30 de junho de 2015

Poções: Como fazer extratos

Eu tinha visto no pinterest (sim eu tenho uma conta no pinterest, apesar de só ter coisa inútil, me segue la) um tutorial de como fazer essências, eu achei que daria um post bem interessante, então resolvi pesquisar outros métodos alem desse. Em geral é bem simples e você pode variar a receita

Ingredientes:

  • Solvente: Geralmente se usa Vodca ou alguma bebida alcoólica de boa qualidade, algumas pessoas usam vinagre branco orgânico para fazer uma essência de álcool.

DSC_2347-2
  • Ervas ou plantas: Isso depende do extrato que você quer produzir, pode ser favas de baunilha, casca de laranja ou limão, folhas de hortelã, etc. Para cada litro de extrato você vai precisar de 10g de plantas



Modo de preparo:

  • Lave as ervas em água corrente e seque com papel toalha, retire a parte que será utilizada no extrato.
  • Numa garrafa de vidro (sim tem que ser de vidro) coloque as ervas e cubra com a vodca, tampe bem o vidro e guarde num lugar escuro e fresco. 
  • Agite o frasco uma vez por dia ou simplesmente incline a garrafa para misturar a vodca com as ervas suavemente. 
  • O extrato estará pronto em cerca de um mês, coe o liquido antes de usar.
  • Você pode colar etiquetas no frasco para identificar os extratos



Fontes:
http://www.bolsademulher.com/medicina-alternativa/985/como-fazer-tintura-de-ervas
http://www.justputzing.com/2013/12/diy-flavored-extracts.html

29 de junho de 2015

Como tudo começou- Capitulo 20

                Giovana e Felipe tinham ficado invisíveis e entrado nos tuneis de metro, foram até o fundo e lá Giovana apagou todas as luzes dos tuneis, até que era impossível dizer se ainda estavam em um túnel.
                -Fique perto de mim, eu não sei se isso vai dar certo...
                -Vejam... a fada das trevas voltou e nos trouxe comida- Uma voz estridente parecia falar bem próxima de Felipe, isso o fez estremecer.
                -O que te tornou assim?- Giovana perguntou ignorando o comentário da sombra- Como você morreu?
                -Primeiro, acho que vou estraçalhar esse rapaz e...- Ele não conseguiu terminar a frase com Giovana o esmagando contra o chão.
                -Eu sou uma fada das trevas, sombras são apenas marionetes nas minhas mãos, apesar de demorar muito tempo para eu conseguir dominar essa habilidade contra amaldiçoados como vocês. Você não sente dor há séculos certo? Como é ter minhas unhas te rasgando como se fosse papel?
                -O que você quer de nós?- Felipe começou a sentir como se mais sombras estivessem os cercando.
                -Alguma coisa os tornou assim, quero saber o que foi.
                -Foram vocês. A guerra de vocês trouxe a nossa desgraça, Há muito tempo dois feiticeiros juraram duelar até a morte. Um deles criou uma maldição confusa e irreversível, uma maldição eterna que se espalha como uma doença e apodrece tudo que toca.
                -Parecido com um zumbi ou lobisomem, uma maldição que pode se espalhar entre inocentes. Algo que não se deve desejar nem ao pior inimigo.- Felipe murmurou
                -Algo que só um feiticeiro pode criar... os feiticeiros possuem a capacidade de criar. E a única cura seria a morte, a luz pode destruí-los- Giovana disse pensativa.
                -Mas a dor é tão penetrante que não poderíamos simplesmente nos matar.
                -O que você quer?- Ela perguntou à sombra
                -Matar todos os seres que vivem na luz para que eles sintam nossa dor
                “Isso... Era a resposta que eu procurava”- Eu perguntei o que você realmente quer. Sentir a luz do sol novamente?- Ela disse segurando a garra da sombra.
                - O que está fazendo?
                -Posso lhe oferecer um corpo humano, posso lhe oferecer a luz do sol- Ela dizia enquanto as sombras se transformavam e ganhavam forma humana- Não há como fugir já que posso controlar as trevas, Felipe, ligue a lâmpada.
                Felipe retirou uma garrafa arredondada e a sacudiu até que começasse a emitir um brilho forte e claro iluminando o túnel.
                - Essa lâmpada funciona por magia, então não há como vocês apagarem.

                Agora no lugar das sombras, haviam pessoas comuns, com roupas e aparência normais.- Minhas ilusões ultrapassam os limites físicos, elas podem ser tocadas e protege-los da luz. Vocês podem ter vidas normais se me ajudarem nessa guerra, ou eu posso retirar a ilusão e deixar que sejam destruídos.- Ela sorriu.

28 de junho de 2015

Mitologia: Demonios

Há muito tempo atrás Diere fez um post sobre anjos, e eu resolvi fazer um post sobre demônios.

Demônio significa em grego, falsa deidade, alguém que finge ser deus, são anjos que foram expulsos do céu depois de se rebelarem contra deus, os motivos são bem variados, O primeiro anjo que se revoltou contra deus foi Lúcifer, seu nome significa luz da manhã, existem três motivos para a sua traição, ele teria se recusado a se curvar a humanidade, discordado do plano de salvação de deus, ou ele conspirou para tirar deus do poder e governar os céus, dizem que ele era muito belo e possuía 12 asas antes de cair.

Vários outros anjos se revoltaram contra deus, caindo do céu e se tornando demônios, e a partir dai passaram a atormentar, torturar e corromper os humanos. Existem milhares tipos de demônios (e eu adoraria que algum autor classificasse eles de forma mais fácil e organizada), abaixo citarei os sete demônios responsáveis pelos sete pecados capitais (também chamados de príncipes do inferno) de acordo com "The Lanterne of Light" :

Lúcifer: Orgulho
Belzebub: Inveja
Aamon: Ira
Abadon: Preguiça
Mammon: Avareza
Belphegor: Gula
Asmodeus: Luxúria

No ano de 1589, Binsfeld modificou essa lista:

Lúcifer: Orgulho
Mammon: Avareza
Asmodeus: Luxúria
Leviathan: Inveja
Beelzebub: Gula
Satan: Ira
Belphegor: Preguiça

Acho interessante citar os quatro cavaleiros do apocalipse, Morte, Guerra, Fome e Peste (Acho estranho a morte vir primeiro, eu esperava a guerra ou a fome, sabe? Achei que a morte viria por ultimo)

A Conquista é representada num cavalo branco, segurando um arco e usando uma coroa
A Guerra está num cavalo vermelho segurando uma espada, simbolizando batalhas sangrentas.
A Fome vem num cavalo negro e tem uma balança representando a desigualdade
Já a Morte possui um cavalo pálido esverdeado como se estivesse em decomposição e ele carrega uma jarra coma peste

