14 de dezembro de 2011

Aventura de Diere- Capitulo 2


Edrudao mandou dois soldados acompanharem ela, para que ela não fugisse, e para que ficasse sempre no vim do grupo para pegar vento. Quem sabe ficasse resfriada (canalha) quando estava do lado de Lume, Diere agradeceu (ELA AGRADECEU!!!!?????Ela vai ser chicoteada pelo resto da vida e ainda por cima agradece? AAAAAHHHHHH!!!!!)
                Diere estava tremendo de frio, mesmo com aquele sol, e aquela sede(serio, por que ela não abriu a boca quando jogaram a água, ai não estaria com sede). Mas logo avistaram uma vila, Ficariam hospedados numa casa com quatro quartos, um para as meninas, o outro para os meninos, e um quarto inteiro para Edru. O ultimo quarto era para o futuro casal (eles vão se casar, o que você esperava?). Á noite depois do jantar Diere estava no quarto das garotas conversando.
                -Você sabe que tem que fazer uma surpresa para ele não é?
                -como assim? – Diere perguntou
                -Você pode dançar para ele, eu sei a dança do ventre eu posso te ensinar...(eu não estou acreditando no que os meu ouvidos estão ouvindo)
                Depois de aprender a dança Diere encontrou Alex no corredor.
                -Alex, posso te fazer uma pergunta? Você sabe se o Lume gosta de dança do ventre?
                -Ah, ele gosta... Mas Diere, é melhor você ir dormir logo, se o Edru te pegar você vai estar morta...
                Naquela noite Diere estava deitada no seu colchão, quando Edru passou pelo quarto abriu a porta para ver se todas estavam dormindo e fechou batendo com força. Ele se dirigiu ao outro quarto onde começou uma festa com os garotos
                “Tratamento completamente diferente” – Diere pensou
                No dia seguinte ela tinha que pegar frutas em uma árvore alta e com espinhos, se ela encostasse em um espinho ela iria desmaiar e consequentemente morreria com a queda.
                -Diere!! Se você se espetar desça imediatamente daí!!!- Samanta gritava lá de baixo
                Diere subiu até o topo tomando cuidado com os espinhos, pegou cerce de dez frutas (as mais doces ficam no topo, aprendi isso quando comia amoras) e desceu desviando dos espinhos.
                -Nossa diere, você é muito boa escalando árvores.
                -Obrigada, mas por que precisam dessas frutas? Essa árvore é muito perigosa.
                -Elas são muito doces, ah! Quase esqueci- ela disse tirando um vestido branco da bolsa- essa tarde você vai usar esse vestido.
                -Ele é lindo!!!
                -Você está louca para se casar com ele não é mesmo?
                Diere ficou em silencio, apesar de um pouco vermelha (caramba Diere, você tem 13 anos!!!)
                Naquela tarde Alex foi levar Diere até a floresta, onde ela iria se casar, a floresta estava cheia de árvores com flores brancas que combinavam perfeitamente com o seu vestido, Lume estava senta num banco embaixo de uma árvore de flores brancas.
                -Pronto, está entregue- Alex disse sorrindo e mostrando os caninos brilhantes
                Diere agradeceu Alex e foi se sentar ao lado de Lume, ele estava maravilhosamente lindo (na opinião de Diere). Ele pegou uma aliança e pôs na mão de Diere.
                -Sinto muito por isso
                -Pelo o que?
                -Por ter que se casar comigo, me desculpe, era o único jeito que eu poderia te salvar, eu só poderia escolher entre três garotas, uma delas era você, quando você não fugiu, se importando mais conosco do que consigo mesma, e depois ainda nos deu água, foi ai que eu vi o quanto você era bondosa e gentil...E...talvez um pouco quando jogaram água em você (ai ai... Vou vomitar arco-íris... Espera... água nela? OMG!!!!!)

Nenhum comentário:

Postar um comentário