15 de dezembro de 2012

Crianças trocadas- Capitulo 2


                Os quatro entraram no salão de reuniões do castelo, ele geralmente era usado somente para festas intimas. Diere estava sentada esperando ao lado de uma garota loira de olhos azuis.
                -Você nos chamou aqui só para nos apresentar uma nova amiga?- Ice disse indignada- Vou voltar para o meu relaxamento.
                -Ela não é uma humana qualquer...- Diere disse- Nem mesmo uma fada qualquer.
                -Que seja- Ice disse saindo
                -Você engordou Ice?- Diere disse sorrindo
                Ice olhou com o canto dos olhos e disparou um pequeno e afiado cristal de gelo em Diere que se despedaçou ao bater no escudo.
                -Ela consegue se proteger contra os cristais da Ice...- Lovely disse deixando o queixo cair- São quase inquebráveis...
                -Ela consegue esfarelar balas de revolver em pleno ar.- Diere acrescentou
                -Mas... Ninguem consegue fazer isso!! Pelo menos nunca conhecemos alguem com um escudo tão forte.
                -Não é só isso, ela tem muita energia dentro dela, energia demais para uma fada se quer saber, e quando o corpo dela começa a ficar sobrecarregado, ela pode liberar essa energia, e essa energia aumenta os nossos poderes, e agita a natureza, o vento sopra mais forte os animais ficam inquietos...
                -E como você sabe de tudo isso?- Kaila perguntou
                -Percebi isso quando estava trazendo ela para cá.
                -Isso é estranho...- Kaila disse pensativa
                -O que?- Ice perguntou
                -Se uma estranha que apesar de me ter salvo de um assalto me convidasse para visitar uma cidade encantada e conhecer as três rainhas de lá, eu acharia que essa pessoa estava tentando me sequestrar.
                -Pior que a Kaila ta certa, como convenceu ela a vir para cá?- Lovely perguntou.
                -Eu quis vir por minha conta. - A garota disse timidamente- Eu nunca me senti completa, sempre parecia que havia um buraco dentro de mim, quando ela- apontando para Diere- me contou que eu poderia ser uma fada, eu senti que talvez finalmente encontrasse o meu lar. Sabe... Eu sempre achei que havia sido adotada, meus pais sempre negaram, eu quero saber de onde eu vim, e achei que a rainha poderia me dizer isso.
                -Olha só, parece que a novata sabe falar- Ice disse se aproximando ameaçadoramente
                -Ice...- Lovely espremeu o olhos olhando para a prima.
                -Só estou vendo até onde os poderes dela vão.
                -Ela não luta. Não sei por que, mas ela é mais pacifica que eu.
                -Bem... Nunca conhecemos uma fada humana que havia sido adotada, até porque nós todas temos pais humanos... O que eu achei estranho são os seus poderes, são grandes demais para uma simples fada humana.
                -É porque ela NÃO é uma fada humana. - Giselle disse entrando acompanhada de Giovana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário