikipedia.org/wiki/Koh-i-Noor#Acquisition_by_Queen_Victoria

16 de outubro de 2018

Lista de Plantas Venenosas

Hoje vamos entrar no mundo das plantas venenosas, eu sempre quis falar sobre plantas venenosas aqui no blog, mas como os posts de plantas incluem usos medicinais e culinários, nem sempre dá para escrever sobre elas.
Mesmo assim eu queria trazer algumas plantas venenosas para o blog, porque elas são fascinantes e combinam com o clima de Halloween.

Trompeta de Anjo (Brugmansia suaveolens)
Nativa da America do Sul, A Trompeta de Anjo, apesar de ser uma planta imprevisível em relação a toxidade, podendo possuir muito ou pouco veneno, algumas pessoas correm o risco de sofrer uma overdose, bebendo o chá das flores devido ao seu efeito alucinógeno.

Além disso a planta possui algumas propriedade medicinais como antiasmática, cardiotônica e anticonvulsivante o que é bem irônico já que os principais sintomas por envenenamento são paralisia dos músculos, dilatação da pupila, taquicardia, convulsão e alucinações.

White Snakeroot (Ageratina altíssima)
Apesar de não ser conhecida por matar diretamente, a White Snakeroot pode envenenar a carne e o leite de vacas que se alimentaram dessa planta, causando a "doença do leite" naqueles que consumirem a carne ou beberem o leite da vaca envenenada, podendo até mesmo levar à morte.

Durante o seculo 19 centenas de pessoas morreram dessa doença nos Estados Unidos.




Erva-de-São-Cristóvão ou Olhos-de-Boneca (Actaea pachypoda)

Embora assim como a Beladona, as frutinhas da Actaea pachypoda tenham a fama de possuir um sabor adocicado, na verdade muitas fontes descrevem as frutinhas da Erva-de-São-Cristóvão como amargas ou acidas, mesmo assim suas cores são muito atraentes para pássaros dispersores de sementes que são imunes ao seu veneno e crianças curiosas que infelizmente não são tão imunes.

Sua toxina possui efeito sedativo, que age no tecido muscular cardíaco, a ingestão de 5 ou 6 frutas já é o suficiente para causar os primeiro sintomas que incluem dores de cabeça, tontura, delírio e em casos mais graves, parada cardíaca.

Beladona (Atropa belladonna)
Uma das plantas mais venenosas do mundo, para matar um ser humano adulto, basta apenas uma folha ou cinco das suas adocicadas frutinhas.

Ingestão de Beladona pode causar alucinações, taquicardia, visão desfocada, secura na boca e por fim parada respiratória causando a morte.




Cicuta (Water Hemlock)
Considerada uma das plantas mais venenosas da America do Norte, a Cicuta atinge o sistema nervoso central causando paralisia dos músculos e em casos mais graves morte por insuficiência respiratória.

Ela também é conhecida como "O Veneno de Sócrates" já que o filosofo foi condenado a beber chá de Cicuta após ser acusado de ateísmo e corromper os jovens com suas ideias.

Ervilha do rosário (Abrus precatorius)
Também conhecida como olho de caranguejo, uma semente da Abrus precatorius pode matar um ser humano adulto em cinco dias, na verdade há casos de artesãos que morreram ao espetar o dedo em uma agulha que usavam para furar miçangas de ervilha do rosário.

O seu veneno pode causar hemorragias no intestino e nas mucosas gástricas, consequentemente levando à uma diarreia sanguinolenta, além de atingir outros sistemas do corpo como o cardio respiratória causando edemas nos pulmões, hipoxemia, dificuldade de respirar e colapso cardiovascular

Oleandro (Nerium oleander)
Devido a sua beleza, o Oleandro é muito cultivado como planta ornamental, no entanto, até mesmo o mel produzido a partir do seu néctar pode matar, são necessários apenas 0,18g para matar um adulto, ou uma folha para uma criança.

Sua toxina atinge o coração causando danos no tecido cardíaco, seus sintomas incluem dores abdominais, vomito, diarreia, pulsação acelerada, e morte por parada cardíaca


Erva de lobo (Aconitum)
Uma das minhas favoritas, antigamente o veneno dessa planta era usada para cobrir a ponta de flechas, ou então envenenar pedaços de carne usados como isca para atrair lobos, por causa disso a Aconitum seja usada para afastar lobisomens.

Basta apenas 20 mg dessa planta para matar um ser humano adulto, e a morte pode ocorrer de 2 a 6 horas, seus sintomas incluem salivação excessiva, tremores, falta de ar, aceleração cardíaca, queimação abdominal e parada cardiorrespiratória.



Mamona (Ricinus communis)
Apenas uma semente de Mamona é o suficiente para causar uma morte lenta e dolorosa. Acredita-se que a substância tóxica da mamona tenha sido usada pela KGB durante a Guerra Fria para silenciar a oposição, principalmente por ser um veneno que não possui antidoto ou tratamento especifico.

Seus sintomas incluem queimação nos olhos e na garganta, dores abdominais, diarreia e vômito com sangue, e finalmente morte por desidratação

The Suicide Tree (Cerbera odollam)
Conhecida como a arma do crime perfeito, as sementes da árvore suicida possui uma toxina que bloqueia canais iônicos de cálcio no músculo cardíaco, interrompendo os batimentos e levando á morte.

Por ter um gosto fácil de disfarçar com temperos e ser difícil de detectar em autópsias, as sementes da árvore suicida costumavam ser uma arma muito eficaz em assassinatos e suicídios. Apenas uma semente era o bastante para matar um adulto em um ou dois dias.





Fontes:
https://io9.gizmodo.com/5841540/10-of-the-worlds-deadliest-plants----and-how-they-kill-you
https://www.megacurioso.com.br/plantas-e-frutas/62072-descubra-quais-sao-as-11-plantas-mais-venosas-do-mundo.htm
https://catracalivre.com.br/cidadania/as-10-plantas-mais-toxicas-e-venenosas-do-mundo/
https://www.tudosobreplantas.com.br/asp/plantas/ficha.asp?id_planta=367843
http://herbarioturmanoturno.blogspot.com/2015/03/abrus-precatorius-l-jequiriti.html
http://ricardojdfreitas.wixsite.com/ricina/intoxicacao
http://toxicologiaffuporto.wixsite.com/plantacicuta/toxicidade
http://toxicologiaffuporto.wixsite.com/plantacicuta/historia
http://abrusprecatoriusl.wixsite.com/abrus-precatorius/sintomas
http://www.inpaws.org/images/resources/Gordon%20Mitchell%20Articles/GM_white_baneberry.pdf
http://flores.culturamix.com/flores/naturais/trombeta-dos-anjos
http://blog.press.princeton.edu/2018/05/10/plants-that-kill-white-snakeroot/
https://lar-natural.com.br/tpm-10-remedios-naturais/
https://aminoapps.com/c/wiccaebruxaria/page/item/beladona/xpx1_Ra5iQI4QW2ZY0040YzQkjDXn5Kn1z
https://www.petguide.com/insurance/dog/what-are-the-dangers-of-water-hemlock-to-dogs/
https://proddigital.com.br/curioso/8-plantas-venenosas-para-os-seres-humanos/
https://www.penlanperennials.co.uk/plant/shade-and-woodland-plants/aconitum-napellus/
https://naturespoisons.com/2015/03/18/cerberin-the-heartbreaker-of-the-suicide-tree-cerbera-odollam/

14 de outubro de 2018

Mitologia: Bubak

Bubak, ou Hastrman é uma criatura do folclore polonês podendo também ser encontrada em contos tchecos; Já que estamos no mês do Halloween, por que não falar sobre uma especie de bicho-papão?

Origem:
Não possui uma lenda especifica que conte como esse monstro surgiu, ele apenas é uma criatura conhecida nos contos tchecos e no folclore polonês.

Características:
Possui a forma de um espantalho comum, com um corpo cheio de palha e roupas feitas de retalhos, mas é claro que por ser um parente distante do bicho papão, essa pode não ser a sua unica forma

Hábitos:
Vive à espreita nas margens de rios esperando por algum viajante desavisado, para atrair suas vitimas, Bubak imita o choro de um bebê, quando a vitima estupidamente se aproxima demais da figura em forma de espantalho, ele a sequestra colocando dentro de uma carruagem puxada por gatos pretos.

Dizem que durante as noites de lua cheia ele tece suas roupas usando a alma das pessoas que ele matou, embora algumas variações de tradução sugiram que ele costure roupas para as almas daqueles que ele matou.

Fraquezas:
Não possui fraquezas, apenas evite rios onde há um espantalho parado de pé, acredite em mim, rios não precisam de espantalhos...

Fontes:
https://unholyterrors.wordpress.com/2013/10/22/10-scary-legendary-monsters/
https://brickthology.com/2017/10/08/bubak/comment-page-1/
https://www.wattpad.com/82739501-mythological-creatures-bubak
https://europeisnotdead.com/video/images-of-europe/european-monsters/
https://www.theodysseyonline.com/4-folkloric-creatures-haunt-dreams

12 de outubro de 2018

Livro: O Canto Mais Escuro da Floresta

Há algum tempo atrás eu comprei o livro "O Canto Mais Escuro da Floresta", um livro sobre romance, aventura e fadas

Nome: O Canto Mais Escuro da Floresta
Autor(a): Holly Black
Editora: Galera

Por causa da cultura pop, muitas pessoas passaram a ver as fadas como criaturas bondosas, fofas e inofensivas, mas tradicionalmente fadas podem ser tão boas e tão cruéis quanto os humanos, É estupido acreditar que todas as pessoas são boas, então obviamente é estupido acreditar que todas as fadas são boas.

Fairfold é uma cidade onde fadas e humanos sempre coexistiram em suposta paz, as criaturas de da floresta são a principal atração da cidade, em especial o príncipe adormecido, um garoto de chifres adormecido dentro de um caixão de vidro inquebrável.

Hazel e Ben sempre inventavam histórias sobre o menino de chifres, como ele seria o príncipe da floresta e eles, seus cavaleiros, mas os anos se passam e o menino continua dormindo, Hazel e Ben não são mais crianças, e por causa de um acordo feito com o povo das fadas, Hazel acredita que o seu tempo está acabando, parecia que nada iria mudar antes que o seu prazo chegasse ao fim, mas então o príncipe acorda...

Eu realmente gostei muito do livro, as referencias ao folclore e a cultura das fadas, é um pouco irritante o fato de que a maioria das pessoas quando pensa em fadas, imagina personagens como Tinkerbell, Clube da Winx, quando algumas se aproximam mais de figuras como Slenderman, ou o homem torto, acredite em mim, andar por uma floresta escura cheia de criaturas que podem te fazer enlouquecer ou se perder ainda mais na floresta, não é algo realmente divertido.

11 de outubro de 2018

Lista de Pedras Tóxicas

Estamos no mês das bruxas, dos espíritos e do terror, por causa disso eu tive a ideia de fazer uma serie de posts temáticos para o Halloween, plantas e pedras venenosas, criaturas das trevas, contos de terror etc.

Para começar vamos fazer uma lista básica de pedras tóxicas, um dos cuidados ao se preparar um elixir é se os cristais utilizados não irão liberar algum tipo de toxina no preparo.

Por isso as pedras dessa lista não são as mais venenosas e sim as mais comuns e baratas que podem conter substâncias tóxicas como cobre ou alumínio. É engraçado pensar que esses dois metais tóxicos já foram e ainda são utilizados na produção de panelas, e embora as panelas de cobre sejam mais decorativas, as panelas de alumínio continuam sendo usadas devido ao seu preço baixo.

Mas mesmo assim dependendo do tipos de pedra, esses cristais ainda podem ser usados em elixires indiretamente, quando a pedra não entra em contato com a bebida.

Amazonita
Por possuir traços de cobre, a amazonita não deve ser usada em elixires diretos.

Berilo
Todos os cristais do grupo do Berilo, incluindo a água-marinha e  possuem traços de alumínio os tornando inadequados para a produção de elixires diretos.

Cianita
Como contém alumínio em sua composição, ela não deve ser usada em elixires.

Lápis-lazúli
Essa pedra pode conter traços de pirita em sua composição, o que a torna inviável para o preparo de elixires, mesmo indiretamente (pirita costuma perder o brilho se exposta a água por muito tempo)

Malaquita
Essa bela pedra de cor hipnotizante, possui traços de cobre em sua composição.

Pedra do sol, da lua e das estrelas
Todas possuem traços de alumínios, sendo assim o seu uso em elixires deve ser limitado

Pirita
Apesar da pirita não fazer mal necessariamente, essa pedra é frequentemente confundida com a marcassita, uma pedra que exige muito cuidado ao ser manuseada já que pode liberar uma substancia parecida com acido sulfúrico, além disso piritas podem conter arsênio, Seu uso em elixires e o uso de outras pedra que podem conter pirita em sua composição é completamente desencorajado, até porque a água pode estragar a pirita.

Olho de tigre
Sua forma fibrosa contém amianto que se inalado em grandes quantidade pode causar lesões no tecido pulmonar e até câncer. Por causa disso, após o manuseio dessa pedra, é recomendado que se lave as mãos muito bem, e obviamente não utilize essa pedra em poções.

Turmalina
Novamente, a presença de alumínio na turmalina a torna uma pedra complicada de ser usada em elixires.

Turquesa
Dessa vez tempos a presença dos dois metais favoritos dessa lista, tanto o cobre quanto o alumínio, estão presentes na turquesa.

Fontes:
http://www.wemystic.com.br/artigos/cristais-toxicos-lista-l-a-z/
http://www.wemystic.com.br/artigos/cristais-toxicos-lista-a-a-j/
https://pt.aliexpress.com/item/616g-Rare-AAA-100-Natural-Amethyst-Crystal-Skull-Elongated-Body-Healing-Reiki-for-Meditation/32731367378.html

5 de outubro de 2018

Desenho: Anjo

Uma noite, eu estava deitada na minha cama quando olhei pela janela e vi uma estrela, geralmente quando você olha para uma estrela, ela possui raios de luz saindo dela fazendo com que ela pareça ter pontas.

Aquela estrela em especial parecia ter três pontas, duas em cima e uma embaixo, por ela estar muito longe e ser muito pequena, quanto mais eu olhava para ela mais eu pensava o quanto ela se parecia com um anjo, então eu resolvi desenhar.

Por que os rascunhos sempre são melhores?
Primeiro eu procurei misturar as tonalidades de azul até que atingisse uma que eu gostasse, eu nunca fui muito boa em desenhar céu noturnos, principalmente usando lápis de cor.

No fim, o desenho ficou mais divino do que eu desejava, eu queria que ficasse uma estrela que sugerisse de forma sutil a silhueta de um anjo, mas acho que isso aconteceu porque eu dei muito destaque para a estrela, talvez um dia eu faça um desenho de uma paisagem noturna e coloque um anjo escondido entre as estrelas como um easter egg