1 de julho de 2015

Como tudo começou- Capitulo 21

                Marina teve muitas dificuldades para conseguir uma reunião com a rainha das sereias, ninguém entrava ou saia da cidade, a reunião seria nos limites da cidade, Marina não teve permissão para levar nenhum tipo de arma.
                -Seja breve- A rainha disse calmamente- A cidade está um caos, pessoas preocupadas com seus parentes, elas querem sair da cidade, e eu não posso permitir até que toda esse problema do seu mundo acabe.
                -Eu estou aqui para oferecer uma solução para os nossos problemas em relação aos humanos, como deve saber, sereias da realeza podem “envenenar” as águas de todo o mundo.
                -Onde pretende chegar?
                -Se uma sereia da realeza beber uma poção do esquecimento, que só faz efeito nos humanos e em seguida morrer e virar espuma do mar.
                -O mundo inteiro iria se esquecer da nossa existência.- A rainha completou.
                -Todos, menos pessoas como nós, posso conseguir uma poção dessas.
                -E o que a faz pensar que eu me sacrificaria dessa maneira?
                -Você não vai precisar, eu faria isso com todo o prazer, como deve saber, eu sou uma descendente distante da família real.
                -Nós não aprovamos essa suposição.
                -Exatamente, vossa majestade não possui um sucessor, sendo a atual rainha das sereias, não pode se sacrificar dessa maneira, eu farei isso, mas em troca, quero ser reconhecida como membro da família real, e uma heroína.
                -Vai abrir mão da própria vidar apenas por isso- A rainha perguntou desconfiada.
                -Não tenho grandes poderes para lutar com os outros nessa guerra, então espero pelo menos concertar essa bagunça.
                -Uma pequena curiosidade, caso vençam essa guerra e capturem o líder... O que irão fazer com ele?

                -Isso não me interessa, provavelmente ele será entregue ao conselho de bruxas e magos, visto que ele é um feiticeiro, talvez o torturem durante o resto de sua vida, talvez retirem seus poderes e apaguem a sua memória, deixando-o perdido no mundo dos humanos sem saber de onde veio, ou quem é, vivendo uma vida miserável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário