29 de julho de 2015

Como tudo começou- Capitulo 33

                Alex havia cuidado de Diere quando Ice os encontrou.
                -Ice que bom que você nos encontrou preciso que voe e encontr... O.. O que houve com as suas asas?- Alex olhou para as asas agora queimadas e rasgadas como se tivesse derretido- F...Foi a Lovely?
                -Isso não importa, precisamos reunir os outros, avisar a todos que Lovely é uma traidora
                -Como vamos fazer isso? Giselle não tem celular
                -Você tem um pedaço de papel?
                Alex entregou uma folha de caderno amassada que ele tinha no bolso- Antigamente, antes da tecnologia, fadas enviavam aviões de papel enfeitiçados, hoje em dia só bruxas que vivem afastadas da civilização fazem isso... Estou me sentindo uma eremita
                -Acha que vai dar certo?
                -Não sei, mas nenhum de nós pode voar, eu sou uma das fadas mais habilidosas em feitiços.- Ela passou os dedos delicadamente pelas bordas do avião fazendo-as brilhar levemente em azul, depois entregou para Alex- Jogue com força pensando da Giselle, eu machuquei o meu braço quando matei o dragão.
                Alex se afastou e lançou o avião de papel para fora da caverna- Isso me faz lembrar, como funcionam os feitiços?
                -Como assim?
                -Por que fadas não precisam necessariamente falar palavras mágicas em seus feitiços, nem usar varinhas, mas bruxas, magos e feiticeiros sim?
                -Você tem certeza que quer ouvir, isso é meio complicado.
                -Nós temos muito tempo.
                Ice suspirou se sentando no chão- Fadas possuem maior controle sobre a energia, isso é bem obvio, já que as fadas puras são praticamente feitas de energia, possuindo corpos muito frágeis, nós fadas humanas, podemos usar essa energia para controlar nossos elementos, como fogo, água ou terra, estar ligada a um elemento costuma ser algo que as fadas fazem desde cedo, então controlar energia mágica, é meio que natural para grande parte das fadas
                - Mas e a Love... - Alex calou-se ao receber um olhar de ódio de Ice, definitivamente não era uma boa hora para falar de Lovely.
                -É claro que isso não se aplica a todas as fadas- Ela faz uma pausa, como se tentasse se acalmar- Bruxas, magos e feiticeiros estão ligados ao conhecimento, a magia pratica acaba ficando em segundo plano, por isso as bruxas usam uma varinha com um cristal a fim de concentrar e direcionar a sua energia mágica, e por estarem ligadas ao conhecimento, elas usam palavras mágicas, para as bruxas o significado de uma palavra é mais forte que a própria palavra, uma bruxa poderia te amaldiçoar apenas te elogiando, algo do tipo:” Você merece tudo que conquistou, algumas pessoas matariam para estar no seu lugar” e depois a pessoa acaba morrendo mesmo, isso também reflete nas roupas  das bruxas que costumam tem mangas compridas o suficiente para esconder as mãos caso ela esteja segurando uma varinha, apesar de que bruxas mais velhas não precisam de varinhas para realizar feitiços simples.
                -Ligados ao conhecimento...- Alex repetiu pensativo
                -Tem certeza que não sobrou nada?- Giovana perguntou
                -Não podemos voltar lá de qualquer maneira, mas esse ataque deve ter destruído vários impuros
                -Hey... Giselle, nós matamos varias pessoas sem nem ao menos derramar uma gota de sangue, você acha que isso esta certo?
                -Como assim?
                -E se estivermos matando inocentes? Se alguns impuros forem apenas reféns do Leandro. Pessoas que perderam os poderes que estavam desesperados.
                Giselle não teve tempo de responder, um avião de papel apareceu do nada pousando na frente delas, Ela pegou o avião desdobrando com cuidado, mas empalideceu logo após ler a carta.
                - O que foi? O que está escrito ai?

                -Lovely... E- Ela se tornou uma impura...

Nenhum comentário:

Postar um comentário