29 de setembro de 2015

Poções: Para conseguir um emprego

Cara... Se eu tivesse a bussola do Jack Sparrow ela estaria girando sem parar infinitamente, tipo eu quero um emprego porque preciso de dinheiro, preciso de horas de estagio, e fazer algo que não envolva ficar o dia inteiro no computador, mas preciso terminar o meu tcc enquanto ainda tenho tempo livre... Pelo menos isso meio que me deu inspiração para um post.

Banho para atrair um bom emprego

Ingredientes:
9 Folhas de Louro
2 litro de água
1 vela amarela ou dourada

Modo de preparo:
Durante o equinócio de outono ou uma noite de lua cheia, acenda a vela e passe rapidamente a folhas de louro sobre a chama uma a uma com cuidado para não queimar as folhas, faça isso pensando no tipo de emprego que deseja.

Ferva a água e coloque as folhas de louro desligando a chama e tampando a panela. Quando a água amornar, banhe-se com ela enquanto diz o seguinte encantamento:
“Um novo tempo se aproxima 
Ao fim de mais um ciclo em minha vida
Que este novo tempo traga uma grande oportunidade
Para as palmas das minhas mãos”
Enterre as folhas num vaso de flores ou embaixo de uma árvore frutífera dentro de um período de 12 horas
  • Caso faça a mesa de Mabon, poderá usar a vela contida nela para consagrar as folhas, sem dúvida, terá um efeito maior!
  • Se você fizer com a vela amarela, essa vela NÃO poderá ser colocada na mesa de Mabon, pois não é uma cor correspondente a esse festival;
  • Se você fizer na noite do Equinócio de Outono, você deve enterrar as folhas que sobraram do banho antes das 8:20h do dia 21/03/12.
  • Se fizer esse ritual no Equinócio de Outono, é melhor fazê-lo nos horários de Júpiter, que são entre 09 e 10h da manhã e entre 02 e 03h do dia 20/03/12. Também entre 01 e 02h do dia 21/03/12, pois ainda estaremos nas doze horas após o “instante mágico”, que é o exato momento do equinócio.
Eu queria mudar um pouco o modo como eu faço os posts de plantas, colocar mais a origem, e focar mais na parte mistica das plantas, alguma sugestão?

Fontes:
http://www.fadasdobem.com.br/artigo.asp?id=98

27 de setembro de 2015

Mitologia: Bruxas

Eu havia feito esse post há um bom tempo atras e resolvi refazer, apesar de tudo eu meio que queria focar esse post na lenda em torno das bruxas e não em bruxas reais.

Origem
Algumas lendas contam que bruxas nascem quando uma família tem sete irmãs, tanto a primogênita quanto a caçula podem se tornar bruxas, para se quebrar a maldição a mais nova deve ser batizada pela mais velha, ou então a criança deve receber um nome masculino, caso contrario ao completar sete anos a menina irá virar uma borboleta e sugará sangue de bebês não batizados

Características:
Algumas tem o poder de se transformar em mariposas, corujas, gatos e até de ficar invisível, podendo assim entrar com facilidade na casa das pessoas.

Costuma ter a aparência de uma velha muito feia, com nariz e queixo pontudos, com algumas verrugas, possui uma risada estridente de gelar o sangue

Hábitos:
Elas saem em noites de sexta feira, no caso da maldição das irmãs, a bruxa irá voltar ao normal quando o galo cantar.

Dizem que quando ela vira uma mariposa preta ou uma mosca, pode entrar pela janela das casas onde costuma beber o sangue de crianças não batizadas com sete dias de vida. Outras bruxas gostam de sequestrar crianças desobedientes, de modo parecido com a lenda do bicho papão.

Fraquezas:
Para evitar uma bruxa você deve riscar na sua porta, uma estrela de seis pontas formada por dois triângulos que seria o sinal de Salomão, ou então uma estrela de cinco pontas (que eu tenho quase certeza de que seve estar com a ponta virada para cima).

Para derrota-la você deve cortar o ar em volta do berço da criança vitima da bruxa com uma foice molhada em água benta ou uma faca, da meia noite até o primeiro cantar de galo isso irá fazer com que ela perca seus poderes e volte a forma humana.
Outro método é colocar uma tesoura aberta formando uma cruz embaixo do berço como simbolo de proteção.

Fontes:
http://sitededicas.ne10.uol.com.br/folk_bruxa.htm
Livro: O mais legal do folclore, Luciana Garcia, Editora Caramelo
https://winchesterhome.wordpress.com/2011/06/24/lendas-de-supernatural-bruxa/

25 de setembro de 2015

Feitiços: Velas

Quando se faz um feitiço costuma-se usar velas de cores diferentes, acho que a maioria das pessoas já sabe isso, mas cada cor de vela é usada para um feitiço diferente, isso depende qual o objetivo do feitiço.
A vela simboliza o fogo e a transformação de energia, elas podem tanto banir quanto atrair energias, podem ser usadas para chamar ou agradecer alguma divindade
Por isso no post de feitiços eu resolvi postar sobre cores de velas:


Branca
Paz, purificação, cura, adivinhação, e exorcismo

Preta
Proteção, afastar energias negativas, orgulho e transformação. Ela funciona como umas especie de esponja e pode ser usada para remover energias negativas

Marrom
Abençoar o lar, animais, feitiços ligados a terra e a natureza em si, a estabilidade e para encontrar objetos perdidos

Laranja
Ligada ao sol, traz criatividade, justiça, ajuda em assuntos jurídicos (???), alegria, ambição, oportunidades e celebrações .

Roxa
Ligada ao poder espiritual, a mente, a mudança de hábitos, e a própria magia em si, costuma ser usada para afastar o mau,

Amarelo
Para inteligencia, comunicação, luxo, memoria, masculinidade, e atitudes positivas, essa vela também pode ser feita de mel possuindo a mesmas qualidade

Rosa
Amor, carinho, feminilidade e maturidade, tem o poder de afastar a depressão. Velas feitas de pétalas de rosa tem propriedades parecidas.

Verde
Crescimento, saúde, equilibrio, terra, plantas, sorte, natureza, dinheiro, sucesso e ciumes.

Azul
Proteção, mistério, água, perdão, foco, calma, verdade e boa sorte, costuma ser usado contra o medo, mas eu tomaria cuidado já que o azul em excesso pode atrair tristeza.

Vermelho:
Paixão, fogo, força e carreira, é mais "agressiva" do que a vela rosa, alem de estar ligada à paixão, também esta ligada ao sangue e a guerra, assim como fortes emoções como o ódio.

Fontes:
http://whitewit.ch/image/119987118322
http://oficinadasbruxas.com/o-uso-das-velas-na-magia/
http://oficinadasbruxas.com/tabela-de-correspondencias-pt-2-cores/
http://vilaclub.vilamulher.com.br/blog/outros/velas-coloridas-na-decoracao-9-10278071-306284-pfi-anachamilete.html

24 de setembro de 2015

Pedras:Jade

Jade é considerada simbolo de pureza e serenidade para povos do oriente, apesar de ser conhecida na cor verde pode apresentar coloração verde, branca, azul, amarelo, branco e até vermelho.
Uma pedra de rara beleza muito utilizada por pessoas importante e membro da realeza

Lendas
Quando batido de leve ela emite um som melodioso que de acordo com os chineses esse som se assemelha à voz da pessoa amada. Algumas civilizações colocavam uma pequena pedra de jade dentro da boca dos mortos, acho que é um costume semelhante a colocar moedas nos olhos dos mortos para pagar o barqueiro do submundo.

Usado em diversos tipos de rituais mágicos da antiguidade, os maias por exemplo usavam facas de jade para sacrifícios humanos. Na magia chinesa é usado jade preto em necromancia


Físico
Reforça o sistema de limpeza e filtragem do corpo como os rins e o figado alem de proteger o coração. Por estar ligada aos rins que filtram o sangue, ela também tem a função de renovar as energias.

Crianças costumam usar amuletos de jade para se proteger de doenças infantis. Para equilibrar o corpo e a mente, costuma ser usada em massagens e sessões de relaxamento

Mental
Ela ajuda a pessoa a se livrar de pensamentos e energias negativas, aumenta a concentração e a enxergar com clareza, trazendo calma, serenidade e paz. acalmando a mente e tornando trabalhos complicados mais simples.

Dizem que ele afasta pesadelos, e é usado contra ansiedade, medo e estresse

Espiritual
Por trazer benefícios ao coração, é comum usa-la no chakra cardíaco, pois ajuda a desenvolver a capacidade de amar e equilibrar a saúde emocional.
Atraem força, poder pessoal e ajudam a abrir caminho para conhecer a vida passada, quem a carrega consigo recebe um pouco de sua virtude secreta. No feng shui elas são usadas para limpar o ambiente de energias pesadas


Fontes:
http://significado-das-pedras.blogspot.com.br/2014/04/significado-da-pedra-jade.html
http://aoikuwan.com/2012/01/24/o-significado-do-jade/
http://esoterismo.innatia.com/c-gemoterapia/a-propiedades-curativas-del-jade-verde.html
http://br.innatia.com/c-gemoterapia-pt/a-propriedades-curativas-do-jade-verde-5533.html
http://www.seressencial.com/potencia.php?c=5

22 de setembro de 2015

Poções: Alimetos sagrados

Resolvi fazer um post diferente, estava nas minhas aulas de comida brasileira quando a minha professora começou a falar da deusa da mandioca, não é algo incomum se me perguntar, em varias civilizações o alimento base costuma ser relacionado a algum deus e usado também para se fazer bebidas alcoólicas de tal civilização. Eu queria usar esse post não para falar do alimento em si, mas das lendas que a envolvem

Mandioca
Esse era o principal alimento dos povos indígenas, conta a lenda que em uma tribo tupi nasceu uma linda indiazinha de pele branca, por causa disso ela recebeu o nome de Mani, que significa branca.

Ela era amada e querida por todos da tribo, porém um dia ela acabou adoecendo e morreu, seus pais a enterraram dentro da oca em que moravam, o tumulo foi regado com lagrimas até que um dia uma planta começou a crescer, suas raízes eram marrons mas por dentro ela era branca, ela recebeu o nome de Mandioca que significa casa de Mani, em homenagem a indiazinha.


Milho
Alimente mais consumido pelos Astecas, Maias e povos nativos da America central, sendo considerado alimento tanto dos homens quanto dos deuses.

Quando Quetzalcóatl, deus asteca da criação, criou os humanos, precisava de algo para alimenta-los, escolhendo assim o milho.

Já para os maias, quando Tepeu e Gucumatz estavam criando os humanos, as primeira tentativas foram com barro, mas eles se desmanchavam, depois foram feitos com madeira, mas eles eram duros e sem alma, finalmente ele usaram milho e conseguira terminar o trabalho.


Trigo
Deméter (ou Ceres para os romanos) era a deusa da colheita e da fertilidade, sendo muitas vezes simbolizada pelo trigo já que ela ensinou os humanos a cultivar o trigo e a fazer o pão.

Para os egípcios Renenutet era a deusa da colheita com cabeça de naja, por causa da troca de pele das cobras ela era vista como simbolo de morte e renovação, onde o novo sai do velho assim como as sementes saem das plantas adultas.


Arroz
De maneira geral o arroz é o grão mais consumido na Asia, no Japão há a deusa Shinto do arroz, da fertilidade e das raposas, Inari, costuma ser representada como um velho carregando um saco de arroz, ou uma mulher montada em uma raposa carregando dois fardos. Há vários templos no Japão onde  são feitas oferendas de arroz e sake para agradar a deusa e suas raposas.

Na Indonésia a deusa do arroz é Sri, que foi morta para que não fosse assediada pelo rei dos deuses Batara Guru, ao ser enterrada, de seus olhos começou a brotar arroz e de seu peito uma especie de arroz grudento, arrependido Batara Guru ofereceu o arroz para os humanos cultivarem.

Na China para salvar os humanos famintos, a deusa Guan Yin espremeu seus seios para derramar leite sobre a terra fazendo com que grãos de arroz crescessem nas plantas vazias, ela porem apertou com muita força fazendo com que caísse sangue, dando origem ao arroz vermelho


Feijão
Eu queria dar um pequeno destaque ao feijão-fradinho muito comum da cozinha de orixá que teve como origem povos e culturas africanas antes de vir para o Brasil. É usado para fazer vários pratos como por exemplo o acarajé.

Segundo a lenda, a deusa dos ventos mulher de Xangô, foi a casa de Ifá buscar um preparado para o seu marido.

Ifá entregou o encantamento e recomendou que quando Xangô comesse fosse falar para o povo. Iansã desconfiou e provou o alimento antes de entregá-lo ao marido. Nada aconteceu, quando chegou em casa entregou o preparado ao marido, lembrando o que Ifá dissera.

Xango comeu e quando foi falar ao povo, começaram a sair labaredas de fogo da sua boca. Iansã ficou aflita e correu para ajudar o marido, gritando Kawô Kabiesilé. Foi então que as labaredas começaram a sair da sua boca também.

