24 de novembro de 2014

Como tudo terminou- Capitulo 14

                “Hey... Sei que que sou meio jovem para isso... Mas me diz porque você odeia a minha prima? Tipo eu até entendo essa historia de rivais, mas algo me diz que tem mais coisa ai, você era a primogênita, mas Alex era um homem, antigamente só o filho mais velho homem tinha direito a herança da família
                -Talvez você comece a falar caso eu dobre o seu braço para esse lado...
                -Porque matar toda a sua família e só deixar o seu irmão vivo... de certa forma...
                -Eu precisava de um servo
                -Ok, me poupe, não sou tão estúpida como todos pensam...Estava com medo da solidão? Ou era um resquício de amor que sobrou dentro da sua alma?
                -CALE A BOCA!!!!EU NÃO TENHO ALMA, EU NÃO SINTO AMOR!!! IREI ESTRASSALHAR O SEU CORPO ASSIM QUE MATAR O MEU IRMÃO- Ela disse começando a abrir a minha cabeça na parede”
                -E-ela me amava?-Alex gaguejou
                -Para você se tornar humano, você precisava dar o descanso eterno a ela, e ela demonstrar de alguma forma, sentimentos por você, eu dei um leve empurrãozinho. Você foi salvo por uma dama de coração gelado, mas eu não tenho certeza se essa dama era a Gabriela... Ou eu... Eu sinto muito, mas ela precisava morrer.
                -Ainda não acabamos Lovely, Que tipo de feitiço ilegal você andou fazendo?
                Lovely ficou pálida por um momento, tentou se segurar, mas no fim acabou contando sobre como ela abandonou uma fada no meio da floresta e essa fada nunca mais foi vista, ela ficou com a cabeça abaixada o tempo todo para que ninguém visse suas lagrimas e evitar olhar para Diere, Ice ou Kaila.
                -O que mais você andou escondendo?
                -Uma arvore...
                -Que tipo de arvore?
                -Uma muda da Criadora, um fiquei com medo que as bruxas destruíssem a árvore, então eu peguei uma parte da árvore e transformei em uma muda.
                -Porque não nos contou?- Giovana perguntou
                -Giselle estava com problemas lembram? Ela precisava consertar tudo, se eu consertasse as coisas, ela não voltaria a ser ela mesma e pensaria que eu não confio nela, eu confio, mas não podia arriscar perder uma árvore sagrada. A muda está no jardim da minha mestra Llana.
                -Deviamos plantar essa muda aqui na cidade- Diere sugeriu.
                -Dara não vai gostar nada disso, provavelmente irá querer levar a muda de volta para o lugar de onde veio.
                -E de onde ela veio?- Alex perguntou- Do mundo das fadas puras?
                -Como você...- Lovely disse deixando o queixo cair.
                -Ice me contou, ela tinha descoberto um modo de quebrar o feitiço umas semanas atrás...- Alex respondeu, todas as outras ficaram olhando para Ice
                -Que foi? Só a Lovely pode ter segredos?- Lovely ignorou o comentário e tirou um pequeno livro das roupas
- Preciso falar sobre isso... Encontrei esse livro de feitiços do Leandro.
                -Quem?- Ice perguntou
                -O líder dos impuros, sabe? O cara que te deu uma surra. Mesmo que meus poderes tenham sido desbloqueados, eu não tenho tanto conhecimento em feitiços como você ou a Giselle, quero que analisem os feitiços e descubram um modo de reverter.
                -Por que?

                -Porque se ele deixar de ser um impuro não vai precisar seguir as ordens de Leandro e estará livre, eu me preocupo com ele apesar de tudo, é horrível você ter que obedecer uma pessoa só para evitar que coisas ruins aconteçam com quem você ama.- Ela disse se levantando e indo para a saída- Já terminei de falar tudo que tinha que falar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário