22 de agosto de 2015

Como tudo começou- Capitulo 43

                Lovely não ficou surpresa ao não encontrar Daniel nem o portal aberto quando ela chegou, era obvio que ele não iria esperar, demoraria mais dez minutos para abrir um novo portal ela ficou parada encarando o espelho, tão estranho fazer portais secretos num espelho, porque usar um material tão frágil como vidro para isso? Ela quase teve um infarto quando o portal se abrindo antes do tempo pelo outro lado.
                -Você demorou...- Daniel disse do outro lado
                -Pensei que tinha me abandonado...
                -Só estava arrumando algumas aqui. Vamos logo, devem estar tentando te achar
                -Corrigindo- Giovana disse- Já achamos
                -Então foi assim que os outros impuros escaparam? Um portal no espelho? Desculpe feiticeiro... Mas a Lovely precisa responder algumas perguntas.
                -O que estão fazendo aqui?!- Lovely se virou encarando a todos.
                -Por que nos traiu? Por que matou Leandro? O que você estava pensando.
                -Não acho que possa responder isso no momento. Adeus...
                Quando Lovely estava prestes a atravessar o portal Giovana a derrubou a imobilizando no chão- Cai fora Giovana, me solta!!!
                -Rápido, Se nós atravessarmos aquele portal podemos encontrar o resto dos impuros.
                Lovely olhou nos olhos de Daniel, ele não pareceu hesitar quando segurou as duas bordas do espelho e o empurrou, o portal mostrava agora um céu noturno sem estrelas e vários prédios, Leandro havia posicionado o espelho perto da janela, se algo acontecesse era só dar um empurrão que o portal se quebraria em mil pedaços na calçada.
                Ela sentiu como num sonho quando os cacos de vidro se despedaçaram na sua frente.

                Passar a noite numa cela não foi tão ruim, talvez porque o dia anterior tivesse sido exaustivo de muitas formas diferentes, o que a deixou mais perturbada foi o fato dela ser a única prisioneira. O que aconteceu com os outros impuros? Sinceramente... Ela não queria saber. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário