13 de agosto de 2012

Diere, um anjo?- Capitulo 4


                -Elisa, você ainda não falou sobre a sua mãe, ela está viajando?
                -Ela morreu há dois anos.
                -Ah... Eu sinto muito...
                -Tudo bem, quando você voltar para a sua casa pode dar um oi para ela? As vezes eu sinto falta dela... Acho que nós já podemos sair- Ela disse subindo uma escada de corda.
                Lá longe um dos caçadores estava observando com um binóculo do alto de um morro.
                -Achei!! Sabia que eles estavam escondendo alguma coisa.-ele disse guardando o binóculo.
                Enquanto isso, Alex, Lovely, Ice e Giovana estavam passando por lá.
                -Foi uma ótima ideia pegar uma roupa da Diere e dar para o Alex farejar.- Lovely disse- Mas estou surpresa por você querer nos ajudar, Giovana. Você não gosta de ficar muito tempo no mundo dos humanos.
                -É uma oportunidade para eu testar uma habilidade que venho aperfeiçoando, apagar a memória. Se encontrarmos os caçadores posso fazer com que eles se esqueçam que nos viram, posso até fazer com que eles esqueçam  que são caçadores.
                -Não tudo bem, só faça com que eles esqueçam que nós existimos. E você Alex? Já estamos chegando?
                -Acho que sim. Ela está em algum lugar dessa fazenda- Alex disse se apoiando na cerca
                -Ótimo- Giovana disse subindo na cerca- Vamos entrar.
                -Não, não podemos invadir a fazenda, isso não é certo, vamos tocar a campainha e falar com os donos
                -Táaaaa- Giovana disse descendo da cerca- Odeio esse seu politicamente correto.
                Uma menina apareceu no portão olhando séria para eles
                -Oi – Lovely disse- Você viu uma garota de cabelo crespo, geralmente preso num rabo de cavalo?
                -Ela gosta de animais- Giovana disse
                -E pode se trasnformar em um- Ice disse
Lovely ficou olhando brava para Ice. A menina se assustou e ficou seria novamente.
-Não conheço ninguem assim- E voltou correndo para casa
-Ela está mentindo-Giovana disse.
-Ok, vamos fazer do seu jeito Giovana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário