22 de junho de 2015

Como tudo começou- Capitulo 17

                -Onde raios estamos? Ice perguntava olhando para varias bruxas feridas.
                -Uma espécie de refugio, todas as pessoas que estavam em Magictopia receberam ordens de se encontrar aqui.- Giselle disse acompanhada por uma velha bruxa, sua avó
                -Como conseguiram avisar tanta gente em tão pouco tempo- Lovely perguntou
                -Como assim em tão pouco tempo? Eu mando cartas para as pessoas todos os meses indicando um ponto de encontro secreto em caso de algum ataque, você não recebeu.
                -Acho que não tive tempo de ler... Ou algo assim
                -O que ela ta fazendo aqui?- Marina apontou para Lovely indignada- Esse lugar deveria ser seguro
                -Aff chegou a chata para amargar a minha vida, porque não vai seduzir algum babaca e me deixa em paz.
                -Tudo bem- Alex se meteu no meio das duas- Podemos deixar nossas diferenças de lado por um breve momento e pensar no que vamos fazer.
                -Mãe... quem são essas pessoas?-Um menino ruivo observava tímido
                -Ela vão te ajudar- A mulher disse acariciando a cabeça do menino.
                -Você contou?...- Ele disse um pouco irritado até reconhecer Alex- Alex? Você?
                -Juan? Porque você está aqui
                -Lovely vai paralisá-lo com uma flecha e vamos colocar um amuleto que o impeça de se transformar- Giovana disse
                -Mas o arco da Lovely foi quebrado, não há como ela fazer flechas sem o arco e nem atirar- Alex disse e logo foi arrastado por Ice
                -Escuta aqui pirralho, qual é o teu problema? Tinha mesmo que abrir a boca? Eu juro que vou congelar a sua língua e quebrar ela em mil pedacinhos para você parar de dar com a língua entre os dentes.
                -Deixa ele em paz Ice- Diere puxou Alex para perto e depois encarou a mulher que estava ao lado de Felipe.
                -Você me trouxe para cá dizendo que tinha uma cura para o meu filho- Ela olhou para Felipe- Vamos embora Juan... Filho?
                -Er... então, ele sumiu... junto com a Ice o Alex e a Diere e... Alguém viu a Kaila?- Antes que ela conseguisse terminar a frase todos havia sumido- Pessoal?
                Giovana chamava por Alex seguida por Felipe
                -Pode me explicar por que não gosta de mim, parece que toda vez que olha para mim esta tentando me incinerar.
                -Nesse caso agradeça por eu não ser uma fada do fogo.
                -Por acaso eu te fiz alguma coisa?
                -Não.
                -Sabe, quando eu era pequeno me disseram que eu quase tinha sido morto por uma fada das trevas, eu não lembro bem disso, mas eu lembro de ter conhecido uma menina de olhos vermelhos iguais aos seus, é uma característica comum entre todas as fadas das trevas?
                -Não, a única que eu conheço, sou eu mesma... O que aconteceu com ela?
                -Ela fugiu, mas a questão é, eu acho que o fato de sermos inimigos vem da frase: “Como posso confiar em você, se você é diferente de mim?”
                -Não pode, desse modo estamos destinados a sermos inimigos para sempre

                -Se você pensa isso, mas o pouco tempo que passei aqui, notei que não é tão diferente, você tem família, amigos, eu acho que nós poderíamos ter sido amigos.

Um comentário:

  1. Oi Lovely, tudo bem?

    No meio das minhas buscas no google para ver se achava alguém mais falando sobre o Fairy Day em português, achei seu blog.
    E no intuito de deixar a data mais popular, estou fazendo um evento para enviar alguma arte com temática de fadas até amanhã pela minha fanpage, para publicar no blog. Se quiser participar, vou deixar o endereço da fanpage e do meu blog.

    Beijos de glitter,
    Ichigo
    http://sussurrodoar.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/sussurrodoar

    ResponderExcluir