A conquista também pode ser interpretado como um falso profeta, e sua cor sendo cinza como uma falsa pureza. Esses quatro cavaleiros são são vistos de modo geral como demônios, diria que eles estão mais para avisos de que o fim se aproxima

Demônios se alimentam de almas humanas, mas eles não podem simplesmente pega-las, eles precisam de um pacto (Isso é mostrado em alguns filmes de terror, tipo Anabelle, sim eu sei que o filme é ruim, mas é o único que eu conheço), eles podem oferecer algo que a pessoa queira em troca de sua alma, eles também podem se alimentar dos pecados dos humanos sem necessariamente devorar a alma deles, mas possuir uma alma é considerado muito mais valioso do que se alimentar dos pecados, acho que corromper completamente uma alma deve dar a eles mais poder (alguém anda vendo muito Kuroshitsuji). Particularmente acho um inocente vender a alma por dinheiro, poder e fama, considerando o fato de que almas são imortais e dinheiro, e poder duram só durante a sua vida mortal (ainda mais se você acreditar em reencarnação)

Os poderes de demônios podem variar algumas vezes, manipular, influenciar e enganar são básicos alguns podem mudar a aparência e a voz, fingindo ser um amigo ou parente, outros poderes seriam invadir mentes e sonhos, força e velocidade, alem de controlar a natureza de certa forma.

Acho que o post ficou meio comprido, mas deu para dar uma ideia sobre demonios, talvez semana que vem eu continue.

Fontes:
http://www.vivos.com.br/13.htm
http://www.jw.org/pt/publicacoes/livros/biblia-ensina/anjos-e-demonios-criaturas-espirituais/
http://medosensitivo.blogspot.com.br/2014/11/seres-malignos.html
http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Classifica%C3%A7%C3%A3o-De-Demonios/31720585.html
http://www.gotquestions.org/Portugues/quatro-cavaleiros-apocalipse.html
https://pt.wikipedia.org/wiki/Cavaleiros_do_Apocalipse
http://ordemdesiles.blogspot.com.br/2012/01/demonios-o-poder.html

27 de junho de 2015

Como tudo começou- Capitulo 19

                Lovely estava ainda na sala tentando usar seus poderes sem sucesso “Acabou, não adianta, sem arco, sem poderes, sem asas e meu braço ainda está ardendo por causa do ferimento, provavelmente vou ficar presa aqui por mais um tempo ouvindo as pessoas brigando” ela suspirou. Ice, Alex, Diere e Juan, voltaram junto com Giovana e os outros.
                -Encontramos eles tentando escapar pelos fundos.
                -Já disse que não estávamos tentando escapar, estávamos dando uma olhada na situação lá fora.
                -As pessoas ainda estão muito abaladas com tudo isso, seria melhor não andar sozinho pelas ruas- Diere disse- Os anciãos das Bruxas e Magos estão se reunindo com os lideres das outras tribos para decidir como agir.
                -Provavelmente deveríamos nos entregar ao Leandro, parece que ele não quer realmente fazer mal a pessoas como nós, e os impuros realmente são muito mais fortes que nós, não vejo proble- Marina dizia até que Giselle a interrompeu
                -Não é bem assim, eu vi o feitiço que eles usaram para se tornarem impuros, eles realmente se tornam mais fortes, mas você deve abrir mão de alguma coisa, suas memórias, sentimentos, liberdade.
                -Fazer isso, irá te transformar em um servo eterno de Leandro, no inicio ele se aproveitava da inocência das pessoas, agora ele está usando o desespero para conseguir isso.- Lovely continuou
                -Por acaso tem alguma maneira de desfazer o feitiço e restaurar os amuletos e Leandro já destruiu?- Giovana olhou para Lovely
                -Podemos trabalhar nisso, mas sobre os amuletos não tenho tanta certeza. Nosso objetivo no momento é encontrar um modo de derrotar o Leandro.
                -Vish Lovely, parece que você vai ficar sem os seus poderes para o resto da vida – Marina alfinetou, embora Lovely não estivesse prestando atenção.
                -Grande diferença que iria fazer, ela com ou sem os poderes, ela era uma fada das flores e do amor, do que isso adianta numa guerra, talvez pudéssemos usar ela como isca ou sacrifício, Aliais, metade dessa galera será morta antes mesmo de pensarmos numa estrategia- Horkeus riu junto com Marina.
                -Ora seu grande- Alex rosnou prestes a confrontar Horkeus, até q Lovely o segurou-Deixa- ela disse- Temos coisas mais importantes para fazer, Diere!
                “As pessoas realmente podem morrer, e eu não vou poder fazer nada, se houvesse uma maneira...”
                Lovely saiu com Diere e Alex, Giovana disse que poderia conseguir algumas respostas e partiu com Felipe, Marina resolveu ir até a capital das sereias, procurando alguma solução para os humanos.
                -Para onde estamos indo Lovely? Parece aquela fazenda ...
                -Lembra daquele garoto que te chamava de anjo? Você vai passar um tempo na fazenda deles, protegendo o lugar- Lovely disse indiferente apesar de Alex lançar um olhar irritado.
                -Porque?- Alex perguntou desconfiado.
                -Não quer que eles fiquem seguros? Tenho certeza que eles vão gostar de uma visita da Diere...
                Depois de deixar Diere na fazenda Alex continuava com uma expressão irritada- O que você pensa que está fazendo Lovely?
                -Deixando a Diere em um lugar seguro até essa guerra acabar, é um lugar isolado..
                -Você não confia na Diere...- Ele disse com desprezo
                - Não é assim
                -Você acha que eu e a Diere somos fracos em comparação aos outros não é?
                Lovely suspirou – Eu só não quero que ninguém se machuque, parece que essa guerra é de certa forma culpa minha.
                -E você pretende Derrotar o Leandro sozinha? Você enlouqueceu?!
                -Realmente, como uma fad... Uma humana sem poderes poderia derrotar um feiticeiro?
                -Lovely, uma vez uma fada me disse,o amuleto e o sangue só podem dizer o que você é, mas eles nunca poderão dizer quem você é. Eles são apenas um espelho, você é uma fada e sempre será uma fada, principalmente uma fada da terra, fadas da terra nunca desistem.
                -Fico feliz que você pense assim, mas acho que eu já perdi a esperança. Quero que vá para um lugar seguro, você é humano, ninguém sabe que você tem relações com pessoas como nós, você pode ter uma vida normal.
                -NÃO!! Você não pode fazer isso, não é justo que Leandro continue fazendo o que quer, trazendo sofrimento aos outros enquanto nós ficamos sem fazer nada, ignorando tudo.
                -Alex não seja teimoso, não me obrigue a te envenenar, para que você esqueça de tudo sobre magia, queria que você tivesse uma vida normal e tivesse esses momentos como recordação.

                Alex ficou tenso, Lovely não poderia fazer isso, fazer com que ele se esquecesse de tudo, não, isso não podia ser verdade- Giovana estava certa...VOCÊ É UMA FADA EGOÍSTA! EU TE ODEIO!!!- Ele sacou uma pequena faca e cortou o joelho dela, que caiu no chão ralando as pernas e grunhindo, enquanto Alex fugia.

26 de junho de 2015

Amuletos: Como fazer um jardim de fadas

Eu não tinha certeza sobre o que escrever no post de amuletos, então me lembrei que em um post passado eu disse que um jardim de fadas poderia ser usado como santuário para fadas (acho bem adequado, principalmente se você morar em um local sem jardins ou parques proximos)

Você pode usar um vaso de barro quebrado ou um vaso grande de plastico que estiver disponível, libere a sua imaginação para criar algo interessante depois de decidir o formato do jardim você pode começar a plantar.

Algumas pessoas plantam musgo de forma que fique parecendo grama, você pode transplanta-lo, neste primeiro você terá que rega-lo diariamente nos dois primeiros meses, uma vez a cada três dias no terceiro mês, uma vez por semana no quarto mês, duas vezes por semana no quinto mês ou quando estiver em período de seca por mais de  três semanas. O outro método seria juntar dois copos de água, dois copos de leitelho (1 xícara de leite para 1 colher de sopa de suco de limão deixando descansar por 15 minutos), bater no liquidificador com um pouco de musgo recolhido do jardim, ele tem que ficar com consistência de milkshake (já eu não acho que seja prudente usar o liquidificador da sua mãe para bater milkshake de musgo). Por fim é só pincelar a mistura no local que você quer que o musgo cresça.
Fairy Garden Plants Flowers, Herbs and Vines~   Baby Tears Moss. Blue Star Creeper.    Elfin Thyme.  Blue Moneywort.   Mini Cranesbill. Miniature Cyclamen.   Miniature Ivy. Mini Kenilworth Ivy.    Sweet Ayssum. Sandwort.  Turkish Speedwell. Goldmoss Stonecrop.   Miniature Ivy. Australian Violet.  Vairagated Mini Sea Thrift. Dichondra.

Para decorar o jardim você pode plantar flores pequenas e delicadas, temperos caso você goste, algumas suculentas, trevos, e flores que crescem com facilidade em qualquer lugar, dependendo das suas habilidades você pode plantar pequenos arbustos como se fossem arvores ou colocar um caminho de pedrinhas no jardim.
fairy gardens or miniature gardens can be made just about anywhere. Great use of a conifer to bring it all togetherAdd a Miniature Waterfall, Pond or River to your Terrarium - Unique Terrarium Accessory - Handmade by Gypsy Raku

Algumas pessoas colocam até pequenas lagoas e cachoeiras, outras são mais simples apenas para animar o ambiente. Se eu fizesse o meu, teria um altar no centro vários tipos de ervas para temperos e feitiços e uma decoração feita com moedas antigas, pedras e coisas que eu encontro na rua.


Fontes:
http://www.reciclagemnomeioambiente.com.br/como-fazer-um-jardim-de-fadas-passo-a-passo/
http://www.mossandstonegardens.com/blog/how-to-collect-moss/
http://www.apartmenttherapy.com/how-to-grow-you-119033
http://www.hgtvgardens.com/terrarium/popular-terrarium-plants
http://mixidao.com.br/wp-content/uploads/2012/12/o-que-%C3%A9-buttermilk.gif
http://www.obsessionwithbutterflies.com/flower-fairies.html
https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/236x/53/bb/3a/53bb3a071c7ac678efe0c866ff2d0470.jpg

25 de junho de 2015

Feitiços: Encantamento das fadas para realizar um desejo

Ontem foi o dia das fadas, um dos motivos para eu ter feito essas duas semanas com posts temáticos, vamos para o post de feitiços, algo simples como realizar um desejo.

Ingredientes:
Rosas e hibiscos
Roupa clara ou colorida
Um incenso de sua preferência

Antes do feitiço, tome um banho com as rosas e os hibiscos. Coloque a roupa clara ou colorida e sente-se em um jardim por alguns momentos. Sinta-se conectado com a terra e com as flores. Sinta a chegada das fadas. Quando você sentir as fadas, acenda um incenso e use ele para escrever seu pedido no ar, dizendo:

“Que pelas fadas meu desejo seja levado
Que pelo amor meu sonho seja realizado
Que meu pedido se cumpra em luz e graça
Assim seja, assim se faça!”

Escreva seu pedido e diga o encantamento quantas vezes achar necessário. Depois, espete o incenso no chão e agradeça pela ajuda das fadas, então, prometa a elas um presente se realizarem seu pedido em um numero de dias determinados (dê o prazo, mas não um prazo muito curto, depende do seu desejo). Quando elas realizarem seu desejo, dê o presente a elas no mesmo lugar onde você fez o trato.

Então, o que você fizeram dia 24? Foi um dia normal? Postem nos comentarios.
Falando nisso, vocês querem algum tema especifico para os próximos posts? Ou pode ser post normais como eu costumava fazer?
Fontes:
http://www.astrologosastrologia.com.pt/blog/encantamentos/encantamento-das-fadas-para-realizar-um-desejo/

24 de junho de 2015

Feliz dia das fadas

E ai galera! O gênio aqui resolveu comemorar o dia das fadas abrindo uma garrafa de licor de ameixa japonesa, levando em conta o alto teor alcoólico, a quantidade de açúcar e o fato de eu não beber quase nunca, eu acabei ficam levemente tonta (sim, eu tava meio bêbada, mas já passou)
Sim...eu só bebi isso e fiquei tonta...
Desejo um feliz dia das fadas para todos os leitores e visitantes do blog, o que vocês fizeram do dia das fadas? Postem nos comentarios.









Ps: Eu recebi um convite do blog Sussurro do ar para enviar um desenho relacionado com o dia das fadas, eu enviei um desenho chamado Fairy Party, será que vocês conseguem descobrir quem são todos os personagens do desenho?

Como tudo começou- Capitulo 18

                Uma ex caçadora, implorando ajuda? Isso era surreal, mas Juan estava crescendo muito rápido, qualquer coisa que pudesse cura-lo servia. Mas pelo jeito aquelas fadas não poderiam curar o seu filho- Perda de tempo.
                -Oi quem é você?- Perguntou uma menina fazendo bolhas de sabão, Ela se perguntou se deveria dizer o seu nome ou não para uma desconhecida
                -Meu nome é Artermis.
                -Meu nome é Kaila- Ela disse e continuou a soprar bolhas, Artermis pensou o quanto ela parecia uma de suas filhas quando mais novas “As pessoas estão muito ocupadas com seus próprios problemas para ajudarem os outros, e assim caminha a humanidade, sempre muito egoista” Talvez não fosse tão ruim ajudar.
                -Eu ouvi falar de vocês no noticiário, dizem que vocês planejam dominar o mundo.
                -Nós não- Ice interrompeu- Apenas uns malucos por ai, cara a vida era ótima até eles começarem com essa birra. Nós tínhamos tudo, agora que os humanos sabem, nós seremos caçados como animais.
                -Não diga essas coisas, a sociedade mudou muito ultimamente- Diere falou- E talvez Leandro tenha os próprios motivos para fazer isso.
                -Ou talvez ele seja um idiota egoísta, aff só porque a vida dele é uma droga, não significa que ele possa arruinar a vida dos outros.
                -Então Alex- Diere mudou de assunto- O que você pretende fazer agora que é um humano normal?
                -Vou me tornar um herói.
                -Do que raios você está falando? Um herói?
                Dizem que há muito tempo atrás, muito tempo mesmo, pessoas vagavam pelo mundo procurando o sentido da vida, qual era o objetivo da humanidade e coisas assim, ninguém nunca havia encontrado. Um jovem aventureiro também estava a procura dessa resposta, ele passou por florestas, montanhas, desertos e mares que o levaram para uma construção subterrânea, uma sala repleta de esqueletos jogados no chão, ele subiu no amontoado de cadáveres e havia uma caixa pequena e velha de pedra. “É isso que você procura” uma mulher se aproximou, a guardiã daquele tesouro, apenas isso? Era fácil demais. “Pode olhar não irei te impedir” Ela disse sorrindo, mesmo aquele sorriso parecia muito vazio. Ele se aproximou e abriu a caixa sem hesitar, seus olhos se arregalaram, sentiu as pernas fraquejarem, era isso?! Minha vida inteira eu procurava por isso? Não valia a pena, não podia ser verdade! Ele olhou para os ossos abaixo de seus pés e compreendeu, todos aqueles que encontraram essa sala, abriram a caixa, viram a horrível verdade e tiraram a própria vida, simplesmente não valia a pena viver com isso. “O que você irá fazer?” Ele já havia se esquecido da guardiã ao seu lado, observando sem emoção. “Ninguém disse que você iria gostar da verdade” Ela continuou. Ele olhou para a sua espada e pensou como seria bom se acabasse tudo ali, a vida não tinha sentido. Ele fechou a caixa e desceu da pilha de ossos surpreendendo a guardiã. “Se esse é o motivo de eu existir, então prefiro procurar um novo motivo, você pode ficar ai esperando mais um aventureiro, ou pode sair e ver o mundo lá fora”. Ele disse
                Dizem que ele formou uma tribo que poderia ser chamada de heróis, aquela guardiã deu origem ao que chamamos hoje de fadas madrinhas, mas por causa da ganância e egoísmo, os heróis esqueceram seus valores e foram punidos pelas fadas madrinhas. A tribo se dispersou, dando origem aos cavaleiros e amazonas que tinha um gosto por aventura e os caçadores que guardaram rancor das fadas madrinhas que costumavam abençoa-los
                -Giselle que me contou essa historia, ela disse que um herói não se curvava a ninguém que se considerava superior ou que ele não respeitasse completamente, eu disse que me tornaria o primeiro herói em todos esses anos.
                Diere sorriu e o abraçou – Eu tenho certeza que você será o melhor de todos.
                - Alguém pode me dizer o que viemos fazer aqui- Juan perguntou nervoso.
                -Parece que vão nos deixar de fora da reunião principal, como se eu quisesse participar dessa perda de tempo- Ice olhou para o chão- Precisamos achar uma forma de ganhar essa guerra. Derrubar o Leandro.

                -Temos que tomar cuidado com os humanos também, lá fora está virando um inferno, parece uma caça as bruxas. Imagino se tem um modo de fazer com que tudo volte ao normal.

23 de junho de 2015

Poções: Para atrair fadas

Durante a Hora de Mercúrio e o dia de Júpiter, prepare uma mistura de ervas ou um sache para chá com as seguintes ervas: folhas frescas de menta, uns punhados de tomilho, três raízes de lúpulo, seis pétalas de rosas, cascas de maçã, um punhado de chá preto, um punhado de Artemísia e folhas de framboesa.

Artemisia
Durante o mesmo dia e horário, prepare este chá mágico enquanto recita canções para atrair fadas. (Você pode colocar como oferenda do jardim, no altar ou beber oferecendo uma xícara para as fadas junto com alguns doces que elas gostem)





Fontes:
http://www.astrologosastrologia.com.pt/blog/pocoes/pocao-magica-para-atrair-as-fadas/
http://www.trocandofraldas.com.br/wp-content/uploads/artem%C3%ADsia.jpg
http://images.forwallpaper.com/files/thumbs/preview/12/129424__apples-red-fruit-basket-table_p.jpg

22 de junho de 2015

Como tudo começou- Capitulo 17

                -Onde raios estamos? Ice perguntava olhando para varias bruxas feridas.
                -Uma espécie de refugio, todas as pessoas que estavam em Magictopia receberam ordens de se encontrar aqui.- Giselle disse acompanhada por uma velha bruxa, sua avó
                -Como conseguiram avisar tanta gente em tão pouco tempo- Lovely perguntou
                -Como assim em tão pouco tempo? Eu mando cartas para as pessoas todos os meses indicando um ponto de encontro secreto em caso de algum ataque, você não recebeu.
                -Acho que não tive tempo de ler... Ou algo assim
                -O que ela ta fazendo aqui?- Marina apontou para Lovely indignada- Esse lugar deveria ser seguro
                -Aff chegou a chata para amargar a minha vida, porque não vai seduzir algum babaca e me deixa em paz.
                -Tudo bem- Alex se meteu no meio das duas- Podemos deixar nossas diferenças de lado por um breve momento e pensar no que vamos fazer.
                -Mãe... quem são essas pessoas?-Um menino ruivo observava tímido
                -Ela vão te ajudar- A mulher disse acariciando a cabeça do menino.
                -Você contou?...- Ele disse um pouco irritado até reconhecer Alex- Alex? Você?
                -Juan? Porque você está aqui
                -Lovely vai paralisá-lo com uma flecha e vamos colocar um amuleto que o impeça de se transformar- Giovana disse
                -Mas o arco da Lovely foi quebrado, não há como ela fazer flechas sem o arco e nem atirar- Alex disse e logo foi arrastado por Ice
                -Escuta aqui pirralho, qual é o teu problema? Tinha mesmo que abrir a boca? Eu juro que vou congelar a sua língua e quebrar ela em mil pedacinhos para você parar de dar com a língua entre os dentes.
                -Deixa ele em paz Ice- Diere puxou Alex para perto e depois encarou a mulher que estava ao lado de Felipe.
                -Você me trouxe para cá dizendo que tinha uma cura para o meu filho- Ela olhou para Felipe- Vamos embora Juan... Filho?
                -Er... então, ele sumiu... junto com a Ice o Alex e a Diere e... Alguém viu a Kaila?- Antes que ela conseguisse terminar a frase todos havia sumido- Pessoal?
                Giovana chamava por Alex seguida por Felipe
                -Pode me explicar por que não gosta de mim, parece que toda vez que olha para mim esta tentando me incinerar.
                -Nesse caso agradeça por eu não ser uma fada do fogo.
                -Por acaso eu te fiz alguma coisa?
                -Não.
                -Sabe, quando eu era pequeno me disseram que eu quase tinha sido morto por uma fada das trevas, eu não lembro bem disso, mas eu lembro de ter conhecido uma menina de olhos vermelhos iguais aos seus, é uma característica comum entre todas as fadas das trevas?
                -Não, a única que eu conheço, sou eu mesma... O que aconteceu com ela?
                -Ela fugiu, mas a questão é, eu acho que o fato de sermos inimigos vem da frase: “Como posso confiar em você, se você é diferente de mim?”
                -Não pode, desse modo estamos destinados a sermos inimigos para sempre

                -Se você pensa isso, mas o pouco tempo que passei aqui, notei que não é tão diferente, você tem família, amigos, eu acho que nós poderíamos ter sido amigos.

21 de junho de 2015

Mitologia: fadas parte 2

No ultimo post de mitologia eu havia falado sobre o povo Tuatha de Danann, que deu origem as historias e contos sobre fadas, enquanto os Sidhe Daione se isolavam os Tuatha de Danann (eu sei... nome complicado...) deram origem a herois, cavaleiros e damas, em romances medievais.

Alguns contos dizem que eles chegaram a servir o rei Arthur por enxergarem ele como um rei de honra e integridade. A partir dai surgiram fadas como morgana le fay (apesar de algumas historias a descreverem como uma bruxa, seu nome significa morgana a fada) e sir Lancelot (criado por fadas) e as fadas medievais.

Até certa época no seculo XIII, fada era um termo genérico para ser sobrenatural (isso explica porque as corte seelies e unseelies possuíam membros bem diferentes das fadas que conhecemos hoje) um seculo mais tarde a literatura começou a diferenciar fadas, anões, duendes e etc...

As fadas medievais podiam se apaixonar por humano e as crianças geradas dessa união podiam ter poderes do povo das fadas.

Enquanto as fada medievais tinham um formato bem variável, mas podiam ter o tamanho de uma pessoa normal, as fadas literárias eram bem pequenas de asas delicadas. Sua personalidade porem foi se variando de bondosas para inconvenientemente travessas e com poucas roupas vivendo em uma monarquia. Essas ultimas passaram a se chamar fadas elizabetanas, não sendo malignas completamente, mas elas gostavam de atormentar os humanos por pura diversão, sem intenção de grandes danos.

No seculo XVII, surgiam as fadas jacobinas associadas ao diabo, e com grandes poderes como controlar as estações, destruir colheitas inteiras, causar secas ou prolongar o inverno. Com o passar do tempo as fadas jacobinas perderam a associação com o mau.

Antigamente era tradição deixar um pouco de leite, comida e água limpa para as fadas se banharem,pedindo em troca sorte e proteção.

O mundo se tornou mais racional, e focado na ciência, historias com fadas passaram a ser apenas lendas ou contos de fadas, porem isso não significa que as fadas irão desaparecer completamente,

As fadas pequenas e delicadas que vivam voando de flor em flor, chamadas de fada das flores antigamente, nos dias de hoje se tornaram fadas elementais, cada uma representando um dos quatro elementos.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Lancelote
http://grimoriodaluna.blogspot.com.br/2012/05/fadas-iii-historia-das-crencas-e.html

20 de junho de 2015

Como tudo começou- Capitulo 16

                -Oh! Que pena, sem isso você não possui poderes, certo?- Ele disse enquanto as asas de Lovely desapareciam e ela voltava à forma humana- Se é que você tem algum, você me parece tão insignificante.- Ele disse a chutando no estomago
                -LOVELY!!!!- Alex apareceu correndo acompanhado de Ice e Diere- Fica longe dela seu doente- Ele rosnou enquanto Diere e Ice a carregavam
                -Aonde estamos indo?- Lovely perguntou quase perdendo a consciência
                -Grandes problemas, eles são muito mais do que esperávamos, o castelo já foi tomado, o pessoal todo já está fugindo, precisamos ir, AGORA!!!- Ice gritou
                Enquanto se afastavam da cidade, podiam ver as construções desmoronando “Então, a cidade foi tomada de novo, que nem das outras vezes”
                Leandro se aproximou de Daniel que ainda estava preso nas arvores- Você é patético sabia? Nem ao menos parece um feiticeiro, não consegue nem enganar um bando de crianças.
                “Foi a alguns anos atrás que eu o conheci, na época nós éramos apenas duas crianças ingênuas... Mas agora eu acho que eu é que era o único ingênuo...
                -Não acredito que você é um feiticeiro de verdade, eu nunca tinha conhecido outro feiticeiro que não fosse da minha família, existem outros como nós?
                -Claro- Ele sorriu, mas logo em seguida o seu sorriso desapareceu- Mas nós temos que ficar escondidos
                -Você quis dizer dos caçadores, minha mãe disse para eu não me preocupar, nós não criamos caudas como as sereias, ou temos asas como as fadas...
                -Não...Nós temos que nos esconder das bruxas e dos magos...
                Eu não tinha percebido o ódio nas suas palavras, a magoa, se eu tivesse percebido, talvez as coisas fosse diferentes.- Mas os magos...
                -Você sabe o que difere nós três?- ele não esperava uma resposta- As bruxas eram boas em aprender, por isso guardavam todo o conhecimento e cultura do mundo, seja humano, animal ou mágico, os magos, tem o dom para ensinar e passar o conhecimento que as bruxas protegem, mas nós...
                Feiticeiros são conhecidos por enganar e mentir, eles manipulam os humanos, principalmente humanos que desejam usar magia para conseguir coisas de um modo facil, por isso somos vistos com maus olhos pelas pessoas.
                -Eles não veem o mundo do mesmo modo que nós, se você quiser eu posso te mostrar como um feiticeiro de verdade vive.”
                -Vai ficar ai parado ou vai me soltar?- Daniel respondeu irritado- Precisamos ir atrás deles
                -Não será preciso em breve não haverá onde se esconder, nem para onde fugir
                -E quanto aos humanos?
                -Poderão viver se concordarem nos servir como escravos, nós finalmente teremos o que nós foi negado, viveremos como reis

                “Os humanos são piores do que as bruxas e os magos, são ganaciosos e corrompem tudo que tocam, eu nunca mais quero ter um coração humanos novamente, era isso que ele disse, mas...”

19 de junho de 2015

Amuletos: Travesseiro de fada (17 de julho)

Dizem que no dia 17 de julho é o único dia que as fadas dormem, sendo um ótimo dia para pegar um pouco do poder delas e colocar num amuleto.

Nesse dia coloque vários pedaços de algodão dentro de flores fazendo travesseiros no jardim de casa ou no parque. No dia seguinte recolha travesseiros e use como amuleto, para dar uma aparência mais bonita, você pode enrolar os algodões dentro de um pedaço de pano e amarrar com uma fita, ou colocar flores e ervas junto com o algodão (mas isso eu já não aconselho, pode deixar um perfume muito forte e incomodo)


Provavelmente seria bom renovar o amuleto a cada ano (alguns amuletos são queimados e a cinzas espalhadas no vento, outros jogados em rios e alguns são enterrado)

Fontes:
http://neftisorlamunde.blogspot.com.br/2013/07/amuleto-sono-das-fadas-17-de-julho.html
http://1.bp.blogspot.com/-7FXKG3pyoLA/UyiULokTC0I/AAAAAAAAONU/o_4_mjpla5k/s1600/074.jpg

18 de junho de 2015

Feitiços: Para atrair fadas e tornar a sua casa um local mais alegre

Olá pessoal, continuando os posts temáticos.

Todas as fadas adoram gengibre, mel, leite, bolos, balas, biscoitos e sucos. Para atraí-las coloque a guloseima sobre uma pedra de pirita, prata, cristal, quartzo ou lunária. Apreciam também essências fortes como canela e pinho. Mas você deve dar de comer a elas sempre realizando um trato. Antes de conceder-lhes o alimento, diga:

“O QUE É MEU É SEU,
O QUE É SEU É MEU.”

Peça então para que elas tornem sua casa um lugar alegre e diga que sempre serão bem-vindas.

As fadas amam jardins bem cuidados e você pode transformar o seu em um altar para elas, tipo um jardim de fadas feito em um vaso grande e largo. Plante nele muitas flores azuis, lírio-do-vale, dedaleira, gesta e rosas. Crie também um pequeno lago escavando a terra e colocando pedras em sua borda, para atrair as fadas da água. Mas há também fadas que gostam de lugares selvagens, portanto deixe uma pequena parcela da área sem cultivo. Suas oferendas serão muito bem aceitas quando colocadas em uma cesta e depositadas neste jardim.

Eu prefiro o mais natural possível, sem que pareça uma construção humana, algo mais improvisado.
Se chamá-las para participar de um ritual, mantenha-o leve e alegre. Elas gostam de muita música e dança.





Fonte:
http://www.astrologosastrologia.com.pt/blog/simpatias-lar/simpatias-lar-magia-das-fadas-para-que-elas-tornem-sua-casa-um-lugar-alegre/
http://blog.southviewdesign.com/wp-content/uploads/2014/04/container.jpeg

17 de junho de 2015

Como tudo começou- Capitulo 15

                “Encontre ajuda, o mais rápido possível, Ice, Diere, Giovana, qualquer um” Alex pensava enquanto corria entre as arvores.
                -Você é muito lerdo pirralho- Daniel disse derrubando Alex no chão- Lovely iria me matar se eu fizesse algo ruim com você.
                -C-como você deixa ela sozinha com aquele louco?
                -Está mais preocupado com ela do que com si mesmo?
                -Você não é uma pessoa ruim, sei que não vai me machucar, por outro lado você é um idiota por ter deixado a Lovely sozinha.
                - Tenho meus motivos, e ela deveria aprender a se virar sozinha, eu recebi ordens para te matar, se eu deixasse você escapar vivo Leandro poderia desconfiar de algo.
                -Você é o cachorrinho dele?- Alex zombou enquanto se afastava em direção a um conjunto de arvores muito próximas.- Não tenho tempo para perder com você a Criadora corre perigo.
                Aonde pensa que vai?- Daniel o seguiu e acabou percebendo que ficou preso entre os troncos- Você é burro de nascença, ou abaixou a guarda porque eu sou uma criança? Lovely disse que é muito difícil andar por entre essas arvores, mas eu sou pequeno e magro e consigo passar facilmente, ao contrario de você que é um babaca cabeçudo- Ele disse cutucando a bochecha de Daniel.- Diere, consegui- Ele disse chamando a fada dos animais.
                -Não vamos machuca-lo Daniel, só precisamos saber o que exatamente Leandro quer fazer.
                -Diga por você mesma- Ice disse erguendo a espada- Se não começar a falar agora, eu irei te fazer em pedaços... Bem lentamente
                -Nós achamos que Leandro pretende tomar o conselho de bruxas e magos e controlar uma parte muito influente da sociedade da magia.
                -Se fosse apenas isso... Nós im...impuros- Ele cuspiu as palavras com desprezo- Não temos ninguém. Leandro fez os impuros acreditarem que o único modo de sermos respeitados é destruindo as tribos, para isso ele transformará todos em impuros... E aqueles que se recusarem ou não conseguirem, serão mortos, e os humanos se tornarão escravos... Isso é o que vocês irão ganhar por nos tratarem como lixo.
                Lovely estava pensando em uma maneira de escapar, ela tocou com cuidado a base da árvore, levaria algum tempo para ela conseguir fazer uma muda, mas desde que houvesse um fragmento a Criadora conseguiria se regenerar.
                -Você sabe o que eu posso te oferecer, o que eu posso oferecer a todos vocês?
                -Não to interessada, sei o que fez com os seus supostos aliados, mesmo que eles possam subjulgar todo o conselho das bruxas, no final eles são seus escravos, não há liberdade e quando precisarem de ajuda, estarão sozinhos.
                -Sinto muito que pense dessa maneira, você nunca mais seria desprezada, todos iriam te respeitar, mas é apenas uma questão de tempo até que todos se curvem perante a mim.- Ele disse acertando Lovely e gemeu com a dor ao esbarrar com a arvore e ter a pele queimada- Já mandei sair da frente.              
                -N-não...- Ela cuspiu só para ser acertada com outra esfera de energia, Lovely se contorceu com a dor fazendo com que o seu amuleto caísse e rolasse até os pés de Leandro, ele se aproximou e começou a matar a Criadora, Lovely ainda estava ligada com a árvore, tentando colher uma muda, se apenas uma parte da arvore estivesse intacta, ela poderia se regenerar novamente. Mas a dor começou a subir pelo braço dela, como se ele estivesse sendo arrancado, lagrimas escorriam pelos seus olhos, raramente ela havia chorado por dor física.

                Ela lutou durante mais um tempo mas no final um impuro era muito mais forte que uma fada humana. Lovely sentiu seu braço queimar e viu a Criadora se desfazer no ar com seus próprios olhos “De qualquer forma eu irei te proteger, não vou deixar nada de ruim acontecer com você.” Ela quase não conseguia pensar direito enquanto segurava o próprio braço que ainda ardia por estar ligado com a arvore que foi destruída. Leandro triunfante se aproximou de Lovely e mexeu no amuleto abandonado no chão com a ponta do sapato, por fim sorriu e pisou o estilhaçando.

16 de junho de 2015

Poções: Receita para o dia das fadas

Como especial de dia das fadas(24 de junho) eu resolvi fazer post com o tema de fadas, lendas, feitiços tudo que seja de certa forma relacionado com fadas. E para o post de segunda feira eu pesquisei algumas receitas que eu achei mais interessante, dependendo do tipo de receita se for salgada, eu aconselharia temperar com ervas, até porque muitas das ervas usadas em temperos como sálvia, tomilho,açafrão ou menta são consideradas as favoritas das fadas. Já para receitas mais doces usar avelãs, maçã, ou alguns tipos de flores(mas isso depende da receita e do seu gosto).

PONCHE DAS FADAS
Ingredientes:
- Maçãs com casca picadas
- Peras picadas
- Abacaxi cortado em cubinhos
- Gomos de laranja picados
- Cerejas
- Suco de maçã
- Guaraná
- Soda limonada
- Champanhe

Preparo:
Misture todas as frutas picadas com o suco, os refrigerantes e o champanhe bem gelados. Essa receita é usada para atrair um novo amor ou incrementar o relacionamento.

DELÍCIA DAS FADAS Nº 13
Meio pacote de bolacha de água, 100 gramas de queijo ralado - misture tudo e reserve.
Uma lata de creme de leite, um pacote de sopa de creme de cebola - faça uma pasta com esta mistura. Em seguida, passe sem temperar, apenas lavados muito bem, 6 filés de frango ou 6 pedaços de frango sem osso nesta mistura e coloque por cima os outros ingredientes.
Arrume tudo em um pirex ou tabuleiro forrado com papel aluminizado e levemente untado. Leve ao forno médio por 35 a 40 minutos.

Tudo que fizer, mentalize o amor, o bem... mesmo que as receitas não sejam esotéricas.

GELATINA DAS FADAS

Ingredientes:
- 2 copos de guaraná gelado
- 1 lata de leite condensado sabor morango
- 1 lata de creme de leite gelado
- 2 caixinhas de gelatina em pó sabor morango
- 1 lata de compota de pêssegos
- 1 copo de água fervente
- alguns morangos frescos grandes e perfeitos para decoração do prato

Modo de preparar:
Primeiro: Dissolva bem a gelatina com água fervente e junte o guaraná, o leite condensado e o creme de leite com soro. Misture bem e bata no liquidificador.
Segundo: Depois de bem batido, deite em uma forma previamente gelada e molhada (escorrida na hora), cubra com filme plástico e conserve na geladeira até o dia seguinte. À hora de servir, desenforme em um prato e guarneça com a compota de pêssegos e morangos frescos.

Para o próximo post acho que vou colocar algumas ervas e plantas importantes para as fadas.

Fontes:
http://www.astrologosastrologia.com.pt/receitas_magicas=temas1/a&e-receitas_magicas=29=sobremesas_magicas_10.htm
http://www.astrologosastrologia.com.pt/receitas_magicas=temas1/a&e-receitas_magicas=28=sobremesas_magicas_9.htm
http://www.astrologosastrologia.com.pt/receitas_magicas=temas1/a&e-receitas_magicas=03=bebidas_magicas_3.htm

15 de junho de 2015

Como tudo começou- Capitulo 14

                -Desejo ingênuo, egoísta e impossível...- Ela disse um pouco triste.
                -Eu sei, é estúpido acreditar que um dia todas as tribos convivam em paz de certa forma, como se fosse uma família, mas eu acho que esse é o propósito original dessa cidade, fazer com que as pessoas percebam que somos muito parecidos e muito diferentes ao mesmo tempo e aceitar isso. Mesmo que você não queira admitir, eu sei que esse é o seu desejo também.
                -Calado
                -Porque você sempre fica mau humorada quando eu falo a verdade?
                -Não, não é isso eu acho que eu ouvi alguma coisa, Alex, me ajude, proteja a criadora.
                Alex se posicionou perto da arvore tremendo um pouco
                -Detesto interromper um momento tão adorável, mas temos negócios a resolver aqui, então, saiam da minha frente.
                -Há! Vai sonhando, vai- Alex disse até que Lovely levantou a mão mandando-o parar
                -Vá buscar ajuda, eu cuido deles, são apenas dois.
                Alex olhou desconfiado para Daniel e Leandro, ele sabia que Daniel não era tão ruim, mas não estava certo que confiava nele. Eles ainda não sabiam que ele agora era humano, talvez ficassem com medo de Alex, assim o garoto teria uma chance.
                -Daniel... Mate-o.
                -Leandro... Ele...
                -Não me interessa como vai fazer isso, é melhor voltar com a cabeça daquele vampiro nas mãos.
                Lovely arregalou os olhos e teve que resistir ao impulso de ir atrás de Daniel, mas Daniel não iria machucar Alex certo? Mas eles não sabiam que Alex era humano agora, e se ele....Não, era melhor não pensar nisso, tinha que encontrar uma maneira de proteger a Criadora.
                -Vai ficar ai parada? MEXA-SE!!!
                -Não.
                -O que você pode fazer contra mim, vocês podem nos chamar de impuros, nos tratarem como lixo, nos humilharem, mas a verdade é que vocês nos temem, pois somos melhores que vocês, vamos iniciar uma nova era, onde todas as tribos serão iguais.
                Lovely olhou meio confusa mas não se moveu- Nova era? Então você pretende destruir o conselho das bruxas, os lideres dos magos e destruir completamente as fadas puras apenas para trazer “igualdade” entre as tribos?
                -Sacrifícios necessários, mas eu não pretendo assassinar os lideres, eles poderão viver se aceitarem se juntar a nós. Sinto que o mesmo não se aplica as fadas puras, elas não podem se tornar como nós, então terão que ser destruídas.
                -E você governará todas as tribos como um rei justo e benevolente, devo supor.- Ela disse revirando os olhos
                -Ele me escolheram como seu líder, ao contrario dos lideres das outras tribos que se auto-intitularam.
                -Vamos ver se eu entendi, as pessoas quebram seus amuletos com a promessa de terem poderes maiores, e os idiotas acreditaram, mas para isso eles teriam que te seguir como um líder? Você não está os ajudou, você os escravizou, eles eram ingênuos demais para perceber que estavam sendo enganados, não vou deixar você destruir essa árvore.

                -Quero ver você me impedir- Ele disse se aproximando.

14 de junho de 2015

Mitologia: Fadas

Há um certo tempo fiquei com vontade de refazer vários posts antigos, acrescentando algumas informações aqui e ali.

Seu nome vem do latim, Fatum que significa destino, isso se deve ao fato delas alterarem o destino das pessoas. Tem origem de lendas celtas, anglo saxões, germânicas e nórdicas

São representadas de forma pequena, delicada e com asas, possuem uma personalidade alegra, ativa, temperamentais e inteligentes (tipo a tinkerbell). Vivem abaixo dos montes e das florestas, os melhores lugares para se entrar em contato com elas é a beira do mar ou em lugares iluminados de florestas, gostam de coisas doces, mas preferem os mais naturais como néctar de flores, mel ou leite.

No dia 24 de Junho é comemorado o dia das fadas (também é comemorado o dia internacional do disco voador, mas isso não vem ao caso), logo após o Litha, o primeiro dia de verão, dizem que nessa época é a melhor ocasião para ver as fadas, já que a barreira entre os dois mundo fica mais fraca

Entre fadas e elfos há bastante confusão sobre eles serem ou não da mesma especie (pessoalmente eu acredito que a relação seja semelhante a sátiros e ninfas). Isso pode ter acontecido por causa das deusas irmãs Grian e Aine. Grian era a rainha dos elfos e Aine a rainha das fadas, mas os dois povos não tinham contato entre si. Outra historia que mostra um pouco da relação entre fadas e elfos é a obra de Shakespeare, sonhos de uma noite de verão, onde Titania, a rainha das fadas e Oberon, rei dos elfos, eram casados.

Numa época mais antiga na Irlanda havia um povo encantado que dominava a arte, a ciência, a poesia e a magia, sendo capazes de mudar de forma entre outros poderes, chamados de Tuatha De Danann, de certa forma eles deram origem as fadas que conhecemos hoje.

Uma parte do povo Tuatha de Danann se afastou do convívio dos humanos e passaram a ser chamados de Sidhe Daione, eles acabaram por se dividir em duas cortes, os Seelies e os Unseelies, em algumas historias retratam os seelies como a corte do bem e os unseelies a corte maligna, veja bem:

Os seelies era considerados aristocratas do mundo das fadas, eram os juízes durante conflitos no mundo das fadas, muitas vezes chamados de "Abençoados". Porem eram bem políticos, possuindo rivalidade e fofocas entre si, e quando entediados ela tinham o habito de pregar peças nas pessoas, sem causar grandes danos a suas vitimas.

Eles possuíam também um código de conduta, assim como nos tribunais humanos

  • Um seelie deve proteger a sua honra até a morte, honra seria o único modo de alcançar a gloria para um membro da corte seelie, e eles preferiam morrer do que viver em desonra
  • Amor poderia conquistar tudo, o amor é a expressão da alma, transcendendo tudo. o amor romântico era considerado a forma mais pura e elevada de amor. (Eu particularmente discordo dessa parte, há muitos tipos diferentes de amor para se elevar apenas um)
  • Beleza é vida (Ah! Vai tomar*censurado*) Beauty foi o primeiro membro da corte, para estar no pais das fadas e fazer parte da corte seelie, você deveria ser belo, a beleza deveria ser protegida e os seelies iriam a guerra para proteger algo belo, sendo uma pessoa, lugar ou coisa.
  • Pagar as suas dividas o mais rápido possível, seja boas ou ruins, por exemplo, se um seelie te deve um favor, ele ira te retribuir o mais rápido possível, mas se você o insultou, ele encarara isso como uma divida de vingança, então esteja preparado pois pelo que parece as vinganças de um seelie é um prato servido quente.
Os unseelies também eram conhecidos como os "Desgraçados", criaturas malignas horrendas e mau intencionadas do mundo das fadas. Alguns dizem que os unseelies eram seelies que caíram em desgraça e desonra. Os unseelies não podiam se reproduzir, eles simplesmente escravizavam um humano e o fazia se tornar um deles. 

Entre os unseelies mais conhecidos estão:
Sluagh: Alma de uma pessoa q não teve o devido descanso, não sendo aceito nem no céu e nem no inferno, ele vaga pela noite capturando almas de inocentes.
Shellycoat: Uma especie de bicho papão que vive nos lagos e rios, sendo de certa forma inofensivo.
Barrete vermelho: Uma especie de duende com um chapéu tingido de sangue humano, não que ele tenha alguma escolha, se o chapéu perder a cor, o barrete vermelho perde os poderes e morre (pensando dessa forma... um barrete vermelho seria um saci perere psicotico?). Ler a biblia ou outro texto sagrado pode afasta-lo.

Assim como os seelies tinham seu código, os unseelies também possuíam suas leis.


  • O caos gera progresso: Os unseelies enxergavam a mudança como algo bom e que trazia o progresso, eles também entendia que deviam se adaptar para sobreviver
  • O poder deve ser usado: Os unseelies tinha poderes mágicos e suas leis diziam que poderes são vantagens e devem ser usados ao seu favor, desperdiça-los seria um pecado
  • Interesses acima da honra: honra era uma mentira para os unseelies, alcançar seus objetivos eliminando todos os obstáculos sem se importar com ética ou valores e a verdade era alcançada sendo devoto a si mesmo e não aos outros.
  • Paixão acima do dever: Unseelies agiam por instinto e paixão, muitas vezes sem pensar (algumas pessoas fazem isso até hoje...)
Bem, por hoje é só, continuarei esse post mais tarde (deus sabe lá quando)

Fontes:
http://www.anjosnet.com.br/fadas/
http://grimoriodaluna.blogspot.com.br/2012/05/fadas-iii-historia-das-crencas-e.html
http://faerie.monstrous.com/seelie_and_unseelie_court.htm