22 de agosto de 2012

Sombras no metro de São paulo- Capitulo 2


                Diere já estava esperando na entrada do metro, Lovely e Ice desceram do ônibus e olharam para a parte de cima do ônibus mas não viram Giovana. Ficaram olhando para todos os lados para ver se encontravam ela, quando a viram se aproximar correndo vestindo roupas sujas e rasgadas, assim como o seu cabelo estava sujo.
                -O QUE ACONTECEU COM VOCÊ??!!!!? Caiu do ônibus?!!!!
                -Estava conseguindo dinheiro para pagar a passagem do metro.
                -Foi procurar pedras preciosas numa mina por acaso?- Ice perguntou olhando ela de cima para baixo.
                -Não sei se eu quero saber como ela conseguiu o dinheiro.- Lovely disse olhando nervosa para os lados
                -Me vesti de mendiga e pedi esmola na rua, relaxa Lovely, eu assaltei ninguém- Ela disse tirando a poeira do cabelo
                -Ok, vamos entrar no metro antes que vocês resolvam me deixar louca.
                Lovely logo que passou pelas catracas correu até o ultimo vagão do trem dizendo que geralmente quase ninguém entrava nele. Ela estava certa, tirando elas só havia um homem dormindo em um dos bancos.
                -Não acha perigoso nós ficarmos sozinhas aqui?
                -Um pouco, mas qualquer coisa a gente sai correndo, e em ultimo caso usa os nossos poderes.- Lovely disse
                -Você vai ser coroada rainha, não deveria agir mais responsavelmente?- Ice perguntou
                -Deveria, mas esses serão os últimos dias que vou ter para ser a Lovely irresponsável, ai vou ter q ficar andando na linha, e morrer de tédio.
                -Qual seria a pior coisa que poderia acontecer com vocês- Giovana disse olhando seria para o lado de fora do metro.
                -Para mim- Lovely começou- Seria descobrir que estou sem dinheiro logo antes de comprar o meu lanche.
                Giovana parou de prestar atenção, sabia que elas não iam levar a pergunta a serio, o jeito era torcer para que nada de ruim acontecesse...

Nenhum comentário:

Postar um comentário