Diante do ocorrido o povo começou a saudá-los: Obá anlá Óyó até babá Inà, ou seja, grande rei de Oyó, rei de pai do fogo. Essa história do Candomblé explica o nome do acarajé, que vem do iorubá akárà (bola de fogo) e jè (comer)


Bem é isso, eu queria ter falado sobre a azeitona, a uva, mas acabei preferindo focar mais nos grãos principais de cada povo. Talvez eu faça um post sobre bebidas alcolicas, ou então um post aprofundando cada um dos alimentos que citei aqui em cima, outras crenças seu impacto na civilização e a historia completa de cada divindade... Quem sabe? Gostaram do post acharam que faltou algo? comentem.


Fontes:
http://www.suapesquisa.com/folclorebrasileiro/lenda_mandioca.htm
http://www.xamanismo.com.br/Teia/SubTeia1192451053It003
http://www.terra.com.br/esoterico/infograficos/signomitos/virgem.htm
http://educacao.uol.com.br/disciplinas/artes/demeter-a-deusa-do-trigo-mae-de-persefone.htm
http://www.fascinioegito.sh06.com/renenutet.htm
http://www.acbj.com.br/index.php/inari/
https://books.google.com.br/books?id=itm26y2gej8C&pg=PA26&lpg=PA26&dq=deus+deusa+arroz&source=bl&ots=DKFos2KWF8&sig=G7WsNIaMNPJm2noQ6nEWN1G9QD0&hl=pt-BR&sa=X&ved=0CFUQ6AEwDmoVChMIipeNyaOJyAIVxYiQCh2xEw7G#v=onepage&q=deus%20deusa%20arroz&f=false
http://www.lendas-da-bahia.noradar.com/lenda-do-acaraje/
http://www.aguadoce.com.br/blog/posts/mandioca-versatil-e-deliciosa/
http://uipi.com.br/wp-content/uploads/2015/09/Plantando-Milho.jpg
http://reinoveggie.com.br/resenha-barriga-de-trigo/
http://www.imujer.com/gourmet/2009/08/03/como-preparar-arroz
https://www.youtube.com/watch?v=lFiupgEqvX0

20 de setembro de 2015

Mitologia: Bicho Papão

Há uns anos atras eu estava desenhando com os meus amigos, e eu sugeri desenhar um bicho papão, mas especificamente desenhar um monstros que representasse os nossos medos, o meu acabou se tornando algo que eu descreveria como um esqueleto com costelas em forma de patas de barata que prendia a sua vitima (a ideia de estar presa dentro da caixa torácica de patas de barata é algo perturbador). De qualquer forma esse foi o tema que escolhi para falar hoje

Origem:
Essa é uma das mais conhecidas lendas usadas para assustar crianças mal educadas, cada lugar tem a sua versão da historia, antigamente os muçulmanos usavam a figura do rei Ricardo Coração de Leão como um bicho papão que escravizava crianças que não se comportassem. Nos países baixo ele recebe o nome de Zwart Piet, algo como Pedro negro, e jogaria as crianças no mar negro ou as levaria para a Espanha (Eu gostaria de ir para a Espanha).

Caracteristicas:
Na Espanha ele é descrito como um monstro grande de olhos flamejantes, estomago de forno e uma boca enorme, as vezes ele é descrito como tendo uma pele verde cheia de verrugas e unhas compridas e afiadas. Mas por ser uma criatura sem aparecia completamente definida, costuma-se sugerir que ele possa mudar de forma

Habitos:
Costuma se esconder em armários, embaixo da cama ou em outros lugares escuros para assustar e quem sabe sequestrar crianças mal-educadas, alguns aparecem apenas em noites sem lua, mas ele sempre vem em casa com crianças mal-criadas.
Não se sabe ao certo o que ele faz com as crianças sequestradas, alguns dizem que ele as usa para fazer sabão, outros que ele as espanca com uma vara, mas o mais comum é ouvir que elas são devoradas.
Ah sim alguns bichos papões por serem extremamente feios, gostam de devorar crianças bonitas (Como se fosse mudar alguma coisa)

Fraquezas:
Dizem que uma canção pode espanta-lo, mas eu não confiaria muito nisso:
Bicho papão
De cima do telhado
Deixa o meu menino (ou nome da criança)
Dormir sossegado.

Vai-te papão
Vai-te embora do telhado
Deixa o meu menino
Dormir sossegado.
Existe uma especie de bicho papão chamado Tutu que para afasta-lo você deve bater o pé e gritar: "Xô, Tutu"
(Se quer saber, quando eu era pequena eu costumava me esconder embaixo do cobertor, por incrível que pareça dava certo, até hoje nunca fui atacada por um monstro)

Fontes:
http://www.brasilescola.com/folclore/bichopapao.htm
http://www.sohistoria.com.br/lendasemitos/papao/
http://www.suapesquisa.com/folclorebrasileiro/lenda_bicho_papao.htm
https://livredaregra.wordpress.com/2012/08/25/quem-e-o-bicho-papao/

18 de setembro de 2015

Feira Esoterica

Quando eu voltei da viagem no começo de agosto eu vi uma matéria sobre uma feira esotérica aqui em São Paulo, aquela era a 3ªedição que eu não consegui ir.

Acontece agora em outubro nos dias 10 e 11  a 4ª edição da feira.

Terá venda de produtos esotéricos, roupas, livros, pedras, etc (isso me lembra que estou pobre e não vou poder comprar nada)
Apresentações de dança e palestras gratuitas
previsões de quiromancia, cartomancia, runas, baralho (que eu também não vou poder participar pois estou desempregada)

Eu pretendo ir na feira, tirar fotos, comprar coisas (o que der...) e contar aqui no blog como foi.

A entrada é gratuita e a feira será realizada no Club Homs perto do metro Brigadeiro na Avenida Paulista.

Local:Club Homs - Avenida Paulista 735 (200 mts Metrô Brigadeiro)
Data: 10 e 11 de outubro
Horário: 10h às 21h
ENTRADA GRÁTIS

Fontes:
https://www.facebook.com/events/1459389174361240/
https://www.facebook.com/784461141567968/photos/gm.1475800339386790/1134489793231766/?type=1

17 de setembro de 2015

Bacio di Latte

Sábado fui numa sorveteria na Paulista, no Top Center Shopping, tipo ela era tão fofa e adorável que eu tinha que ir lá (apesar do fato de eu não gostar muito de sorvete).

A sorveteria fica bem na entrada do shopping, ela é conhecida por vender sorvetes artesanais italianos.


Eu já tinha visto essa sorveteria em alguns shoppings, mas era sempre em forma de quiosques e sem lugares para sentar, como eu não gosto de sorvete nem prestava muita atenção.

Eu acabei comprando um copinho de sorvete de chocolate belga com pedaços de avelã (Gianduja Crocante), mas eu também provei o da minha mãe que era de tiramisu.



Tinha cerca de 13 sabores de sorvete só de chocolate, 20 de frutas e uns 18 de creme. Cara... acho que eu deveria ter levado as minhas primas para essa loja, elas iam se acabar no sorvete.

Ganhei uma avelã da minha mãe, eles costumam usar avelãs como decoração, eu acabei de tentar quebrar ela na porta do meu quarto... Ela quase voou na minha testa... Foi engraçado...

Endereço:
Avenida Paulista, 854
São Paulo - SP

Horario:
Seg a Sab: 9h às 21h
Dom e feriados: 10h às 21h

Site:
http://www.baciodilatte.com.br/




10 de setembro de 2015

Sunny

Nome: Sunny (A Deusa)

Deusa nórdica da fotografia, incluída recentemente no panteão nórdico, costuma-se dizer que "ela é uma rainha coroada quando o mundo se tornou democrata"

Ela nunca perde o "porte de deusa" apesar de estar sempre com problemas financeiros e com fome

Possui um par de espadas gêmeas usadas para combate por elas serem elegantes

Gosta de comida (praticamente qualquer tipo), roupas, e de viajar.

6 de setembro de 2015

Mitologia: Matinta Pereira


Uma velha vestida de preto com o poder de se transformar em pássaros e causar doenças, uma bruxa brasileira de canto melancólico.

Origem
Seu nome significa "O Pequeno que vive nas Ruínas", os índios Tupinambás acreditavam que a Matinta trazia mensagem do alem, mensagens de pessoas que já haviam partido. A lenda pode ter se originado com o pássaro Tapera naevia, que possui um canto melancólico que ecoa de modo que não se pode localizar o passaro.


Características
Geralmente representada como uma velha vestida de preto com o rosto escondido, mas ela também pode se transformar em uma ave de assobio assustador que ecoa pela mata de forma que ninguém descubra de que lado vem. Alguns até chegam a dizer que ela é uma das formas do Saci Pererê, apesar de que eu discordo, a Matinta parece muito pior do que o saci.


Hábitos
Ela aparece em povoados e vila em noites sem lua, ela pode causar dor e deixar pessoas doentes através de feitiços. Para descobrir quem ela é, assim que ouvir o seu assobio você deve gritar para a ave: "venha me visitar amanhã, lhe darei fumo" ou então "Velha tomar café da manhã comigo", a primeira pessoa que aparecer no dia seguinte, é a Matinta Pereira.

Quando está prestes a morrer ela irá perguntar: "Quem quer?" Se alguém responder, estará condenado a ser a próxima Matinta pelo resto de sua vida

Fraquezas
No dia seguinte, depois de fazer o convite a Matinta irá visita-lo pedindo fumo, é aconselhável você dar, assim como um pouco de tabaco e um pouco de comida, se ela ficar satisfeita, irá embora sem problemas, caso contrario ela tentará entrar na sua casa e provavelmente irá te amaldiçoar.

Existem também formas de desencanta-la, basta fincar uma tesoura virgem no chão e colocar ao seu redor um terço ou uma chave, se a Matinta passar por ali ficará presa no chão.

Fontes:
http://sitededicas.ne10.uol.com.br/folk_matinta.htm
http://tabernadofauno.blogspot.com.br/2014/12/a-lenda-de-matinta-pereira.html
https://misteriossemexplicacao.wordpress.com/tag/matinta-perera/
http://www.ecoregistros.org/site/imagen.php?id=10165

5 de setembro de 2015

Miss M

Nome: Miss M. (O Demônio)

É um demônio sádico e cruel que costumava ser humana até morrer ir para o inferno e voltar para a terra e brincar com a vida dos humanos.

Gosta de manipular as pessoas de mente fraca, brincar com gatos e desenhar monstros, ela também pode dar vida a esses desenhos e transformando-os em monstros de verdade.

Apesar de tudo ela é mais benevolente do que muitos humanos e não devora almas (mas poderia se quisesse)

Costuma lutar com um taco de basebol, assim o seu oponente não irá morrer tão rápido (E sim, aquilo é uma cauda de escorpião, e é venenosa)




Então, me digam, o que vocês acham que ela é? Vilã? Heroína? Qual a historia de vida dela?

3 de setembro de 2015

Foi mal eu não ter postado nada a semana inteira, eu estava meio que morrendo... Esse tempo seco em São Paulo mais a poluição me fez ficar com sinusite... ou algo parecido, de qualquer forma cheguei num ponto que não tive outra alternativa ao invés de ir no medico (isso depois de 3 dias de agonia quase sem me mover deitada na cama)
Gostaria de escrever o meu testamento agora...
Minha amiga sugeriu eu fazer alguma das minhas "macumbas" para melhorar... mas....quando você esta com o corpo dolorido, a cabeça doendo e mal consegue respirar, duvido que tenha forças para fazer qualquer tipo de feitiço. Sinto muito até eu melhorar vai ser meio complicado postar coisas

2 de setembro de 2015

Como tudo começou- Capitulo 46

                “Eu fiquei levemente surpresa com a minha punição, entregar os meus poderes para a Criadora,  chega a ser muito engraçado já que se eu não tivesse usado a minha flecha para reviver a Criadora, talvez eu não estivesse sendo punida... Mas eu não chego a me arrepender, sem essa árvore, as fadas puras iriam desaparecer, posso dizer que valeu a pena... Giovana e Giselle vão de certa forma cuidar de crimes místicos, Ice e Kaila vão se tornar rainhas, Alex vai se tornar um herói, eu não consegui falar com a Diere, mas ela está viva e bem... Talvez eu estivesse menos tensa se não tivesse que encarar esse olhares de tantas pessoas... Ouvir o quanto eu seu desprezível, fada maligna, a rainha traidora... Esse ultimo nome até que é legal...Sinto um pouco de angustia por ser a unica sem rumo...
                Eu me aproximei da Criadora que eu havia plantado no centro da árvore gigante, e me ajoelhei, na verdade... eu fui empurrada... Tudo bem... Depois de tudo isso... Eu... Só... Quero...



...Esquecer...”

“Desculpe, eu não posso fazer mais do que isso por você”



Bem esse foi o fim da historia, acho que desde o começo até o fim teve uma grande mudança da forma que eu escrevo... Principalmente porque eu comecei essa historia há anos atras. A parte mais legal é que eu terminei um dia antes do meu aniversario (15 de agosto). Não sei como terminar esse texto da maneira correta, apenas que ainda vou postar algumas coisas nos dias em que eu costumava postar historias.
Obrigada.