15 de junho de 2015

Como tudo começou- Capitulo 14

                -Desejo ingênuo, egoísta e impossível...- Ela disse um pouco triste.
                -Eu sei, é estúpido acreditar que um dia todas as tribos convivam em paz de certa forma, como se fosse uma família, mas eu acho que esse é o propósito original dessa cidade, fazer com que as pessoas percebam que somos muito parecidos e muito diferentes ao mesmo tempo e aceitar isso. Mesmo que você não queira admitir, eu sei que esse é o seu desejo também.
                -Calado
                -Porque você sempre fica mau humorada quando eu falo a verdade?
                -Não, não é isso eu acho que eu ouvi alguma coisa, Alex, me ajude, proteja a criadora.
                Alex se posicionou perto da arvore tremendo um pouco
                -Detesto interromper um momento tão adorável, mas temos negócios a resolver aqui, então, saiam da minha frente.
                -Há! Vai sonhando, vai- Alex disse até que Lovely levantou a mão mandando-o parar
                -Vá buscar ajuda, eu cuido deles, são apenas dois.
                Alex olhou desconfiado para Daniel e Leandro, ele sabia que Daniel não era tão ruim, mas não estava certo que confiava nele. Eles ainda não sabiam que ele agora era humano, talvez ficassem com medo de Alex, assim o garoto teria uma chance.
                -Daniel... Mate-o.
                -Leandro... Ele...
                -Não me interessa como vai fazer isso, é melhor voltar com a cabeça daquele vampiro nas mãos.
                Lovely arregalou os olhos e teve que resistir ao impulso de ir atrás de Daniel, mas Daniel não iria machucar Alex certo? Mas eles não sabiam que Alex era humano agora, e se ele....Não, era melhor não pensar nisso, tinha que encontrar uma maneira de proteger a Criadora.
                -Vai ficar ai parada? MEXA-SE!!!
                -Não.
                -O que você pode fazer contra mim, vocês podem nos chamar de impuros, nos tratarem como lixo, nos humilharem, mas a verdade é que vocês nos temem, pois somos melhores que vocês, vamos iniciar uma nova era, onde todas as tribos serão iguais.
                Lovely olhou meio confusa mas não se moveu- Nova era? Então você pretende destruir o conselho das bruxas, os lideres dos magos e destruir completamente as fadas puras apenas para trazer “igualdade” entre as tribos?
                -Sacrifícios necessários, mas eu não pretendo assassinar os lideres, eles poderão viver se aceitarem se juntar a nós. Sinto que o mesmo não se aplica as fadas puras, elas não podem se tornar como nós, então terão que ser destruídas.
                -E você governará todas as tribos como um rei justo e benevolente, devo supor.- Ela disse revirando os olhos
                -Ele me escolheram como seu líder, ao contrario dos lideres das outras tribos que se auto-intitularam.
                -Vamos ver se eu entendi, as pessoas quebram seus amuletos com a promessa de terem poderes maiores, e os idiotas acreditaram, mas para isso eles teriam que te seguir como um líder? Você não está os ajudou, você os escravizou, eles eram ingênuos demais para perceber que estavam sendo enganados, não vou deixar você destruir essa árvore.

                -Quero ver você me impedir- Ele disse se aproximando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário