31 de outubro de 2012

Amazonas e cavaleiros- capitulo 2


Lovely olhou para a prima e sorriu com o canto da boca, cutucou Ice, ela provavelmente ia falar alguma piada idiota para fazer Ice rir, ou ficar zangada.
-Ei, Ice, quando elas chegarem faça uma pose heroica olhando para o navio vindo do horizonte. Assim:- Ela disse se levantando colocando uma das mão na cintura, fazendo uma cara séria e olhando para o nada
-Pra que??!!-Ela disse como se já não soubesse a resposta.
-Pra ficar parecido com os filmes- Ela disse saindo do “personagem” e  voltando a se sentar do lado de ice rindo.
-Eu não!!
-Tá- Ela disse ficando quieta- E que tal de a gente fingisse ser uma dessas princesas toda educada, que responde tudo com sim? Com as mãos na frente do corpo parecendo que somos santinhas?
-Eu não!!-Ela disse começando a se assustar com Lovely.
-Levantem-se!- Giselle disse- Elas chegaram!!
Um navio completamente feito de madeira surgiu no horizonte, não dava para se ver detalhadamente, mas ele tinha vários detalhes no casco como desenhos de animais feitos de jade. Havia uma amazona em cima do mastro mais alto, Giselle pegou uma luneta para se certificar que era o navio certo, e confirmou para Samanta que  desse um sinal de luz para serem localizadas. A amazona que estava no topo do mastro avisou a líder, que abriu a própria luneta e apontou para onde Samanta e as outras estavam. Ela fechou a luneta, mudou o curso do navio e ficou olhando fixamente para o litoral parecido com a pose que Lovely havia feito, mas com mais seriedade e confiança e com as mãos nas costas.
-Entradas épicas são tudo- Lovely disse se inclinando para Ice
-Não tanto quando saídas épicas- Ice responteu
-Shhhhhh, vocês duas- Giselle disse seriamente. Parecia que estava começando a se irritar.
-E ai Sam? Ta ansiosa para ver a sua mãe?
Samanta odiava que a chamassem de Sam. E falar sobre a sua mãe não era algo que ela queria fazer no momento.
-Não muito, amazonas não são muito maternais, principalmente na frente de estranhos.
-Está me dizendo que ela vai te tratar como um soldado enquanto estivermos por perto- Ice perguntou.
-Basicamente.
Quando o barco atracou a líder foi a primeira a pisar em terra firme. Tinha cabelos vermelhos trançados, e uma coroa de penas enfeitando os cabelos. Ela segurava um cajado com vários símbolos entalhados ao longo dele, ela aparentava ter 45 a 50 anos. Logo atrás dela, mais duas guerreiras desceram atrás da líder, uma delas era a mãe de Samanta, dava para se notar a semelhança, no rosto, no cabelo e no tipo físico. Mas apesar disso ela continuava com uma expressão séria parada ao lado da líder.
-Rainha Mei..- Giselle mesurou se inclinando levemente.
-Não sou uma rainha, nossa única rainha está na capital, eu sou só a líder dessa colônia, pode me chamar de General Meira- Ela disse respondendo o cumprimento de Giselle.- Você deve ser Giselle, a aprendiz de Dara, ouvi falar muito de você, inteligente, educada...
-Ouviu falar de mim?- Lovely acabou se empolgando
-Annn... Não... Quem é você?
-Ninguem especial não...- Lovely abaixou a cabeça meio envergonhada, Ice riu tentado disfarçar.

29 de outubro de 2012

Amazonas e cavaleiro- capitulo 1


-Finalmente chegou o dia- Sabrina disse vestindo uma armadura prateada toda ornamentada com desenhos de plantas.
-Aonde você vai?- Chad,o irmão mais velho dela perguntou desconfiado- E onde conseguiu essa armadura?
-Ganhei ela na escola, esqueceu que hoje as amazonas vão visitar a cidade? Se elas ficarem satisfeitas com o desempenho de Samanta mais amazonas virão para Magictopia e eu vou poder ter aulas com elas. –Sabrina disse alegremente
-Não fique tão esperançosa, amazonas não aceitam estrangeiros na sociedade delas.
-Assim como vocês não queriam me aceitar?
-Nunca mais diga isso.- Ele disse zangado- Nós cavaleiros somos completamente diferentes daquelas selvagens.
-Claaaaarooo que somos, só me aceitaram porque eu sou uma descendente de cavaleiros.
-Você não está atrasada não?- Ele disse ficando nervoso
-Eu já vou, já vou.. Tchau Chad- Ela disse dando um beijinho na bochecha dele- Eu te amo. Quando a mamãe e o papai acordarem digam que eu dei bom dia para eles- Ela disse abrindo o portal.
-Ela cresceu tão rápido- Ele disse rindo consigo mesmo.
Enquanto isso Giselle, Lovely, Ice e Samanta estavam em uma praia aguardando a chegada das amazonas.
-Pensei que a tribo que viria para cá era brasileira, sabe do fundo da floresta amazônica, porque raios estamos esperando aqui no litoral- Ice perguntou.
-É que elas tem que chegar com estilo.- Lovely riu- Não teria graça se elas viessem por terra, tem que ser algo épico.
-Na verdade- Começou Giselle- Elas precisavam entregar a noticia a capital na Grecia.
-Por que? –Lovely se virou confusa- Pensei que fossem uma tribo independente da capital.
-Não existem muitas tribos de amazonas espalhadas pelo mundo, mas todas, pelo menos as que eu ouvi falar, fazem questão de manter contato com a sua capital. Foram comunicar a rainha sobre a inclusão de amazonas jovens em uma escola de magia diferente da que elas estão acostumadas.
-E se a rainha não concordar?
-Então elas não viriam para cá e avisariam imediatamente Samanta- Giselle apontou discretamente para Samanta- E ela voltaria para a tribo dela.
-Então isso significa que já esta confirmado que as amazonas virão para cá?-Ice perguntou se sentando na rocha.
-Não, isso só significa que a rainha achou a ideia interessante, nós devemos causar uma boa impressão para elas fazerem bom um relatório.
- Isso parece ser tãooooo chatoooo- Lovely disse se sentando ao lado de Ice.
-Pra mim parece uma frescura- Ice disse cruzando os braços e chutando a areia.

27 de outubro de 2012

A Dama perfeita- capitulo 18


                -E a vencedora do concurso é:...- Giselle anunciou no palco- Wind Fairy!!
                Wind apareceu no palco usando um vestido típico de fadas do ar, leve e gracioso como se estivesse flutuando. Horkeus já esboçava um sorriso de vitoria quando Giselle disse:
                -Gostaria de dizer algumas palavras?- Ela disse sorrindo
                -Claro, eu adoraria- Ela disse tirando o colar e voltando a ser Lovely usando um vestido de pétalas de flores.
                O queixo de todos caiu depois disso, Lovely tentando não rir continuou.
                -Bem, eu sou a atual Rainha Lovelina Lótus, ou simplesmente Lovely, um exemplo de deselegância, excentricidade, vou falar de uma vez: A rainha maluca e irresponsável, como podem ver eu usei magia para ganhar o concurso e isso de certa forma é contra as regras, por isso eu estou desclassificada e a segunda colocada fica em primeiro lugar.- Ela disse se retirando
                -Bom trabalho Lovely- Ela disse erguendo a mão e Lovely bateu na palma dela respondendo:
                -Eu sei.
                “Jantar com a Ice não é tão ruim assim. Ela também será uma rainha um dia”- ele pensou.
                -Parabéns Dot, Você é a vencedora do concurso Dama Perfeita.
                -OQUE????!!!!!- Horkeus deixou escapar- Isso é impossível!!!!
                -Você ganha um jantar no castelo acompanhada do vencedor do cavalheiro perfeito. - Giselle disse ignorando Horkeus
                -Eu disse que esse concurso ia ser interessante, não disse Ice?
                -Concordo, mesmo que eu não tenha ganho, vai ser legal ver esse jantar.- Ela disse sorrindo.
                -E ai? O que vão querer?- Lovely disse vestida de garçonete
                -Vou querer frango com batata assada, Onde conseguiu essa roupa?- Dot perguntou
                -Eu tenho um armário de fantasias. E você Horkeus?
                -Tem extrato de veneno de cicuta?
                -Estamos em falta, mas posso te trazer um pouco de mel paralisante- Ela disse sorrindo.
                -Lovely, Giselle disse que você sugeriu algumas mudanças no concurso. Agora é como se fosse um evento onde as pessoas mostram os seus conhecimentos e talentos. Estou louca para entrar ano que vem.
                -Eu também, e parabéns por ter ganho esse ano Dot.

24 de outubro de 2012

A Dama perfeita- Capitulo 17


                -O que ele ta fazendo aqui??- Mita perguntou tentando se esquivar
                -Devia estar ajudando a Marina, ele estava sabotando o concurso o tempo todo- Lovely explicou se abaixando.
                Ele conseguiu segurar Mita e aproximou a espada do pescoço dela.
                -Lovely, você precisa cantar!!!- Ela gritou.
                -Mas eu...
                -Faça isso!!
                Ela não sabia o que cantar, e não sabia se podia cantar melhor que Marina.
                “Marina queria o microfone porque ela não cantava como as outras sereias, ela não queria que as outras descobrissem que ela não era uma sereia de verdade.”- Ela pensava “ Quem é você?... Era isso que ela estava querendo me dizer? Todo mundo esta fingindo ser outra pessoa para ganhar o concurso, até eu, isso é uma bobagem, eu já sei o que fazer”
                Lovely começou a cantar a canção da floresta, Horkeus e Mita caíram no sono, Marina resistiu um tempo, mas o microfone a soltou e ela caiu no chão. Ele realmente tinha vida própria e avançou contra Lovely “Sua voz é minha”
                -Desculpe, mas já tenho um artefato para mim- Ela disse atirando uma flecha que despedaçou o microfone.
                -Meu pai havia comprado uma adaga em uma loja de antiguidades, o antigo dono falava que tinha uma lenda sobre sereias por trás daquela adaga, durante as férias eu encontrei uma bruxa do mar que me transformou em sereia quando viu a adaga, dizendo que era um pagamento por tudo que minha antepassada sofreu.
                -Ela achou que você era descendente daquela sereia...- Lovely concluiu
                -As outras sereias me respeitavam, eu virei uma espécie de princesa entre as sereias. Só uma sortuda que literalmente comprou a sua coroa.
                -Pode ter sido sorte, ou destino, vamos voltar para o concurso, eles precisam terminar as apresentações.
                Marina foi desclassificada por usar objetos não permitidos, quando Giselle anunciou as finalistas  Ice,Dot e Wind, as pessoas iriam votar para escolher a vencedora.
                -Não acredito que cheguei tão longe, mas com certeza eu não vou passar pela votação, quem é que vai votar em mim?- Dot dizia.
                - Nós- Kaila, Lance e Sabrina disseram- Os ogros e trolls também vão votar em você.
                -Mas...
                -Mas nada, o pessoal dessa escola precisa ser lembrado de que a beleza esta nos olhos de quem vê, você foi a única que chegou até o fim sendo você mesma.- Sabrina disse
                -Obrigada.- Dot disse.
                -E daí que o Horkeus está influenciando todos para votarem na Wind? Nós não precisamos obedecer o Horkeus- Lance disse.
                Horkeus era realmente influente, quase todos os votos foram para Wind, até mesmo os que pretendiam votar em Ice votaram em Wind.
                -Essa votação não é verdadeira- Lovely dizia disfarçada de Wind- As pessoas que gostam da Ice não vão votar nela porque se não ela vai jantar com o Horkeus, não é por beleza ou talento é por interesse e manipulação. Mas eu tenho uma ideia para melhorar esse concurso...

22 de outubro de 2012

A Dama Perfeita- Capitulo 16


Dot se sentou no chão e desenhou um mapa da escola inteira, ela colocou uma pedra  onde ficava o auditório e onde a tela havia aparecido, ela foi fazendo algumas linhas em cima do desenho.
-Fios de tecnomagia funcionam como um eco, mas eles podem atravessar paredes, mas eles não podem atravessar barreiras mágicas, vou fazer com que a escola fique dentro de uma cúpula invisível, e vou diminuir até os fios serem interrompidos.
-Enquanto isso nós vamos tentar ajudar os outros antes que ele se matem.- Lovely disse abrindo a passagem
-Precisamos mesmo salvar todos?
-SIM!! Giselle, fique aqui ajudando Dot com a barreira.
                Assim as quatro saíram, todos os garotos da escola estavam tentando se afogar na fonte do pátio, muitos já haviam pulado.
                -Como vamos tirar eles dali?-Ice gritou desesperada
                -Sai da frente eu tive uma ideia!!- Kaila empurrou a irmã e pulou na fonte, ela começou a aquecer a água em questão de segundos toda a água havia evaporado e as pessoas estavam lá no fundo junto com Kaila
                -Bom trabalho Kaila, tente tirar a água do pulmão deles, depois nós voltamos para te tirar daí.
                -E agora? Onde mais eles podem se matar?- Lovely perguntou
                As duas viram vultos se jogando da torre mais alta da escola
                -Você tinha que perguntar!!?-Ice disse abrindo as asas.
                Ice criou um escoregador de gelo para impedir que eles batessem no chão. O amuleto de Lovely começou a brilhar e a imagem de Giselle se formou na frente delas,
                -Encontramos ela, está na área F, provavelmente na sala 671.
                -Procurem a Marina, eu cuido deles- Ice disse.
                Lovely e Mita correram até lá, mas apareceu uma duvida na mente de Lovely
                -Mita... Como vamos tirar o microfone dela?
                -O único modo de se derrotar o encanto de uma sereia é cantando melhor do que ela, principalmente nesse caso, o microfone quer possuir uma bela voz, se ele ouvir uma voz mais bela que a da atual dona ele vai soltar ela.
                -Você que vai cantar?
                -Claro, todas as sereias de nascença tem uma forte ligação com a musica.
                As duas entraram na sala 671, Marina realmente estava lá com o microfone.
                -Solte ela!!- Mita gritou
                As duas levaram um susto quando a porta se fechou atrás delas, Horkeus estava lá, e pela expressão vazia dele, ele também estava sendo controlado. Ele atacou as duas com uma espada.

20 de outubro de 2012

A Dama Perfeita- Capitulo 15


Marina começou a cantar em uma língua antiga, talvez grego ou algo assim, parecia falar de uma canção enfeitiçada, varias pessoas se curvando diante de uma sereia sem perceber que a morte roçava a ponta da foice na nuca deles.
-Como ela conseguiu essa canção? É a canção que as sereias gregas cantavam para os marinheiros.- Giselle disse.
-Giselle... –Kaila disse- As pessoas estão fazendo uma cara estranha...
-Estão sendo enfeitiçados!! Precisamos sair daqui!!!- Giselle puxou Kaila pelo braço.
Giselle puxou Kaila pelo braço e as duas saíram correndo de lá, quando estavam indo para a sala da diretora elas esbarraram em Lovely e Ice.
-O que foi que aconteceu? Os garotos estão agindo como zumbis
-A Marina esta usando o microfone da sereia- Mita apareceu em uma passagem secreta na parede- entrem aqui, rápido, ela disse.
Ela acendeu uma luz que estava na parede.
-EI!! Você é aquela sereiazinha que vivia do lado da Marina, Mita não é?
-Puxa... Como você não lembra de mim? Tivemos aula juntas semana passada.
-Você esta ajudando a Marina?- Giselle perguntou.
-Não, eu tinha mantido o microfone longe do alcance dela, mas vocês trocaram o microfone por um artefato de fada madrinha.
- Vocês notaram um brilho estranho nos olhos da Marina?
-O microfone tomou o controle da mente e do corpo dela.
-Mas esse é um artefato das sereias, antigamente as sereias usavam para afundar os navios que passavam pela ilha delas, porque ele iria se voltar contra Marina?
-Porque a Marina não é uma sereia de verdade.
-COMO ASSIM!!!!????- Todo mundo exclamou.- Ela é uma herdeira  não é?
-Não exatamente... Antes da noticia de que Magictopia havia voltado, eu morava em uma cidade submarina dentro de uma caverna, nossas tradições dizem que não podemos ser vistos com calda e nem subir na superfície antes de completar 16 anos, mas eu vi uma sereia de 14 anos nadando muito perto da superfície, ela carregava um adaga prateada, por isso todos achavam que ela era a herdeira da princesa de Atlantis.
-Marina é uma humana. Uma humana que queria ser uma sereia- Lovely disse
-Assim como a sereia que queria ser humana- Giselle completou
-Mas como ela conseguiu o artefato?
-Eu não sei... Mas por não ser uma sereia de nascença o microfone tomou conta dela e vai fazer todos os alunos se matarem.
-SE MATAREM?!!- Ice gritou- Por quê???
-Porque foi para isso que ele foi criado. Para matar qualquer um que ouça a canção.
-Você sabe onde a Marina está?
-Não, ela conectou o microfone em uma rede de tecnomagia, não tem como saber de que sala, é como se estivéssemos em uma caverna com eco.
-Na verdade... Há uma maneira- Dot apareceu fechando a passagem na parede atrás dela- Eu conheço um pouco de tecnomagia, posso localiza lá facilmente.

18 de outubro de 2012

Livro: Ilusões

Saiu o terceiro livro da serie Fadas em português com o nome Ilusões.
Uma coisa que eu já tinha notado, mas acho que nunca comentei aqui no blog, as fadas do livro são retratadas de um ponto de vista mais cientifico do que magico, as poções delas é quase como se fosse uma aula de química.
Vou falar basicamente uma sinopse do livro, Tamani passar a estudar do colégio de Laurel, isso não vai acabar bem... Ainda estou esperando que David e Tamani comecem a se socar. (sim eu gosto de ver um pouco de caos pelo ar) Para piorar uma fada, Yuki, que ninguém faz ideia de onde veio, quem é, ou porque os trolls estão tão interessados nela aparece na escola também. Talvez ela seja uma inimiga, ou talvez não, gostei dela para falar a verdade.
No começo quando Laurel descobriu que Yuki era uma fada, Yuki ignorava ela e as vezes costumava ser antissocial, mas tipo: Você é nova na escola e de repente uma garota que nunca falava com você começa a tentar fazer amizade logo depois de descobri que você é uma fada, eu não confiaria em alguém assim.

17 de outubro de 2012

A Dama Perfeita- capitulo 14


Naquela noite, Lovely estava se revirando na cama, algo estava a incomodava, não conseguia dormir de jeito nenhum, ela ficou olhando para as pétalas fechadas da sua cama quando ouviu um barulho do lado de fora, parecia que tinha alguém no quarto.
-Quem ta ai? Melody? É Você?
Melody entrou dentro da flor por uma abertura que tinha no topo, ela pulou no colo de Lovely e começou a latir para o lado de fora. Realmente tinha alguem lá. Lovely pegou o seu arco e abriu a flor, Lovely esperava tudo, menos encontrar a própria Wind na sua frente, usava as mesmas roupas que estavam nos retratos dela, e era muito parecida com os retratos, mas era diferente do disfarce que Karim havia criado, alem de aparentar ser bem mais velha, talvez uns 40 anos, Wind tinha uma aparência simples. Lovely ficou olhando por um tempo sem saber o que dizer.
-Quem é você?- Lovely perguntou.
-Eu sou Wind... Mas a pergunta é: Quem é VOCÊ?
-Eu sou Lovely...
-Não, não é...- E depois desapareceu.
-Estou dizendo Giselle, isso está acontecendo todas as noites, eu tenho certeza que não é um sonho.
-Está me dizendo que toda a noite você vê a rainha Wind no seu quarto e ela parece desapontada?
-Acho que ela quer tomar o seu lugar hein, Lovely- Noken apareceu do nada
-SAI DEMONIO!!! Que susto!!!
-Noken, quem foi que te chamou aqui?
-Ninguém, mas eu soube que a Wind vai te substituir, já estava na hora, Você não faz nada...
-Ignora ele Lovely... eu acho que ela estava tentando te avisar de algo...
No dia das apresentações,” Wind” havia preparado algo de especial, quando chegou a vez dela ela fez um circulo usando sementes de dente de leão. Ela se sentou no centro do circulo, as luzes estavam apagadas a musica começou, as sementes começaram a levitar em volta de Wind eles dançavam conforme a musica, assim como Wind, ela levantou voo, mas parecia que estava caminhando em cima das sementes.
As sementes começaram a se espalhar pelo salão e algumas continuaram a dançar em volta de Wind até ela pousar, as luzes foram diminuindo, e com um movimento fechando os braços as sementes desapareceram no ar deixando um rasto de brilho, como se fossem fragmentos de estrela. A plateia a observava de queixo caído depois daquela apresentação, Wind agradeceu e se retirou do palco.
Logo em seguida era Marina, mas ao invez de se apresentar no palco, uma tela apareceu do nada, parecia funcionar como uma tela holográfica, mas era controlada por magia, Marina estava do outro lado.
-Boa dia á todos, parece que gostaram da apresentação da nossa antiga rainha Wind, vocês mudaram de ideia quando ouvirem o que eu planejei.- Ela disse conectando um cabo ao microfone.
-O MICROFONE DA SEREIA!!!
-Ela não vai...
-Ela VAI!

16 de outubro de 2012

Plantas: Bambu

(Bambusoideae) Eu nunca vi uma flor de bambu, mas dizem que ele floresce se for bem cuidado. Ele pode crescer MUITO, eu já passei por um túnel de bambuzal e é uma coisa assustadora e muito legal ao mesmo tempo. Ele demora 5 anos para sair da terra, nesse tempo ele esta criando raízes. Algumas pessoas fazem eles crescerem em forma de espiral para enfeitar a casa.



Cultivo:
Você deve cortar um broto com dois gomos e meio (sabe aqueles "traços" que dividem a planta? Então, o gomo é o que fica entre eles), tente tirar do meio do tronco de plantas com menos de três anos.
Você deve plantar logo depois do corte, você deve plantar com a parte do meio gomo para cima e encher ele de água, depois colocar argila para prevenir doenças.
Adicione água até que ele comece a se desenvolver.

Você também pode colocar ele na horizontal, mas terá que usar mudas maiores com quatro ou seis gomos, fazer um buraco no gomo do meio e encher de água.

Medicina:
Brotos de bambu pode ajudar na digestão, prevenir e curar doenças cardiovasculares e câncer, diminuí a pressão e a gordura. Algumas pessoas usam chá de bambu contra tosse e combate a epilepsia em crianças

Magia:
Talvez essa regra não funcione para essa planta, por ela ter mais importância na cultura oriental, mas se tivesse um planeta regente seria Mércurio por causa do crescimento rápido e flores pequenas.
Dizem que o numero de caules de um bambu tem significados diferentes tipo:

Três: longevidade de coisas boas da vida, promoção
Cinco: Sorte para cinco partes diferentes, riqueza
Seis: Prosperidade e condições favoráveis
Sete: Saúde
Oito: Crescer, prosperar, evoluir.
Dez: Plenitude e sabedoria
Vinte um: Bênção, abençoar todos.

Dá para se notar que é uma planta bastante ligada aos negócios não é mesmo? algumas empresas deixam um broto de bambu florescendo na sala para nunca parar de prosperar.
Queimar pó de bambu é usado como proteção para energias estranhas, e na China era usado como amuleto contra maus espíritos.

Culinaria:
Dá uma ótima ração para dragões orientais O Takenoko é encontrado durante a primavera, é crocante, mas logo após ser colhido eles ficam amargos, por isso eles são cozidos e embalados a vácuo, acho que minha família já comprou alguns, mas eu sou um pouco desconfiada em relação a vegetais e nunca provei.

Arte:
Não posso simplesmente falar os usos dessa planta na construção de objetos, casas, utensílios, moveis, cestas, mas é melhor um mostrar alguns
Eu também acho muito legal cortar o bambu e fazer copinhos com os gomos, dizem que antigamente colocavam água dentro dele para se filtrar.

Fontes:
http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/casa/conteudo_234776.shtml
http://tilz.tearfund.org/Portugues/Passo+a+Passo+21-30/Passo+a+Passo+23/Cultivo+de+bambu.htm
http://www.bambubrasileiro.com/info/util/
http://www.dicasgratisbrasil.com/beneficios-do-broto-de-bambu/
http://www.magiazen.com.br/a-magia-do-bambu.html
http://www.culturadohashi.com.br/2010/04/takenoko-broto-de-bambu-na-cozinha.html
http://www.carrefour.com.br/utilidades-domesticas/para-a-mesa/utensilios-para-servir/conjunto-utensilios-em-bambu-4-pecas---welf_7773
http://painelflorestal.com.br/noticias/sustentabilidade/15055/bambu-e-adotado-como-material-de-construcao-sustentavel
http://www.japaoemfoco.com/wp-content/uploads/2010/06/bamboo-1.jpg
http://www.baixaki.com.br/papel-de-parede/32913-tunel-de-bambu.htm

15 de outubro de 2012

A Dama perfeita- Capitulo 13


                -Você sabe que isso é só uma ilusão não sabe?
                -Sei...
                -Não vale a pena perder uma amiga, só porque ela não corresponde as “normas”
                -Depois do concurso nós resolvemos isso...
                -Depois pode ser tarde demais...
Horkeus ainda estava conversando com Wind, sobre como era ser uma rainha, e como a Lovely estava sumida esses dias.
-Você daria uma rainha muito melhor do que a Lovely, talvez... agora que você voltou, vá tirar aquela pateta do trono.
-Não acho que isso seja possível.
-Claro que é possível, se eu quiser, todos os cavaleiros irão te apoiar, e de qualquer modo, eu sempre irei trata-la como uma rainha. Vou lhe contar um segredo, eu que te ajudei no quebra cabeça do labirinto.
-Majestade Wind!- Marina exclamou- É uma honra estar na sua presença, você governava ao lado da rainha Marina Ocenia não é? Ela é uma lenda para as sereias de Magictopia, assim como você é para as fadas.
-Puxa... Muito obrigada pelos elegios.
-O jantar esta servido!!- Alcem anunciou.
Os juízes analisavam cada movimento, a maioria estava muito nervosa, e cometiam um erro ou dois, no final do jantar foi anunciado a data das apresentações, depois disso, eles escolheriam as finalistas. Depois do jantar Giselle e Karim ajudavam Lovely a tirar a maquiagem.
-Estranho, você não reclamou nem um pouco de ter q passar maquiagem...
-E porque eu reclamaria?
Karim trocou olhares com Giselle, ela soltou um suspiro e saiu da sala
-Porque você odeia passar maquiagem. Deixa para lá.
-Você tinha razão, o Horkeus esta manipulando o concurso, acho que foi ele que mandou a ameaça para mim, ele que me deu a resposta do quebra cabeça, e aposto que ele vai manipular a votação.
-Espera... Karim tinha dito que ele colocou poção do amor na sua bebida.
-Ele colocou? Mas essas poções não fazem efeito em mim... As pessoas me tratam diferente...
-É porque elas não sabem quem é você. Mas quando foi que começou essa guerra?
-Ah! Nem eu lembro, mas parece que como Wind eles me escutam, então acho que Lovely vai sair do trono...
Da porta Karim observava tudo, ela olhou para Giselle como se dissesse: “Eu avisei”.

13 de outubro de 2012

A Dama Perfeita- Capitulo 12


                -Você vai usar o microfone, não vai?
                -Não sei do que você esta falando. Sai da minha casa.
                -Não me importo de ser banida, mas não posso deixar você usar o artefato. Ele foi criado para sereias do mar, e você...
                -Como descobriu?
                -Eu sempre soube, não foi difícil, nunca falou sobre os seus pais, e passa maior parte do tempo na terra.
                -Está dizendo isso só para me assustar.- Marina disse terminando de se arrumar.
                -Você que sabe...
                -Você acha que eu vou precisar usar algum disfarce, tipo as pessoas podem perder o apetite de jantar do meu lado- Dot perguntou para Kaila.
                -Por que? Quando você come você espirra comida para todos os lados?
                -Não... É que... Eu tenho dentes pontiagudos, pele esverdeada, e o pouco cabelo que eu tenho  parece cerda de vassoura.
                -E daí? Você chegou até aqui não chegou? E daí que você não corresponde aos padrões de beleza deles? Beleza é só um terço do concurso, acho que só um quinto, essa noite você só precisa ser educada.
                -Tem razão. Kaila, você as vezes é mais inteligente do que eu
                -Não sou inteligente, só sou sábia às vezes.
                Durante o jantar os juízes analisavam cada detalhe e cada movimento das convidadas, Wind estava muito calma, falava com todos educadamente e sorrindo, até mesmo quando contavam alguma piada ela ria de forma tímida e delicada. Dot também estava calma apesar dos olhares indiscretos. Horkeus se aproximou de Wind, ela estava segurando uma taça de suco, ela colocou a taça na mesa e se virou para conversar com Horkeus.
                -Então você é a Rainha Wind de quem todos falam? Achava que seria mais velha. Quantos anos tem?
                -Isso não importa muito, aparentemente tenho 18 anos.
                -Perdão, não se deve perguntar a uma dama a sua idade.- Ele disse se aproximando dela e apoiando as duas mão na mesa encurralando ela, enquanto ela estava distraída ele jogou o conteúdo de um vidrinho na taça de Wind.
                -Também não deveria se aproximar tanto, respeite o meu espaço.- Ela disse se esquivando.
                -Perdão, bem... Gostaria de lhe desejar boa sorte no concurso, e lhe propor um brinde.- Ele disse erguendo a taça dele.
                Wind brindou tentando não parecer incomodada com a presença de Horkeus, ela bebeu o suco e Horkeus aguardou a poção fazer efeito, nada aconteceu.
                -Você se sente diferente?- Ele perguntou
                -Não, eu estou bem, por que?
                -Nada não...
                Karim viu tudo lá do alto, ela era uma das juízas, e se cerificou de avisar Giselle.
                -Horkeus colocou uma poção do amor na bebida da Lovely, realmente é ele que esta manipulando o concurso.
                -Poção do amor? Sorte da Lovely essas poções não fazerem efeito nela.
                -Realmente, mas... Você não acha que a Lovely está mudando muito? Ela parece certinha demais, talvez tenha sido um erro nós tentarmos mudar ela.
                -Esse era o trato, Alcem liberava ela das tarefas se nós transformássemos ela numa rainha.

10 de outubro de 2012

A dama perfeita- Capitulo 11


Entre essas dez, estavam Marina, Lovely, Ice e Dot. Estava iniciado a segunda fase do concurso, Beleza. As competidoras iriam ser convidadas para um jantar, onde alguns juízes iriam julga-las, junto com Giselle e Horkeus.
-Porque eu não posso ir com você no jantar?- Edru perguntava para o irmão mais velho.
-Porque eu disse que não, você não foi convidado, e não é uma festa para crianças.
-Estão dizendo que a Ice vai.
-A Iced foi convidada, e ela sabe agir com muita maturidade, diferente de você.
-Isso não é justo- O Garoto disse cruzando os braços.
Horkeus pegou o seu amuleto em forma de escudo e usou a pedra de dragão para abrir um portal.
-Vou voltar tarde, avise ao nosso pai quando ele chegar. Diga tchau para a mãe por mim.
                -Lovely!!! Ainda não esta pronta?
                -Na verdade já estou pronta há alguns minutos atrás.
                -Ah... Tudo bem... Ainda está meio cedo para você ir
                -Não se deve deixar as pessoas esperando.
                -Só espere mais um pouco, ok?- Giselle disse cruzando os braços.
                -Tudo bem- Lovely respondeu com calma.
                -Não estou gostando disso, você não parece a Lovely.
                -É porque eu sou a Wind, faz parte do meu papel.
                -Papel?! Lovely, ninguém sabe como a Wind era exatamente, tudo que temos são algumas pequenas historias.
                -Eu sei como ela era, eu sou ela.
                -Tudo bem, se arrume logo antes que eu tenha um AVC. Fizemos uma poção para disfarçar a sua voz, vai ter uma voz doce e agradável.
                Lovely assentiu com a cabeça enquanto dava um leve sorriso, sem falar, ou exagerar. Isso incomodou Giselle, não parecia com a Lovely, ela estava diferente. Não surtou, não fez nenhuma piada, isso não estava certo, mas precisava esperar o concurso acabar para fazer alguma coisa.
                -Marina!!- Uma menina disse entrando no quarto
                -Olha quem está aqui. Mita, a traidora.
                -Eu nunca te trai Marina, só fiz o que eu achava certo, digo isso para você o tempo todo.
                -Eu deveria te banir da cidade das sereias. Talvez quando você fizer 18 anos...

9 de outubro de 2012

Tintas com flores

Sim, estou um pouco viciada em aprender sobre produção de tintas, mas não posso evitar, eu acho tãoo legal!!
Bem, eu estava fazendo uma, mas tem dois problemas, primeiro só tem flores cor de rosa aqui em casa (por que será?) e segundo eu só mergulhei as pétalas no álcool e o papel absorve muito o álcool, fica um pouco difícil de pintar. Bem, depois eu pesquisei algumas receitas na internet...


Tinta de carvalho perfumada (preta)
Ingredientes:
250g de galhas de carvalho esmagadas
2,25 litros de água a ferver ou de decoção de ervas
algumas gotas de óleo essencial
algumas gotas de tintura de mirra (goma de resina aromática)
45g de goma-arábica
80g de sulfato de ferro

Preparação:
1 Põem-se as galhas de molho durante 24 horas. Depois, escorrem-se.
2 Junta-se o óleo essencial à tintura de mirra e acrescenta-se a goma-arábica.
3 Mexe-se tudo e junta-se o sulfato de ferro à infusão de galha. Engarrafa-se e põe-se o rótulo.



Tinta perfumada
Ingredientes:
25g de folhas de flores aromáticas (alfazema, erva-cidreira, rosa, gerânio, rosmaninho ou murta)
1dl de água
1 frasco pequeno de tinta

Preparação:
1 Mergulham-se as ervas na água, pondo a ferver durante 30 a 45 minutos, tendo cuidado para que a mistura não seque, e reduzindo a decoção de modo a obter 4 colheres de chá de um líquido preto e perfumado.
2 Côa-se, deixa-se arrefecer e mistura-se com a tinta.


Tinta vermelha
Deita-se numa chávena (2,25dl) de pétalas de papoilas numa pequena quantidade de água a ferver, de modo a que as pétalas fiquem cobertas.
Deixa-se esta infusão durante a noite. Para conservar, acrescentam-se 15% de álcool isopropilo. Côa-se e engarrafa-se.


Como fazer tinta sem produtos químicos
Podemos extrair cores de várias partes das plantas: raiz, caule, folhas, flores e sementes. Sendo que as cores extraídas das raízes são escuras, as dos caules médias, e as cores das flores e folhas são luminosas mas difíceis de fixar.
São instáveis, mas obtemos lindas cores de flores e frutos. As pinturas feitas com tinta vegetais são frágeis e não podem ficar ao sol.
A liquidificadas devem ser descartadas após o uso ou guardada na geladeira por alguns dias. Já as tintas vegetais de infusão no álcool podem ser guardadas por tempo indeterminado.

Alguns exemplos:
- urucum em pó + álcool
- beterraba + álcool
- cenoura + álcool
- amora + água
- folhas verdes + água
- semente de urucum + água

As tintas feitas com terra ou argila não perdem a cor, nem mesmo sob sol forte e não apresentam problemas de conservação.
Necessita de cuidado e paciência a extração do pigmento, apesar de ser um processo simples e fácil.
A extração por peneira consiste em peneirar a amostra coletada até obter um pó fino. Este pó é o pigmento.

1 - separe toda sujeira.
2 - peneire na peneira de malha grossa.
3 - peneire novamente em outra peneira de malha mais fina.
4 - repita o processo em outra peneira mais fina.
5 - guarde o pó obtido em um vidro.

Seu pigmento esta pronto para virar tinta.
Quando formos coletar materiais , não devemos esquecer de preservar a natureza, coletando material que já esteja caído no chão. Se for necessário colher plantas vivas, devemos tomar cuidado de não retirar muitas plantas do mesmo local, porque alteramos o meio-ambiente.
A natureza apresenta algumas plantas tóxicas como espirradeira e comigo-ninguém-pode, porém a tinta natural tem menos riscos que a artificial.

Retirado do site: Bete Brito


Receita super simples para fazer em casa:
Material
Beterraba - Cenoura - Espinafre - Liquidificador - Água
Modo de Fazer
Bater no liquidificador, com água, beterraba (para a cor vermelha), cenoura (para a cor amarela) e espinafre (para a cor verde).
Espremer o líquido de cada um em um pano e depois coar. Guardar as tintas em vidros e tampar bem.


Essas foram as receitas que eu encontrei, parece que não fiz tão mal em produzir tinta com álcool  só preciso aprender como usar.

