6 de fevereiro de 2012

O casamento da Borboleta negra- Capitulo 14


-Meu dever é treinar ela antes que a magia de Feile desapareça completamente
-PEGASUS!!!! Ela só tem 12 anos!!!!
-Feile cuidava de mim com apenas 10 anos e com 12 todos os animais de Magictopia a respeitavam, ela era mais digna de ser rainha do que aquelas três briguentas
-Diere é diferende dela, é verdade, mas não significa que seja inferior a ela, Feile exigia respeito e tinha autoridade, mas Diere só pede a amizade. É uma perda de tempo comparar as duas, e principalmente culpar as rainhas pelo que aconteceu, ninguém sabe o que aconteceu direito, mas nós estamos vivos e os alguns animais se salvaram.
-E tudo isso graças a ela... Aposto que Lovely e aquelas primas vão fazer a mesma coisa que aquelas rainhas fizeram.
-Pare com isso Pegasus, Diere é uma ótima fada, ela cuidou de você quando teve o chifre arrancado, ela realmente gosta de você, e sei que gosta dela também, senão, não teria deixado ela ajudar no parto do seu filho. Aliais acho que é exatamente por isso que não contou para ela que o filho era seu.
-O que está querendo dizer?
-Se ela soubesse que o bebê era seu ela saberia que você confia nela o suficiente para ela fazer o parto do seu filho, e você não quer admitir que se importa com ela
-...
-Meu amor, eu te conheço a muito tempo acho que até melhor do que você mesmo, é melhor ir pedir desculpas, antes que ela faça alguma besteira
-Diere... Você tá ai?- Lovely perguntou enquanto procurava Diere pelas partes mais desertas do castelo
-Vai embora- Ela disse
-Não vou, sabe por quê? Porque sou uma chata egoísta que não deixa as pessoas em paz quando elas querem ficar sozinhas, ou se matar, e se quisesse mesmo que eu fosse embora não teria respondido nada.- Lovely respondeu tentando fazer ela sorrir
-Me deixa sozinha.
-Não liga para o que o Pegasus disse, seja lá o que for.
-Ele disse que preferia que a antiga dona dele estivesse aqui ao invés de mim, no fundo eu sabia que era verdade... mas ainda dói...Eu gostaria de desaparecer.
-Diere, você sempre me levanta quando eu estou triste, já ouvi coisa que realmente machucavam, até de pessoas que eu gostava muito, como a Ice, mas você sempre me dizia para se levantar, agora eu vou dizer a mesma coisa, o lugar de uma fada não é no chão, nunca, nem para uma fada da terra, é no céu livre para voar. É isso que representa o nosso símbolo.
-Mas, o Pegasus acha que estou ocupando o espaço da dona dele.
-Olha, de certa forma você está, mas isso não significa que ele te odeie, se ele não acreditasse em você não estaria te treinando, ou deixaria você ajudar no parto, se bem que eu ainda estou impressionada dele ter deixado eu ajudar.
Diere deu um sorriso e disse
-Não sei o que eu faria se você para me animar
-O mesmo que EU faria, me mataria, ou teria a alma devorada por uma fada da nevoa macabra.- Lovely disse rindo
As suas começaram a rir juntas, Pegasus apareceu entre as colunas ainda com a cabeça erguida.
-Bem eu tenho que ir, se ele fizer alguma coisa eu posso morder ele, ou mandar o Alex morder- Lovely disse saindo.
 -Ela falou serio?- Pegasus perguntou um pouco confuso
-Claro que não, seria uma grosseria, ela só morde pessoas da família.
Pegasus ficou com vontade de perguntar por que ela morderia alguém, mas era melhor não, tinha algo mais importante para fazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário