7 de dezembro de 2011

Artefatos das fadas madrinhas- Capitulo 12

-Você é realmente muito estranha, temos que achar as outras.
-Elas ainda estão dentro do teste. Fica nessa sala- Rani disse pegando um mapa da mesa do diretor enquanto empurrava ele para o lado.
Elas passaram pelos corredores, foi fácil já que os caçadores estavam tentando resolver o problema de energia.
-Olha, dá para ver elas ali, cara eles tem um jardim enorme e usam para treinar caça. Vamos acabar com isso.
Lovely quebrou o vidro e chamou as outras.
-Olhem é a Lovely, e a Rani, vamos dar o fora daqui.- Diere disse
Elas abriram as asas, Ice carregou Karim e elas foram até a janela onde Rani e Lovely estavam.
-Vão na frente, eu tenho que encontrar o meu arco e flecha- Lovely disse descendo para encontra o garoto que estava com o arco e flecha. As outras conseguiam ver tudo de cima.
-Lá está ele, Lovely vai achar ele rapidinho.- Kaila falou
                -Estão vendo aquilo?- Rani apontou- Tem alguém seguindo a Lovely, ela não sabe...É O DIRETOR!!!!! Lovely sai daí!!!!
                -Desculpe incomodar, eu juro que vai ser rápido, prometo não te machucar mas devolva o meu arco e flecha.
                -Por que eu faria isso fadinha?- Ele disse zombando
                Lovely soltou um suspiro e disse:
                -Olha, eu sei que nem todos os caçadores são maus.
                -Eu não sou mau. Vocês são.
                -Se você não é mau por que quer nos matar?
                -Uma fada e suas amigas amaldiçoaram os caçadores.
                Lovely sabia do que ele estava falando, os monstro que ela e ice tinham matado eram caçadores amaldiçoados, ou pelo menos o que sobrou deles.
                -Uma amiga minha aprendeu hoje que nós não somos culpados pelo que nossos antepassados fizeram, agora me devolva o arco e flecha.
                Quando ele estendeu o arco e flecha o diretor atirou nas costas de Lovely, mas a bala bateu nas asas dela e voltou atingindo uma pedra.
                -O que foi isso??!!!-As outras gritaram -A bala deveria ter atravessado a asa dela.
                -Ei!!! Lovely!!! Por que as suas asas estão brilhando?- Ice gritou lá de cima.
                -Foi um esmalte que a Tameria criou se chama Diamante. Eu passei nas minhas asas, legal né? Serve como um escudo.
                Lovely pegou o arco e flecha da mão do aluno e saiu voando. Até as outras
                -Rani, onde fica a saída?
-A escola é subterrânea, estamos debaixo daquela casa de antes.
-Agora a gente pode explodir tudo?- Ice perguntou.
-Tive uma idéia melhor- Lovely disse- Lembra quando você me contou que usou a sua espada como uma broca para perfurar o chão?
-Lembro, mas eu fiquei tonta.
-Você já aprendeu a criar escudo envolta de si né? Quero que você crie um escudo e vá batendo com tudo no teto, vamos usar a sua cabeça para atravessar o teto. Ice segure a Rani, eu seguro a karim.
-Por que eu?
-Vamos logo Ice, eles estão chegando. E sem falar que o meu escudo não é bom para ataques físicos.
Ice abriu as asas segurou Rani e atingiu o teto com tudo, em poucos segundos estavam do lado de fora, estavam livres, mas tinham que ser rápidas, precisavam chegar na base das fadas madrinha o mais rápido possível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário