13 de fevereiro de 2013

Escola de bruxas- Capitulo 10


                A noite Giselle estava sentada na sela segurando os próprios joelhos, ainda usando o vestido branco de prisioneira, ela se deitou no chão tentando dormir quando alguém entrou no corredor e começou a tentar abrir a sela. Giselle se levantou tentando descobrir quem era a figura encapuzada, ela acendeu uma luz com a ponta do dedo. Giselle viu um par de olhos verdes e uma mecha dourada caindo entre eles e pousando sobre um nariz fino assim como o rosto, muito parecido com a jovem rainha das fadas
                -Dara? É você- Giselle disse levantando a cabeça.
                -Silêncio, falta pouco...
                -Se afaste das grades inseto.
                -Parece que alguns costumes ainda existem nesse mundo, não é mesmo? Leste- Ela disse se virando para encarar a bruxa- Passar dos 150 anos deve acabar com uma pessoa.
                -Uma fada pura protege a Criadora mais do que qualquer coisa, se a árvore for destruída, todas as fadas do mundo, de todas as famílias deixariam de existir, não importa se é humana, ou não. Você não pode mostrar como chegar lá
                -Tudo bem... Como quiserem.
                Lovely estava limpando a bagunça que a explosão havia causado, ela juntava os cacos de vidro enquanto cantava uma canção.
                -Vou juntando assim, um por um vou limpando, talvez fosse mais fácil se eles fossem flutuando, nem todo mundo pode consertar um vaso com magia, ou falar com plantas, mesmo assim não vou deixar isso tirar minha alegria. Meu talento é criar, poções, receitas, historias, ou arte, as vezes sinto que me falta algo mas no fundo eu sei que isso faz parte
                Ela parou por um momento para pensar em como continuar a musica quando um portal se abriu atrás dela, era o portal que ela havia jogado.  Ryze entrou e ficou olhando para Lovely que ainda estava distraída
                -Eu não acredito que elas me deixaram aqui, Lovely você não vai, Alcem não pode desconfiar de nada, e você chama muito a atenção, elas disseram, Oh! Tudo bem, eu fico aqui limpando o clube e consertando a parede do corredor e... AHHHHHHHHH!!!! Quem é você??!!! Não, espera, eu sei quem é você, você é aquele garoto que a Giovana salvou.
                Ele ficou em silencio vendo a Lovely surtar
                -Você não fala a minha língua não é?
                -Sim, eu falo, eu acho... Você é amiga da Giovana não é? Onde ela esta?
                -Todas elas partiram para resgatar a Giselle, e me deixaram aqui para limpar tudo...sozinha.
                Ryze soltou um suspiro vendo que Lovely não está prestando a mínima atenção, ele pegou a varinha e começou a apontar para os cacos de vidro que começaram a flutuar e formaram um vaso, depois os moveis, as cadeiras foram desviradas, enquanto ele arrumava a sala com magia ele começou a contar o que estava acontecendo na escola.
                -Sou um bruxo da lua, estou nessa escola há muito tempo tentando descobrir coisas sobre as bruxas mariposas, eu achava que já tinha visto de tudo preso naquele buraco. Mas dessa vez elas passaram dos limites.
                -Isso não me parece bom, eu não sei se eu deveria me envolver nessa historia...
                -Como assim não deveria se envolver, você tem ideia do que vai acontecer se elas chegarem até a arvore?
                -Eu sei, eu sei, mas isso é algo que a Giselle precisa resolver, sozinha... Ela deixou de ser a bruxa que era, tem cometido erros demais, e grandes demais, ela estava tão decidida a provar que podia organizar uma missão sozinha que parou de pensar no que era importante.
                -Você realmente está disposta a colocar toda a sua tribo em perigo?
                -Hum...- Lovely começou a pensar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário