31 de dezembro de 2011

Aventura de Diere- Capitulo 9


                -Há três anos atrás, você disse que não queria se casar comigo, e se casou com um soldado, um pebleu, mas você deveria saber que eu não desisto fácil- Edru disse se aproximando da princesa Ana que estava assustada.
                -Larga ela Edrudao- Lume disse- Eu te desafio para um duelo pela liderança.
                -Eu não tenho mais medo de você
                (Até parece que um tritão patético iria derrotar um cavaleiro como o Edru) Os dois se posicionaram, Lume correu até Edru e lhe deu um soco na cara, mas edru segurou com uma das mão e deu um chute no estomago, Lume caiu e Edru disse:
                -Já caiu? Tão rápido assim?
                Lume deu um chute na perna de Edru que o fez cair no chão, antes que ele pudesse reagir Lume dou um soco nele (Acho que alguem vai ficar roxo), Diere entrou no quarto carregando a espada de Lume (Serio, qualquer um pode entrar no quarto da princesa?) Lume apontou a espada para Edru que estava caído no chão, ele ganhou, Lume seria o novo lider, a princesa Ana chamou os guardas reais que expulsaram Edru de lá.
                Quando voltaram para casa Diere contou para Lume que estava grávida, para falar a verdade todas estavam ficando grávidas, afinal, se casaram na mesma época. A tribo se juntou com o grupo de Lume, todos estava em volta da fogueira cantando e tocando. Depois de nove meses Diere deu a luz a gêmeos (Felix e Canis kkkkkkkkk), Mita deu a luz a uma menina e Todos viveram felizes para sempre (Credo)
                -Lovely, finalmente você chegou!!
                -Desculpe, a fila no mercado estava imensa, a historia já acabou?
                -Já- Disse Diere
                -Gostaram das minhas ilusões?- Giovana perguntou- aposto que até se esqueceram que tinham uma vida fora da historia, eu posso não ser boa com números ou escrita, mas ilusões é uma das três coisas que eu faço quase perfeitamente.
                -Por que não quis participar Ice?- Lovely perguntou
                -Se eu não fosse a personagem principal, eu não poderia entrar na historia, meu brilho iria ofuscar a personagem principal.
                -E vocês? Gostaram?- Ela se virou para o resto dos alunos
                -Foi legal ser humano por um dia- Alex disse
                -É, foi legal ser o vilão por um dia- Edru falou
                -Mas você SEMPRE é o vilão- Samanta falou provocando
                -Típico de uma amazona sentir inveja da minha maneira perfeita de interpretar. E só mesmo em uma historia para o Lume me derrotar, eu sou um mestre no combate
                -Tudo bem, já chega, vocês precisam voltar para a aula, eu só chamei vocês aqui para testar as habilidades da Giovana, é o ultimo ano e ela precisa passar.

28 de dezembro de 2011

Aventura de Diere- Capitulo 8


                No dia seguinte quando Lume voltou contaram tudo para ele, ele teve vontade de bater nos três, mas não era culpa deles (Primeiro seu projeto de sardinha, não deveria ter saído para um missão, principalmente com aquele tal de Edru cuidando da sua mulher, qualé? Você confia mesmo naquela coisa? Eu nem vou comentar o fato dela ter ido colher frutas na árvore venenosa). Lume se sentia horrível “ é tudo minha culpa” (pode apostar que é).
                Quando Diere acordou ela estava em uma tribo, os lobos tinham levado ela para lá (Sério mesmo?) Tinha vários índios em volta dela, eles falavam uma língua que ela não entendia, porem outros pareciam conhecer a língua dela.
                -Você já está bem, está segura
                Uma índia entregou um vestido para Diere e disse para ela vestir, ele era parecido com os vestidos que as índias usavam (ah, ela estavam com as roupas rasgadas por que foi arrastada por lobos na floresta, se os índios queriam ajudar por que não foram eles mesmos buscar ela?)
                -Se você continuasse grávida, vocês três morreriam
                -Três?
                -Sim, você, a criança e depois de uma semana seu marido, vocês são almas gêmeas, ele não seria feliz sem você.
                (Eu to começando a achar que a Lovely me abandonou aqui só para eu ter que ouvir essa historia melosa, aliais, quero saber quando pareceu uma boa idéia ficar grávida com 13 anos?E o bebê morreu? Que triste, o que? Ice tem um lado sensível)Bem...continuando, os garotos estavam tentando consolar Lume no pomar quando todos ele olharam para dentro da Floresta, Lume levantou a cabeça e viu Diere voltando com os índios. Ele correu até ela e a levantou nos braços abraçando-a (Acho que vou vomitar).
                -Agora da próxima vez q ela ficar grávida tudo vai dar certo- Uma das índias disse
                -Mita- Diere chamou- Tem alguém da tribo que gostou muito de você. Ele é o futuro cacique da tribo.
                -Como assim? – Mita disse
                -Me disseram que está escrito que vocês vão se casar, ele é bonito- (Agora deu para ela dar uma de Lovely?)
                 O cacique se aproximou e pediu Mita em casamento (mas que mania de se casar com 13 anos).
                Um garoto chamado Fey (não me lembro desse cara, será que é um novato?) chegou para Samanta e disse:
                -Samanta, desculpe nunca ter demonstrado, mas meu amor por você é muito grando, não vivo mais sem você, case-se comigo, e te farei feliz para sempre!!
                -Eu aceito... Eu sempre gostei de você Fay
                (Meu deus, quanta criança casando no mesmo dia) Depois de muita melação, os casais foram se formando, depois de dois ou três anos...

26 de dezembro de 2011

Aventura de Diere- Capitulo 7


                Quando voltaram para casa, Diere foi para o quarto se trocou e deitou na cama, quando Lume estava se trocando ela disse:
                -Ai Lume, eu to enjoada
                -Não precisa fingir, não tem ninguem aqui
                -Não estou fingindo... É serio
                A cara dele mudou completamente, ele se aproximou e sentou ao lado de Diere.
                -Vamos ver como você fica depois que eu voltar da missão vamos no médico
                -Tá
                (MEU DEUS!!!! O QUE SERÁ QUE ELA TEM???!!!!!Como se eu já não soubesse... Ei, Ice... Será que a Diere vai ficar brava quando descobrir que a gente comeu todos os biscoitos? É melhor eu comprar mais antes que a historia acabe, assuma para mim)
                Oi galera, aqui é a ice, a Lovely foi comprar biscoitos, onde a historia estava? Hum... Ah quando a maluca descobriu que estava grávida, eles foram dormir, e no dia seguinte Diere estava no corredor quando desmaiou, as amigas dela foram chamar o Lume que estava tomando café da manhã. Quando ela acordou ele disse:
                -Vamos para o medico agora!!!(Ele esperou ela acordar para ir no medico?)
                Depois de levarem ela para a cidade o medico disse para eles esperarem do lado de fora, quando ela saiu o medico disse que o resultado saia na quarta feira.
                -E se eu estiver...? O que vamos fazer
                Lume não tinha resposta, apenas a abraçou (mané)e saiu para a missão dele (Mané duplo). Diere continuou com as suas tarefas, mas vira e mexe ela saia correndo para vomitar (que nojo), mas fora isso o dia foi normal.
                Na terça feira ela foi colher frutas (A MALUCA TA GRAVIDA E AINDA POR SIMA VAI COLHER FRUTAS? E SEM ASAS??!!!!), lavou a louça, cozinhou (Super normal lavar a louça e depois ir cozinhar). Quando estava anoitecendo ela se lembrou que não havia colhido aquelas drutas vermelhas ( Alguém por acaso sabe o que uma grávida NÃO pode fazer? Escalar árvores deveria ser uma delas) Quando ela foi colher ouviu um som de rosnado atrás dela, ao se virar, ela viu que era um lobo, ele começou a tentar atacar ela (Lutar contra lobos também deveria entrar para a lista) Ela se defendeu, mas estava toda arranhada.
                Os garotos que não haviam ido para a missão foram ajudar, mas quando chegaram apareceram mais dois lobos (são só dois lobos, não dois lobisomens). Diere caiu no chão de dor com as mordidas e arranhões (ela é uma fada dos animais, ela não deveria usar os dentes e as garras para lutar?), ela estava sangrando. Enquanto os garotos distraiam um dos lobos, outros dois arrastaram Diere para a mata, e o outro lobo foi atrás (Cara, vocês não acham engraçado uma fada dos animais ser capturada por lobos?) Os dois garotos tentaram alcançar os lobos, mas não conseguiram.
                -O que vamos falar para o Lume quando ele voltar? Que ela foi levada por lobos e não sabemos onde ela está e nem se está viva?- Alex perguntou
                -Vamos falar a verdade.
                -Mas essa É a verdade!

24 de dezembro de 2011

Aventura de Diere- Capitulo 6


                -Gente, já deu a hora de acordar...
                Lume se levantou, mas Gabriel disse para Diere continuar deitada, pois de ela se levantasse a camisa que Lume tinha emprestado ficaria um pouco curta...E vamos dizer que Gabriel iria ver algo que ele não deveria (consigo imaginar até a cara de poker face dele). Vamos avançar essa parte, eles se trocaram, e foram fazer as atividade. Enquanto as curandeiras arrumavam os curativos, elas perguntaram curiosas:
                - Rolou alguma coisa? Você ainda é....?
                -Não rolou nada gente... eu ainda sou...
                (Diere você tem 13 anos...-.-) A noite Lume convidou Diere para sair, na floresta de flores brancas, ele havia montado uma oca para os dois, dentro havia vários colchões e almofadas. (almofada são travesseiros de fadas?).
                -Podemos ficar mais a vontade aqui
                Essa parte eu não vou descrever, mas acho que a maioria já deve saber o que aconteceu, né? Quaaaaaaaando eles voltaram, viram que os outros estavam numa reunião. Edru começou a falar:
                -Ainda bem que chegaram, estava esperando vocês para começar a reunião, aliais, estrnho ficarem até altas horas fora né?... Sem nem pedir permissão... Bem, vim dar alguns comunicados... Primeiro, vou começar a mandar mais de vocês nas missões para que seja mais seguro e resolvidas mais rapido. Decidi que não vamos mais viajar como nômades, vamos passar a viver aqui... E meninas, tenho uma missão para vocês, ouçam com atenção... Vocês vão procurar noivas para mim, bem bonitas (que tal uma gorgona? São tão bonitas quanto você), quero também que sejam ricas... isso é só.
                Diere estava indo para o quarto conversando com as garotas.
                -Eu pensei que a missão do Lume era encontrar uma noiva para ele.
                -Ele foi, mas a princesa daquele reino não queria se casar com alguem que ela não amasse, e corria boatos que ela estava grávida de um soldado
                (The soldier knocking upon the Queen doors, brincadeira).
                -Diere, preciso falar com você-Lume disse se aproximando
                -Eu também queria falar com você... Sabe, quando você tiver as missões
                -O Edrudao não é?
                -É... O único jeito de ficar livre dele... é...
                - Tendo um filho meu.
                -É, mas isso é impossível, se eu tiver um filho agora eu posso morrer (De quem foi a idéia de ir para aquela barraca no meio da floresta?)
                -Eu sei... Você vai ter que agüentar ele
                -Só se...
                -O que? Fingir que está?
                -É...
                -Acho que é a única opção...
                No dia seguinte, ficaram sabendo que haveria um festa na cidade, todos foram, menos Diere e Lume, eles iriam de noite, por isso ela teve que fazer o café da manhã para os dois, ela ensinou Lume a colher limões, enquanto ela colhia aquelas frutinhas da árvore com espinhos (Já passou pela cabeça de alguém plantar essa arvore como se fosse um bonsai?).
                Depois eles fizeram o almoço juntos (falando nisso eu to com fome, Ice, já que você não ta fazendo nada pode pegar os biscoitos que estão no armário pra gente comer?), todos chegaram e adoraram o almoço.
                A noite eles foram para a festa, comeram frutas com chocolate, doces, frango e todas essas coisa que eu to com vontade de comer agora, passearam um pouco pela cidade (compraram algumas coisas, mas isso não vem ao caso)

21 de dezembro de 2011

Aventura de Diere- Capitulo 5


                Para os que não entenderam direito, Há uma lei dizendo que quando o marido sai para uma missão, o líder tem o dever de guardar as esposas (Lei estúpida, mas tudo bem), a única exceção seria se a esposa estivesse grávida. Sei que Diere vai me matar por falar isso, mas talvez Edrudao tenha algum interesse nela, talvez esse fosse um dos motivos dele ter mandado Lume para uma missão. Isso não muda o fato dele ser um idiota.
                Depois do jantar Edru não disse uma só palavra, simplesmente pegou Diere pelos cabelos e a levou para o quarto dele, jogando ela na cama e amarrando os braços e as pernas antes que Diere pudesse fazer qualquer coisa.
                -EU NÃO ACREDITO NISSO!!!!!!!- Ele gritou
                -No que??- Diere dizia assustada
                -Não se faça de sonsa, você vai ter um filho do Lume!(podre Diere)
                -Como assim? Vou?
                -Vou estar desrespeitando a lei... Mas que se dane
                Então ele pegou um bastão de madeira e começou a bater ele Diere (O QUE!!!??? MAS QUE FILHO DE UM GRRRRRRAAAAHHH!!!!Já chega eu vou entrar nessa historia)Principalmente na barriga dela. Mesmo que Diere gritasse desesperadamente, ninguem tinha coragem de entrar no quarto (ou seria por que ele estava trancado). Até que Diere ficou inconsciente, só ai Edru a desamarrou e a jogou no quarto das garotas, toda ensangüentada, ( Alex só não ficou com vontade de devora - lá porque estamos em uma historia então ele é humano). As curandeiras começaram a cuidar dela, cerca de 1 hora depois os garotos tinha voltado da missão, junto com Lume. Lume percebeu o clima da casa e notou que Diere não havia aparecido.
                -Lume...- Elas começaram.
                Lume nem chegou a ouvir, ele sabia que algo estava errado, ao entrar no quarto ele encontrou Diere naquele estava
                -DIERE!!!!!! O que aconteceu com você- Ele disse se ajoelhando.
                As garotas contaram tudo para ele, Lume se levantou e vou a procura de Edru (Ele ta no corredor)
                -Obrigado Lovely.
                Lume foi até o corredor pegou Edru pela camisa dando uma prensa nele com a parede.
                -O que você fez com ela?
                -Isso é jeito de me tratar, soldado?
                - Soldado é a porta (não posso usar palavras fortes, então vamos ficar com porta). Se você machuca - lá mais uma vez...  Se você ousar tocar nela mais uma vez vou ameaçar a sua posição, você sabe que em uma luta eu irei ganhar. (Pô, vai ameaçar só a posição, deveria ameaçar a vida desse filhote de cruz credo)
                -Vai com calma... quer dizer que está mesmo gostando dela?- ele disse rindo- Como pode gostar dela?- Edru disse (Caro Edru, por que você não pula de um penhasco?).
                -Você foi avisado- Lume disse jogando ele no chão e voltando para o quarto.
                Lume passou um tempo ao lado dela, depois teve que fazer as suas tarefas e todos foram dormir. No dia seguinte Diere acordou e sem fazer barulho foi até o quarto de Lume, bateu na porta, Lume abriu um pouco sonolento, mas teve que segurar Diere pois estava quase caindo, ela a carregou, a pôs na cama e se deitou ao lado dela. (Ai que coisa fofa)Eles ficaram conversando um pouco, e se beijando (ai ai Diere). Depois de um tempo as garotas entraram procurando Diere.
                -Desculpa... Atrapalhamos alguma coisa?
                Eles começaram a rir,como Diere não estava forte o suficiente, decidiram que ela deveria descansar mais um pouco. As roupas dela estavam sujas de sangue, por isso Lume deu a sua camiseta para ela usar, e os dois voltaram a dormir (Você não tem idéia de como essa cena foi engraçada na minha cabeça). De manhã quando todos tinha que acordar um garoto chamado Gabriel entrou.

