1 de outubro de 2012

A Dama perfeita- Capitulo 7


                -Pare de reclamar- Ela disse agitando uma varinha de condão, do nada apareceu dois pratos um em cima do outro, e um prato mais fundo no topo, dois garfos do lado esquerdo, duas facas e uma colher do lado direito, quatro taças de vidro na frente das facas, um prato pequeno na frente dos garfos e um garfo pequeno com uma colher pequena da frente da pilha de pratos.- Agora, nomeie o Maximo que conseguir
                Lovely deu um leve sorriso com o canto da boca, esticou os braços esfregou as mãos.
                -O prato fundo do topo é para sopa usado junto com essa colher à direita, isso me lembra o fato de eu não gostar muito de sopa a não ser que seja para molhar um pedaço de pão, que aliais estaria nesse prato pequeno à direita superior, que geralmente teria uma faca de pão. O segundo prato da pilha é o prato raso onde ficam as refeições normais, onde usamos a faca e o garfo de mesa e peixe, mesmo que eu não goste de peixe, acho que a faca fica localizada a direita porque precisa de mais coordenação motora, diferente do garfo que só serve para segurar o alimento, por isso fica a esquerda, o que me faz pensar que para pessoas canhotas toda essa composição deveria estar invertida. Sobre as taças eu não tenho tanta certeza, a mais fina é para espumante, a segunda maior é para água ou bebidas normais, depois vem a de vinho tinto e finalmente o branco... Ou seria branco e depois o tinto? Não sei, foi a única coisa que eu ainda não decorei. Esse último prato de baixo é chamado de Sousplat, acho que é usado como apoio para os outros pratos e como segurança caso os pratos estejam quentes. Mais alguma coisa?
                -...Não... nada não, não vou nem perguntar como você aprendeu tudo isso.
                -Você sabe que no jantar nós não vamos precisar das taças de vinho não sabe?
                Giselle entrou no quarto já falando:
                -Lovely, Pare de tentar confundir a Karim, A taça media leva vinho tinto e a menor leva o branco.
                -Ok, ok vocês duas vão me deixar maluca!!- Karim dizia segurando a cabeça.
                -Você recebeu uma carta.- Giselle continuou- “Fique longe da Marina, Sua Idiota”
                -Puxa, Tem gente que realmente sabe com expressar os sentimentos, de quem é a letra?
                -Não há como saber, ele recortou letras de jornais. Poderia fazer um feitiço de reconstrução para descobrir que jornal ele usou, mas não acho que isso ajudaria a descobrir quem mandou.
                -Esqueci de avisar vocês, vai ter uma festa na floresta das ninfas hoje a noite.- Karim disse sorrindo
                -Mas como esse povo gosta de fazer festas, hein?- Lovely exclamou se virando para Karim
                -É uma comemoração, descobriram alguns desenhos antigos de uma cidade nas arvores, com a arvore gigante como centro da floresta, estão reunindo feitiços para reconstruir essa cidade.
                -Ah! É mesmo, eu me lembro de estarem discutindo sobre isso, as pessoas que moravam aqui não habitavam só o castelo, deveria ter cidades construídas com magia.
                -Eu acho que vou nessa festa, to achando que vou serei ameaçada nessa festa. Mas primeiro vou fazer a sobremesa da Melody.

Nenhum comentário:

Postar um comentário