4 de agosto de 2012

Alex e o Lobisomem- Capitulo 15


                -E quanto a Marina? Ela já foi embora não foi?
                -Já, mas acho que no fundo ela ficou preocupada, talvez ela queria ser a sua amiga.
                -Duvido- Ela disse se levantando- É muito estranho ver você como um amigo.
                -Digo a mesma coisa, pelo menos tive minha revanche, e ganhei.
                Lovely deu um sorrisinho e disse:
                -É o que vamos ver na próxima lua cheia. Adeus Daniel...
                -Adeus Lovely.
                O sol estava nascendo quando os raios de luz tocaram o lobisomem, ele começou a se transformar de volta em um menino.
                -Você precisava matar ele?- Alex perguntou para a mulher.
                -Eu não matei ele- A mulher respondeu pegando o garoto semi desmaiado no colo- Só dei um tranquilizante.
                O menino se mexeu um pouco no colo dela e abriu os olhos- Mamãe?
                -MAMÃE????!!!
                -shhhhhhh, descanse meu amor, você teve uma noite agitada.
                -Você é a mãe dele?
                -Sou, meu marido era um lobisomem, depois que Juan nasceu eu sai a procura de uma fera que estava atacando pessoas,quando matei a fera, o destino resolveu me ensinar uma lição.
                -Você descobriu que seu marido era o lobisomem, e que seu filho também seria.- Diere completou
                -Uma vez por mês durante a lua cheia ele se transforma em um monstro selvagem e violento, nada pode curar, nada pode dete-lo.
                -A não ser a morte – Ice disse olhando para a espada
                -Desde aquele dia passei a matar somente criaturas que causassem algum mal a humanos. Um dia Juan vai se tornar forte demais para conviver com outras pessoas
                -E vai sofrer o mesmo destino do pai.- Tama continuou
                -Isso é um aviso para você pequeno vampiro- ela disse olhando para Alex- Não há cura para a sua doença, muitos caçadores já tentaram, mas nenhum conseguiu encontrar uma cura que não seja a morte.- Você e Juan serão o que são para o resto das suas vidas, criaturas como vocês podem ter saído de contos de fadas, mas na vida real as coisas são diferentes-Ela disse se virando e indo embora.
                Alex engoliu seco, Diere se aproximou dele e disse:
                -Ela está errada, nós vamos achar a cura para você e para ele também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário