10 de setembro de 2012

Sombras no metro de São Paulo- Capitulo10


                -Digam que você tem alguma coisa que produza luz.
                -Tinha o meu celular- Lovely disse- Mas acho que esta sem bateria.
                -A Diere!!!! Ela pode se transformar em animais, é só ela acender uma bunda de vagalume.- Ice falou.
                -Mano... Só eu acho que isso soou muito fútil e estúpido?- Lovely disse se virando para Ice.
                -Ice, acorde e tente atrasar as sombras, eu e Lovely vamos acordar a Diere.
                Ice abriu os olhos, ela estava em um túnel escuro sentada no chão, ela se levantou bem rápido com nojo de encostar no chão e nas paredes, só ai percebeu que as sombras estavam vindo para cima delas depois de desviar das fagulhas da caixa de força que Giovana acertou. Ice sacou a espada dizendo.
                -Você vão pagar caro por aquele pesadelo...
                -Não sabia que você tinha tanto medo de ser cruel.
                -Quando eu começo a agir de modo cruel sinto como se uma parte de mim estivesse livre e a outra estivesse morrendo. Llana me disse que eu consigo ignorar bem provocações, mas se eu precisar tomar uma atitude, eu não consigo manter a calma, ou eu ignoro, ou eu passo dos limites.
                -Foi por isso que ela te passou a tarefa de fazer uma missão sem usar a violência?
                -É... Giovana, você já sabia sobre essas sombras não é? Porque não nos avisou criatura!!!!!???
                -Quando eu vi uma sombra pela primeira vez, eu tive muita sorte de escapar com vida...
                -E como você ia escapar com morte?
                -Cala a boca! Antes de fugir deles, minha garganta foi costurada com um fio encantado, de modo que eu não poderia contar a ninguem sobre as sombras, a não ser que essa pessoa já tivesse encontrado uma.
                -Fio encantado? Isso deve ter doido
                -Na verdade eu nem senti, mas toda vez que eu tentava contar a alguem sobre elas, minha voz não saia... Há quanto tempo estamos andando?
                -Não sei... Para onde a gente tinha que ir mesmo?
                -Isso não é bom, Estamos vagando pelo nada há muito tempo já era para termos visto a Diere.
                -Como vamos achar ela nessa escuridão, espera... como eu estou vendo você se aqui esta tudo escuro?
                -Luz e sombra são simbólicas nessa ilusão, a luz representa os nossos espíritos, quando ela apagar completamente, as sombras saberão que a fada esta indefesa, do contrario, nossos poderes iam mata-los de dentro para fora.
                -Porque você não era assim durante as aulas?
                -Você esta desviando do foco, Nos não estamos encontrando a diere, isso significa que ela não quer ser encontrada...

Nenhum comentário:

Postar um comentário