12 de dezembro de 2012

Crianças trocadas- Capitulo 1


                “Não sei porque... mas sinto um vazio dentro de mim... Parece que estou longe de casa...”
                Diere caminhava distraída pelas ruas numa tarde de verão, estava muito quente e ela realmente ó queria voltar para casa e quem sabe visitar Magictopia, ainda tinha que terminar a lição de casa antes de ir.
                -Passe a bolsa!- Alguém dizia-Já disse para passar a bolsa, RÁPIDO.
                Não estava falando com Diere, provavelmente estava assaltando outra garota. Não havia necessidade de gastar energia e correr o risco de se revelar, só para salvar uma garota de um assalto. Mas de maneira nenhuma Diere poderia continuar andando e fingir que nada aconteceu.
                “Talvez eu deva ligar para a policia...”
                Mas por alguma coisa dizia para ela não fazer isso, ela passou a mão no pescoço procurando seu colar de dente de dragão, estava ali, mas ela não sabia se poderia usar...
                Dando meia volta ela entrou em uma rua deserta de onde vinham as ameaças e pequenos gritos abafados.
                -bzzz...bzzzzz- Diere disse o mais baixo que podia.
                -Quem é você? Sai daqui pirralha- O ladrão dizia.
                Uma abelha apareceu voando e picou o braço do assaltante que teve que soltar a menina.
                -O que foi isso?- Ele disse apontando a arma para as duas ele disparou dois tiros
                Diere fechou os olhos e ouviu as balas baterem em algo duro, isso era impossível, não havia nada que pudesse parar as balas, ela abriu os olhos e viu que as balas ainda estavam lá, paradas no ar. Olhando com mais atenção ela viu um escudo mágico segurando as balas. Por causa do escudo as balas esfarelaram até virar pó. Mais assustado do que nunca o assaltante atirou mais três vezes e aconteceu a mesma coisa. Diere tinha certeza que aquele escudo não era dela, o centro do escudo era a garota que estava sendo assaltada. O ladrão sem saber o que fazer soltou a arma e saiu correndo. Diere pegou o seu colar e o transformou em uma borboleta de cristal.
                -Lovely!!!! Você não vai acreditar!!!! Antes que eu conte, mande alguém para apagar a memória de um homem de camisa preta e calça jeans que deve estar passando por essas coordenadas.
                -Você não pode ficar perdendo tempo com acontecimentos tão insignificantes, alteza Lovely- Alcem dizia seguindo Lovely para todo o canto.
                -Mas Diere disse que é importante, e hoje ainda seria o meu dia de folga, Só por que Dara voltou e encheu Giselle de tarefas, não significa que eu tenha que voltar a trabalhar.
                -Uma rainha não deve ser misturar com os plebeus.
                -Ok, então para de me seguir... Plebeu.
                -E ai Lovely?- Ice disse surgindo de um dos corredores seguida por Kaila- O que é tão importante para me tirarem do meu ritual de relaxamento?
                -Aposto que ela vai concordar comigo sobre o papel ganhar na pedra. E você não estava num ritual de relaxamento, estava socando a cara de uma garota, na arena. - Kaila disse correndo atrás das duas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário