28 de março de 2011

Capitulo 2- Ultimo dia de aula

Ultimo dia de aula, só tenho que agüentar mais um pouco, depois eu vou dizer tchau para a Mariana e a Karen, e ir para o aeroporto, isso se esse garoto que está sentado atrás de mim me deixar em paz, ele não para de me beliscar.
-Sua esquisita, burra, idiota.
-Queria tanto que o sinal tocasse.
-Cala a boca sua débil.
O sinal toca e eu saio correndo para o pátio, a Karen e a Mariana estão lá olhando os passarinhos.
-Oi o que estão fazendo?- perguntei
-Um garoto quebrou mais um ovo, e os passarinhos estão morrendo.
-Por que eles fazem isso?
De repente uma mão puxou o meu cabelo, fechei os olhos, e reconheci a voz, não sabia qual era o nome dele, sou horrível para decorar rostos e nomes, mas ele vivia me atormentando. Eu estava agachada e cai no chão. “Ignore Tati” eu dizia a mim mesma, logo eles vão embora.
O menino soltou o meu cabelo e foi embora, eu me levantei, limpei a sujeira da minha calça e virei para as minhas amigas.
-Minha mãe disse que minha prima vai passar a morar aqui no Brasil- Eu disse esfregando a minha nuca dolorida
-Ela vai morar aqui em São Paulo?- Karen perguntou
-Não ela vai morar lá em Rio Grande do Sul.
-Então qual é o problema?-Perguntou Mariana
-É que lá é o único lugar que eu fico longe desses chatos, e se ela for pior que eles?
-Ela é mais velha que você?
-Não, acho que é mais nova, mas minha mãe disse que ela é mais forte que as crianças daqui.
-Hum, fica calma, não pode ser tão ruim assim, o sinal tocou precisamos voltar, no ano que vem você nos conta como foi.

21 de março de 2011

Magictopia - capitulo 1

Por algum motivo resolvi escrever a primeira historia de Magictopia, como tudo começou, vou fazer tipo como se fosse uma sequência com a primeira aventura e depois conhecendo personagens, como faz muito tempo acho q vou errar algumas coisas, bem, então vamos nessa:
Eu estou muito ansiosa para que as aulas terminem logo, eu vou viajar para a casa da minha avó. Oi meu nome é Tati, tenho oito anos, eu gosto muito de ir pra lá, todo o natal eu canto, e sem falar que eu adoro pular em cima dos meus tios. Na escola eu não tenho muitos amigos, na minha sala meus colegas não gostam muito de mim, eu tenho duas amigas, a Mariana, e a Karen, elas são um ano mais novas, mas somos muito amigas, alguns meninos vivem me enchendo, eles quebram os ovos dos passarinhos do escola, e puxam o meu cabelo, mas o que eu posso fazer? Eu sou fraca e não posso brigar com eles, mas agora que eu vou sair de férias vou ficar livres deles, nesse momento eu estou jantando com a minha família
-Tati, você sabia que vai ter uma menininha para brincar com você nas férias?- Minha mãe perguntou
-Hum? Menina?- Eu perguntei com a boca cheia
- É, é a sua prima Tomomi, ela morava no Japão e agora vai morar aqui, lá as crianças comem de tudo, por isso elas são muito fortes
-Xiii Tati, sua priminha vai chegar em você, dar um empurrão e você vai voar longe-meu avô disse
Uma menina? Não acredito!!!! To esperando um tempão para não ver mais nenhuma criança chata e minha mãe diz que vai ter uma menina me esperando? E ainda por cima vai bater em mim, eu não acredito.
-Que legal mamãe!
Ai, ótimo, agora vou ter q agüentar a uma menina que nem sabe falar a minha língua, é mais forte que eu e que vai estragar a minhas férias, será que a minha mãe não sabe que eu uso as férias para ficar longe das outras crianças?

12 de março de 2011

Amuletos da sorte

Oi, meu nome é Lovelina Lotús, mas prefiro que me chamem de Lovely, sou uma fada das flores, adoro estudar magia, ler, e criar coisas como bonecas, historias ou desenhos.
Nesse blog eu irei contar historias, algumas coisas que aprendi, etc...
Bom, sejam bem vindos.
Na minha primeira postagem irei escrever sobre amuletos simples q todos já ouvimos falar.

Trevos de quatro folhas: Dizem que cada folha representa um tipo de sorte, a primeira folha que sai do caule significa fama, a segunda, dinheiro, a terceira, amor e a quarta, saúde.
Ferradura: Se você encontrar uma ferradura conte quantos pregos ainda estão presos nela, cada prego representa um ano de sorte, perdure com as ponta para cima na porta do seu quarto.

Gatinho da sorte: existem varias lenda sobre esse gatinho, dizem que quando o gato esfrega o rosto é sinal de chuva ou visita. Outra lenda diz que um imperador estavva sentado quando avistou um gato acenando para ele, curioso ele se levantou para descobrir poque o gato acenou, quando um raio caiu onde ele estava sentado. Um gato com a pata direita levantada trás felicidade e um com a pata esquerda trás dinheiro