Fontes:
http://vnatura.wordpress.com/2009/03/05/como-fazer-tinta-com-plantas/
http://www.setorreciclagem.com.br/modules.php?name=News&file=print&sid=1028

8 de outubro de 2012

A dama perfeita- Capitulo 10


                Lovely abriu os olhos, olhando em volta para se certificar de que estava mesmo no castelo, a poeira foi baixando até ficar imóvel no chão de novo.
                -Cara...Isso foi muito louco...Então é isso que vocês fazem quando precisam de ajuda em feitiços?
                -Nem sempre, o que foi que você ficou fazendo lá?
                Lovely apontou para um monte de poeira e começou a flutuar no ar.
                -Telecinese? Porque aprendeu isso?
                -Tive uma ideia...
                A próxima “encrenca” que Giselle havia armado era uma ilusão, ela havia pedido que Giovana criasse uma ilusão dentro da sala em branco, era uma sala completamente vazia usada para testar ilusões.
                “Vamos Lovely, entre no concurso parece que algo de ruim vai acontecer. Não acredito que eu realmente acreditei nisso, to achando que passaram a perna em mim”-Lovely pensava enquanto olhava para os lados
                -Muito bem, todas estão em um labirinto há apenas uma porta para saírem, as paredes vão se fechar aos poucos, resolvam o quebra cabeças antes que elas te esmaguem ou acordarão na sala em branco e estarão fora do concurso- Ela disse.
“Giselle tem ideias legais, mas isso ta ridículo, depois que eu sair dessa humilhação eu vou dar algumas alterações sobre esse concurso”
Ela se aproximou do quebra cabeça e começou a ouvir uma voz.
“Gire o anel do centro sentido horário enquanto conta até dez”
“Isso foi a minha mente? Não sabia que isso acontecia também.”- Lovely pensava enquanto obedecia as intruções.
“Agora gire o segundo anel e conte até 5, por fim gire o último anel dando meia volta.”
Os anéis formaram um desenho na pedra, era uma borboleta, algumas letras apareciam brilhando nos anéis, era algo curioso, as vogais se mexiam mais rápido que as consoantes conforme Lovely girava os anéis. Com um pouco de esforço ela conseguiu escrever “FADA”
O portal para uma sala bem mais clara de abriu, e Lovely encontrou a sua oponente.
-Você é mesmo a Rainha Wind?- A outra garota perguntou
Giselle disse para ela não falar nenhuma palavra, não haviam disfarçado a voz de Lovely e as pessoas poderiam reconhecer.
-Não vai falar nada? Tanto faz se é uma rainha ou não, você já era!!
Lovely apenas se desviou calmamente do ataque e esticou a perna para fazer a garota cair, apontou para o pescoço dela com a ponta dos dedos, não havia muita coisa que ela poderia fazer para sair daquela situação. A garota começou a desaparecer e saiu da competição.
“Lovely, mantenha a calma, ataque o menos possível, você não pode usar os seus poderes, e por favor, não faça nenhuma graçinha, como dar cabeçadas”- Ela dizia a si mesma
Enquanto isso Marina também estava recebendo ajuda de uma voz que ecoava na sua mente, assim conseguiu passar facilmente pelo quebra cabeça. Ela ainda recebia dicas de batalha da voz, uma voz que havia sido disfarçada com magia para que não fosse reconhecida. Ice e Dot conseguiram resolver o quebra cabeça facilmente, e vencer todas as outras competidoras, sobraram apenas 10 competidoras, a fase de força e inteligência havia acabado.

7 de outubro de 2012

Mitologia: Cupido


Bom, hoje vou falar sobre o Cupido, o tão famoso cupido...
(Não vem ao caso falar o por quê escolhi falar dele tá bom? hahaha)

O Cupido também é conhecido como o Deus grego Eros.Simbolizado como um
menino alado com um arco e flecha, e algumas vezes, com uma armadura, que simboliza
 a invencibilidade do amor...

Quando Vênus, percebeu que Eros, não crescia, era sempre menino, resolveu descobrir
o por quê, a resposta encontrada foi que ele só cresceria quando encontrasse alguém que
o amasse.Então Vênus deu-lhe Anteros (um amor reciproco,pastilhado).Então quando
estão juntos,ele cresce, mas quando Anteros o deixa, ele volta a ser menino
,o sentido disso é que o afeto, o amor precisa ser correspondido para se desenvolver

Jà foram encontradas representações do Cupido, como menino, e outra como adolescente
Existem algumas lendas distintas do Cupido:
Esaco, Pipo e Circe, O cabelo de Niso...

http://www.mundodosfilosofos.com.br/cupido.htm#ixzz28Z6ZWxsU


6 de outubro de 2012

A Dama perfeita- Capitulo 9


                Lovely respirou fundo depois expirou com calma, fez isso durante algum tempo até que começou a ficar entediada.
                -Ah Giselle, isso não ta dando certo, desisto.- Ela disse abrindo os olhos
                -Vai desistir assim tão fácil? Nem parece uma fada da terra.
                Lovely levantou o rosto e viu uma garota exatamente igual a ela, mas com o cabelo mais comprido, igual ao que ela tinha quando era mais nova, usava uma trança de fada da terra, usava um vestido feito de pétalas de flores só que com mais detalhes.
                -AhHHHH!!! Não me assuste desse jeito, o que está fazendo aqui???!! Você não deveria estar me substituindo?
                -Mas eu não sou a sua boneca, aliais, a sua boneca foi um projeto realmente demais, é claro as pessoas sempre criavam bonecas para proteção...Eu estou desviando do assunto de novo...
                -Pera... se você não é a minha boneca... Quem é você?
                -Eu sou você bobinha- Ela disse rindo- Não notou a diferença?
                -O que?
                -Não force o seu cérebro tentando entender, vamos eu quero te apresentar todas nós!!!
                -Não, espera, primeiro você vai me explicar quem é você e... ONDE EU TO???!!- Ela disse olhando para os lados.
                Estava em um jardim, era parecido com o que ficava do lado de fora do seu quarto, mas era maior, e tinha mais arvores, e flores, estranhamente nenhuma flor estava aberta.
                -Essa é a sua mente, praticamente um jardim de ideias,  e eu sou uma das suas personalidades, a criatividade, você notou não é?
                -OK, isso é estranho, como que eu nunca soube desse lugar antes?
                -Você visita esse lugar todas as noites, mas nunca se lembra, agora você veio pra cá enquanto estava acordada, significa que você vai lembrar de mim!!! Estou doida para te mostrar todas as Lovelys
                -Calma cara, se você faz parte da minha mente deve saber porque eu estou aqui.
                -Ah sim... Desculpe, tudo bem, aqui seus poderes são mais fortes, tente mexer aquele banco de madeira.
                O banco se moveu um pouco, como se estivesse sendo arrastado, Lovely se concentrou mais e o banco se ergueu no ar e quase acertou as duas na cabeça.
                -Vai com calma, respira fundo.
                Lovely respirou e expirou com calma- Ei, eu consigo controlar, isso dá uma sensação estranha- Ela disse balançando o braço, o banco fez o mesmo movimento.
                -Ei cuidado- A outra Lovely disse se abaixando
                -Desculpa... Então é assim que é controlar os objetos? Isso é tãoo legal!!
                -Mais algum tempo e vai poder fazer bancos de verdade flutuarem. Vamos passar para a próxima lição...
                -Acho que ela ta ai a muito tempo- Giselle dizia a si mesma.
                Lovely continuava sentada no chão com os olhos fechados, e começou a levantar um pouco de poeira que ficou dando voltas em torno dela.
                -Acho que ela esta voltando...

5 de outubro de 2012

Amuletos: Cuidados com cristais

Ai ai, não faço ideia do que eu estou fazendo, aqui em São Paulo esta um calor insuportável  logo logo os prédios vão derreter. (e com a minha sorte vão cair tudo em cima de mim)
Bem, vamos começar o post antes que eu comece a alucinar por causa do calor. Cristais, são ótimos amuletos, mas precisam passar por um ritual antes de serem usados, em primeiro lugar a limpeza, não, você não vai tirar o pó de uma pedra, é uma limpeza diferente.

Limpeza:
Há varios modos de fazer a limpeza:
Colocar ele num recipiente de vidro ou plastico, e deixar ele submerso em água e sal grosso durante 24 horas.
Deixar ele debaixo da chuva.
Acender um incenso e passar o cristal pela fumaça 3 vezes, ou assoprar a fumaça.
Ou então, usar Reiki (Acho que já fizeram isso comigo, mas não tenho certeza, estava com os olhos fechados)

Energização:
Banhar o cristal na água da correnteza de um rio durante alguns minutos.
Deixar eles na luz do sol por pelo menos 6 horas, ou na luz da lua pela noite inteira.
Segure o cristal na mão e deixe na água da torneira por 2 minutos, visualizando uma luz penetrar na pedra.
Deixar eles enterrados por 24 horas
Deixar eles perto de uma Drusa (a drusa também tem que ser limpa?)

Programação:
Parece consagração, acho que deve ser mesmo, você precisa estar em um lugar calmo com sentimentos bons, e não pode ser interrompido, segure o cristal na mão direita e repita mentalmente a função que ele vai ter, depois continue segurando o cristal por 10 minutos, caso deseje dar uma nova função terá que fazer todo o procedimento de novo.

Usos:
Banhos: Escolha os cristais e coloque na banheira, depois do banho, limpe e energize de novo.
Ambientes: Coloque os cristais em um vidro, com água e pelo menos um quartzo, quando a água começar a ficar escura troque ela e lave os cristais (acho que é só lavar, não limpar)
Pessoal: Coloque o cristal em uma bolsinha de veludo e carregue com você, ou coloque dentro do travesseiro.
Plantas: coloque o cristal perto da raiz da planta.

Para receber a energia, a ponta do cristal deve estar apontando para aquilo que deseja energizar.

Fontes:
http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/esoterismo-cristais/cristais-2.php

3 de outubro de 2012

A Dama perfeita- Capitulo 8


                Musica alta, lanternas de magia iluminando a festa, pessoas conversando e dançando para todos os lados. Esse não era exatamente a definição de diversão para Lovely.
                -Você vai ficar ai deitada dormindo na mesa?- Giovana perguntou- Lovely! Eu to falando com você!! LOVELY!!!!
                -O que?- Ela disse levantando a cabeça e tirando um tampão do ouvido.- Ah! Oi Giovana
                -Você ta usando protetores de ouvido?
                -Não gosto de musica alta... Cara... Eu to com fome, vou procurar alguma coisa pra comer.
                -Do jeito que você come já deveria estar do tamanho de uma casa.
                -AH! Vai te catar!!!- Ela disse se levantando.
                No meio do caminho, ainda sonolenta ela acabou esbarrando em alguém
                -Desculpe...
                -OLHA POR ONDE ANDA!! Ah! Lovely, que honra ver a rainha de Magictopia numa festa de plebeus como nós.- Ele disse sarcasticamente- Sabe, eu andei pensando, você é a rainha, e o seu marido será o rei...
                - Eu já tenho um namorado...
                -Você já tem? Puxa estou realmente surpreso, quem diria que a esquisita da Lovely conseguiria conquistar um homem, mas eu não estava falando de você... Sua prima Ice é muito bonita, talvez daqui a alguns anos...
                Os olhos de Lovely que até agora estavam meio fechados se abriram de repente, ela  apontou as unhas para a garganta de Horkeus dizendo:
                -Pode me chamar de idiota, fracassada, esquisita e louca, mas escute aqui, é melhor ficar bem longe da minha prima, ta me ouvindo??!!
                Horkeus afastou a mão dela com calma ainda sorrindo.
                -Você acha que me dá medo? Se enxerga! Você usa pétalas de flores como roupas e não consegue fazer mal a uma mosca. Você não nasceu para ser líder, pode até ter o titulo de rainha, mas quem vai mandar nessas terras serei eu. Fui eu que descobri os desenhos da cidade da floresta, fui eu que organizei essa festa, e serei eu que vou coordenar os feitiços de reconstrução da cidade-Depois ele se virou indo embora
                “Grrrrr,idiota, mas ele vai ver o que uma fada pode fazer!!”-Ela pensou, e foi correndo procurar Giselle.
                -Lovely, Giovana disse que você estava pegando comida, que cara é essa?
                -Nada, vem precisamos voltar para o castelo...
                Chegando no castelo, lá estava tudo completamente vazio, todos tinham ido para a festa,
                -Você quer que eu te ensine a se concentrar? Porque?
                -Eu sou ótima em fazer poções, mas nas aulas de feitiços eu só passava com muito esforço.
                -É, você sempre estava desenhando ou fazendo qualquer outra coisa nas aulas de feitiços, mas por que você quer aprender isso agora.
                -Primeiro, porque a Llana disse que essa será a minha próxima tarefa, segundo porque o todo mundo me acha inferior por são saber feitiços.
                -Ok, vamos começar com um exercício simples de respiração, você sabe como é né?
                -Sei!!! É a única coisa que eu fiz nas ultimas semanas... - Ela disse se sentando e fechando os olhos.
                -E mantenha a postura- Giselle cutucou ela.

2 de outubro de 2012

Poções: Tintas Magicas parte 2

Como prometido eu irei postar algumas receitas de tintas magicas (acho q eu vou criar uma para mim):


TINTA MÁGICA SANGUE DE DRAGÃO:
Cor: vermelho vivo.
Planeta: Marte.
Fabrico: 9/10 base, 1/10 pó sangue de dragão.
A tinta sangue de dragão é perfeita para os feitiços de Marte.
É muito utilizada nos rituais de poder, dá força de todos os rituais e ás outras tintas.
O sangue de dragão é uma borracha resinosa que provem do fruto do Rotang (Índia). Quando queimado, o sangue de dragão, liberta um agradável odor balsâmico. Poderoso catalisador, o sangue de dragão purifica e protege contra os inimigos.
É a tinta mais utilizada em magia.
Ritual de consagração: 
“Marte, sangue de dragão, força, comando e poder. Tal é a minha vontade, tal é o meu resultado.”

Uma variante dessa:
TINTA MÁGICA perfumada de SANGUE DE DRAGÃO:
Precisará de:
- resina de sangue de dragão;
- álcool;
- um frasquinho que poderá fechar hermeticamente;
-1 pauzinho de canela (partido aos bocadinhos);
- 15 pregos de cravo-da-india;
- baunilha;
- 9 grãos de café esmagados.
Coloque a resina e os outros ingredientes no frasquinho, e base o alcool até cobrir + 10 %. A resina vai diluir a sua cor no alcool (mais rapidamente se for em pó). As especiarias perfumarão a tinta ao mesmo tempo. Verifique a cor da tinta com um palito, molhando este na tinta e escrevendo numa folha. Quando estiver com a cor e textura adequada, filtre tudo com uma gaze e volte a colocar o líquido dentro do frasco. Utilize a tinta para escrever, mas como não é uma tinta muito rsistente ao sol, não deverá ser utilizada em algo que apanhe directamente com os raios solares.
Consagre a tinta.

TINTA MÁGICA SANGUE DE POMBA:
Cor: vermelho muito claro.
Planeta: Vénus.
A tinta sangue de pomba é utilizada para rituais e encantamentos de amor, paixão, casamento, firmar compromissos, obter paz de espírito e felicidade. Enfim, para tudo o que se relacionar com a natureza humana e com Vénus.
Fabrico – método rápido: 9/10 base, 1/10 de pó de pétalas de rosa.
Fabrico-  método elaborado: 10 partes de tinta base, 1 parte de sangue de dragão (lembre-se que o sangue de dragão reforça o poder das outras tintas…), 2 gotas de óleo de canela, 2 gotas de óleo de louro, 2 gotas de óleo de rosas.
Ritual de consagração:
“Sangue de pomba, tinta do coração e do amor, por onde tu passares de amor seu dono encherás. Sob o meu charme todos ficarão subjugados, assim o exijo de direito.”
Fazer o ritual á luz de uma vela vermelha muito clara.

TINTA MÁGICA SANGUE DE AMOR:
Cor: rosa.
Planeta: Vénus.
Finalidade: Para todos os rituais e encantamentos de amor, para escrever o nomes das pessoas amadas, assim como os dos espíritos ligados a Vénus, seus símbolos e sigilos. Para realizar os talismãs de amor. A sua esfera de actuação é venusiana, é portanto ideal para invocação de fadas e elementais femininas.
Fabrico: 9/10 de tinta base e 1/10 de gengibre, 2 a 3 gotas de óleo de laranjeira.
Ritual de consagração:
“Tinta de amor, sangue que corre nas minhas veias, peço-te para trazer a mim, todos aqueles que eu amo.”
Fazer o ritual á luz de uma vela rosa.

TINTA MÁGICA SANGUE DE MORCEGO:
Cor: preto.
Esta tinta é utilizada para:
Rituais e encantamentos de possessão, feitiços, discórdias, divórcios.
Para firmar as promessas diabólicas ou satanistas.
Para causar medo e terror no espírito dos seus inimigos.
Para tudo o que está em relação com o “mal”.
Fabrico – método rápido: 9/10 base, 1/10 de pó de raiz de morcego ou trapa bicornis em em pó.
Ritual de consagração:
“Por este sangue de morcego, a minha venha os poderes do mal e da destruição. Que todos caiam sob o meu encantamento, assim o exijo de direito.”
Fazer o ritual á luz de uma vela preta.

TINTA MÁGICA DE DESTERRO:
Cor: preto.
Planeta: Saturno.
Esta tinta permite banir tudo o que é negativo e maléfico, tanto espíritos, como energias ou situações, seja maus sonhos, sentimentos negativos escritos com ela…
Ideal antes de um ritual de purificação onde se deve escrever o que nos preocupa sobre um pergaminho antes de queimar este, por exemplo.
Fabrico: 9/10 de tinta base e 1/10 de pó de agulhas de pinheiro.
Ritual de consagração:
“Tinta negra de Saturno, pela tua obscuridade, a obscuridade oposta e todas as ondas negativas firmemente afastarás”.
Fazer o ritual á luz de uma vela preta.

TINTA MÁGICA SANGUE DE BORBOLETA:
Cor: amarelo ou laranja.
Planeta: Mercúrio.
Serve para os trabalhos e rituais associados ao elemento ar, espíritos do ar, e ao intelecto. Importante para realizar talismãs mercurianos.
Fabrico: 9/10 de tinta base e 1/10 de pó de verbena.
Ritual de consagração:
“Subtil sangue de borboleta, força do pensamento, peço-te que trabalhes para mim, em tudo o que eu quiser.”
Fazer o ritual á luz de uma vela amarela ou laranja.

TINTA MÁGICA DA FORTUNA:
Cor: Verde.
Planeta: Vénus.
Tinta para os rituais ligados ás questões de dinheiro, sorte, trabalho, jogo. Serve igualmente para trazer calma e serenidade.
Fabrico: 9/10 de tinta base e 1/10 de pó de girassol.
Ritual de consagração:
“ Tinta dos prados e dos pastos, trás-me calma, abundância e fortuna. Tal é a minha vontade.”
Fazer o ritual com uma vela verde acesa.

TINTA MÁGICA DAS PROFECIAS:
Cor: roxo.
Planeta: Neptuno.
Esta tinta destina-se a escrever os seus sonhos, os seus desejos, afim de os ver realizar-se. Muito usada para a concepção de talismãs ou rituais para concretizar projectos.
Fabrico: 9/10 de tinta base e 1/10 de pó de flores de papaver (papoilas).
Ritual de consagração:
“ Tinta dos Profetas e dos Sonhos, dos sonhos e projectos por ti escritos, uma realidade positiva construirás e realizarás.”
Fazer o ritual com uma vela roxa acesa.

TINTA MÁGICA DE JUPITER (ou dos escribas):
Cor: azul.
Planeta: Júpiter.
Esta tinta é geralmente utilizada para escrever os seus textos nos seus grimórios.
Fabrico: 9/10 de tinta base e 1/10 de pó de lavanda.
Ritual de consagração:
“Tinta de céu e de mar,
Tinta dos Escribas, tinta de Jupiter.
Traz as energias, trás o poder, às palavras inaudíveis e silenciosas.”



Fontes:
http://www.astrologosastrologia.com.pt/magiabruxaria_ingredientes_magicos&tinta_magica&formulas_magicas.htm

1 de outubro de 2012

A Dama perfeita- Capitulo 7


                -Pare de reclamar- Ela disse agitando uma varinha de condão, do nada apareceu dois pratos um em cima do outro, e um prato mais fundo no topo, dois garfos do lado esquerdo, duas facas e uma colher do lado direito, quatro taças de vidro na frente das facas, um prato pequeno na frente dos garfos e um garfo pequeno com uma colher pequena da frente da pilha de pratos.- Agora, nomeie o Maximo que conseguir
                Lovely deu um leve sorriso com o canto da boca, esticou os braços esfregou as mãos.
                -O prato fundo do topo é para sopa usado junto com essa colher à direita, isso me lembra o fato de eu não gostar muito de sopa a não ser que seja para molhar um pedaço de pão, que aliais estaria nesse prato pequeno à direita superior, que geralmente teria uma faca de pão. O segundo prato da pilha é o prato raso onde ficam as refeições normais, onde usamos a faca e o garfo de mesa e peixe, mesmo que eu não goste de peixe, acho que a faca fica localizada a direita porque precisa de mais coordenação motora, diferente do garfo que só serve para segurar o alimento, por isso fica a esquerda, o que me faz pensar que para pessoas canhotas toda essa composição deveria estar invertida. Sobre as taças eu não tenho tanta certeza, a mais fina é para espumante, a segunda maior é para água ou bebidas normais, depois vem a de vinho tinto e finalmente o branco... Ou seria branco e depois o tinto? Não sei, foi a única coisa que eu ainda não decorei. Esse último prato de baixo é chamado de Sousplat, acho que é usado como apoio para os outros pratos e como segurança caso os pratos estejam quentes. Mais alguma coisa?
                -...Não... nada não, não vou nem perguntar como você aprendeu tudo isso.
                -Você sabe que no jantar nós não vamos precisar das taças de vinho não sabe?
                Giselle entrou no quarto já falando:
                -Lovely, Pare de tentar confundir a Karim, A taça media leva vinho tinto e a menor leva o branco.
                -Ok, ok vocês duas vão me deixar maluca!!- Karim dizia segurando a cabeça.
                -Você recebeu uma carta.- Giselle continuou- “Fique longe da Marina, Sua Idiota”
                -Puxa, Tem gente que realmente sabe com expressar os sentimentos, de quem é a letra?
                -Não há como saber, ele recortou letras de jornais. Poderia fazer um feitiço de reconstrução para descobrir que jornal ele usou, mas não acho que isso ajudaria a descobrir quem mandou.
                -Esqueci de avisar vocês, vai ter uma festa na floresta das ninfas hoje a noite.- Karim disse sorrindo
                -Mas como esse povo gosta de fazer festas, hein?- Lovely exclamou se virando para Karim
                -É uma comemoração, descobriram alguns desenhos antigos de uma cidade nas arvores, com a arvore gigante como centro da floresta, estão reunindo feitiços para reconstruir essa cidade.
                -Ah! É mesmo, eu me lembro de estarem discutindo sobre isso, as pessoas que moravam aqui não habitavam só o castelo, deveria ter cidades construídas com magia.
                -Eu acho que vou nessa festa, to achando que vou serei ameaçada nessa festa. Mas primeiro vou fazer a sobremesa da Melody.