13 de outubro de 2014

A fada dos segredos- Capitulo 4

                -Então... Como é esse tal “acordo” para se tornar um “impuro”?- Giovana começou a se interessar.
                -Primeiro você deve quebrar o seu amuleto, eu tinha uma borboleta de cristal vermelha...
                -Mas isso vai fazer com que você perca todos os seus poderes
                -Sim, mas é só por um breve momento, quebrar o seu próprio amuleto significa que você não pertence mais a uma tribo. Você deve escolher um novo amuleto, algo que seja muito importante para você, uma pessoa, ou um objeto... - Ela disse segurando uma chave que ela usava como colar.-Depois você deve pagar um preço.
                -E o que exatamente seria esse preço?
                -Pode ser algo que você queira se livrar, lembranças, sentimentos, sonhos... Qualquer coisa inútil para você. Eu queria uma família, e isso me magoava, então eu usei esse desejo com pagamento.
                Giovana pegou o próprio amuleto ele refletia as luzes dos postes conforme era inclinado, ela estava quase esmagando a pedra na palma da mão, mas dois tiros vieram na direção das duas, Rosairis parou as balas no ar.
                -O caçador, ele está aqui- ela disse esfarelando as balas no ar enquanto fechava uma da mãos.
                Felipe saiu correndo ele precisava sair dali o mais rápido possível.
                -Aonde pensa que vai assassino?- Giovana correu na direção dele. Ele se virou e tentou atirar, mas Giovana foi mais rápida, ela estilhaçou o revolver de Felipe, ele caiu no chão balançando a mão que quase foi esmagada junto com a arma –Agora você vai pagar pelo que fez...- Ela disse apontando a palma da mão para o rosto dele, ela hesitou por um momento, parecia que já o conhecia...
                -Vá sonhando- ele disse tirando outra arma das vestes e disparando bem no rosto de Giovana. Rosa parou a bala antes que atingisse a testa de Giovana. A bala se abriu e espalhou fumaça para todos os lados, isso deu tempo para Felipe escapar.
                -O que foi isso?
                - Uma bala de fumaça, eles usam para envenenar criaturas sensíveis à poluição. Ele escapou.
                -Ele não tem para onde fugir, os caçadores não irão ajuda-lo. Mas antes eu preciso te levar para o centro dos impuros.
                -Hum... Eu não sei...
                -Vamos, vai ficar tudo bem. Você pode avisar as suas amigas se quiser.
                -Para falar a verdade elas nem sabem que eu estou aqui. Melhor eu voltar para casa.
                Os olhos de Rosairis brilharam durante um instante, Giovana sentiu uma pequena pontada na nuca, “Talvez seja melhor eu ir com ela, posso descobrir onde fica o esconderijo dos impuros, e mesmo se for uma armadilha eu posso escapar dali sem nenhum problema.

                -Tudo bem, eu vou com você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário