12 de novembro de 2017

Mitologia: Corpo seco

O Corpo-Seco seria o equivalente a um zumbi ou vampiro brasileiro. Seus relatos podem ser encontrados em varias regiões do país como Amapá, Paraná, Amazonas, Minas Gerais e até interior de São Paulo.

Em Minas Gerais a lenda é tão popular que existe uma serra conhecida como Serra do Corpo-Seco, onde supostamente existiria uma caverna com um corpo seco aprisionado lá dentro.

Origem:
Conta-se que durante a vida Corpo-Seco era um fazendeiro desgraçado que infernizava a vida das pessoas chegando a atormentar e bater na própria mãe, ele também tinha o costume de colher todos os frutos do seu pomar e não dividir com ninguém.

Porém durante uma época de fome, após ter se recusado a dividir comida com seus vizinhos famintos, o fazendeiro foi assassinado em uma revolta popular.

Após a morte, nem o céu, nem o inferno e nem a própria terra onde ele foi enterrado o aceitaram, ele foi cuspido para fora da terra sendo obrigando vagar por ai como um zumbi solitário.

Dizem que pessoas que desrespeitam ou agridem os próprios pais acabam se tornando corpos-secos.

Características:
Ele se assemelha muito a um zumbi, corpo esquelético e cadavérico, mas ao invés de apresentar podridão sua pele é seca como uma múmia, podendo facilmente ser confundida com troncos de árvores mortas, seus olhos são esbugalhados e suas unhas são compridas e afiadas o suficiente para se prender à pele da vitima impedindo que ela fuja.

Hábitos:
Dizem que durante sextas á meia noite, o corpo-seco vagueia próximo a rios e açudes pedindo para que viajantes o levem até o outro lado em troca da localização de um enorme tesouro, se o viajante concorda a criatura irá subir em seu barco ou nas suas costas e conforme se aproximam do meio do caminho ele se torna cada vez mais pesado afundando o barco e matando o viajante afogado.

Para se alimentar do sangue de suas vitimas, o corpo-seco costuma se esconder nos troncos das árvores, ao fazer isso a árvore imediatamente morre e seca adquirindo uma textura muito parecida com a pele da criatura, facilitando ainda mais a camuflagem.

Quando uma pessoa desavisada se aproxima, o monstro pula sobre ela, a segurando com suas unhas compridas e sugando todo o seu sangue, se ninguém aparecer para ajuda-lá, a vitima acaba se tornando um corpo-seco também.

Alguns dizem que o motivo do corpo-seco se esconder em árvores é porque ele acredita que ela faz parte do seu antigo pomar, e as pessoas que passam por perto estão na verdade tentando roubar as suas frutas.

Fraquezas:
Ele não é realmente muito forte, então para evitar o ataque de um corpo-seco evite andar desacompanhado, ele provavelmente só terá força para segurar uma pessoa e não conseguirá se defender caso a outra comece a espanca-lo.

Em algumas historias,o corpo seco não poderia atravessar água corrente sozinho, por isso as pessoas movem o cadáver para uma caverna ou gruta protegida por um córrego, porém ao fazer isso o corpo seco se tornará irritado, então o encarregado da tarefa deve levar uma vara de marmelo para espancar o monstro caso ele se revolte.

Se um corpo seco fica muito tempo sem se alimentar ele vira uma árvore seca com aspecto humanoide, árvores que se parecem seres humanos poderia ter sido corpos secos que ficaram muito tempo sem se alimentar.

Fontes:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Corpo-seco
http://ocalafrio.blogspot.com.br/2013/06/a-lenda-do-corpo-seco.html
http://www.assombrado.com.br/2014/01/a-lenda-do-corpo-seco.html
http://contacausos.com.br/site2/historia-pra-contar-o-corpo-seco/
http://www.portalsaofrancisco.com.br/folclore/corpo-seco

Nenhum comentário:

Postar um comentário