19 de dezembro de 2011

Aventura de Diere- Capitulo 4


                Ele puxou Diere pelo braço e jogou ela na cama (Diere, se eu fosse você dava um soco, um chute ou até usava os dente, mas sai daí AGORA!!!) Ela começou a se debater e a gritar (já disse, dá um chute no...Esquece). Diere finalmente chuta ele e foge, Edru se levanta e corre atrás dela. Diere foi correndo para a floresta de flores brancas, e subiu numa árvore alta, do alto ela pode ver Edru lá de baixo procurando ela pelas árvores (sorte que ela estava bem escondida)
                -Eu sei que você está por aqui... Não adianta se esconder, uma hora você vai ter de voltar...
                Diere pegou um galho r o lançou longe fazendo um barulho, Edru seguiu achando que ela estivesse naquela direção. Mesmo que ele já estivesse longe, Diere estava com muito medo de voltar.
                Enquanto isso dentro da casa, o outros estavam procupados com ela.
                -Alex, você deveria ir procurar ela, você não é amigo dela?- Perguntou Mita
                -Não sou o melhor amigo, mas nós nos damos bem..- Ele respondeu
                -Então vá lá falar com ela- Samanta continuou.
                Alex foi até a floresta, ele sabia que Diere se esconderia nas árvores.
                -Diere? Você está ai?
                -Alex? Já estou descendo.
                Depois quando eles voltaram, os garotos disseram que ela poderia dormir no quarto deles já que havia camas sobrando. Na manhã seguinte Edru entra no quarto...
                -Bom dia gente... Posso ver que encontraram ela.
                -É, Alex foi dar uma volta hoje de manhã e achou ela
                -Eu vi o quanto você é ágil, subiu naquela árvore num instante... Vou começar a dar outras tarefas para você- Ele disse se aproximando dela ( como ela não desmaiou com aquele bafo de bode).
                Depois que ele saiu, Diere foi ver as novas tarefas dela... Pegar aquelas malditas frutinhas e... FAZER UM MOINHO COM OS GAROTOS!!!!(fácil né?) Depois de finalmente terminarem de construir o moinho Edrudao chamou Diere para mais uma tarefa.
                -Olha, preciso que você leve essa carta para a vila vizinha, e volte antes do anoitecer, fui claro?
                -Sim, mas qual das vilas?- Ela perguntou
                -A depois da cachoeira- ele disse revirando os olhos
                Diere saiu carregando a mensagem na sua bolsa, passou pela floresta e chegou numa cachoeira alta e íngreme. Ela teria que escalar aquele abismo da morte. Quando finalmente chegou ao topo ela teria que atravessar o resto da floresta e descer uma colina (Parece com as minhas férias na praia quando eu tinha 8 anos). Ao chegar na vila e entregar a carta, mandaram ela esperar que já iriam responder.
                Quando estava voltando ela chegou no topo da cachoeira, como a carta estava bem protegida ela pulou lá de cima e cai na água (quando foi que pular de uma cachoeira pareceu uma boa idéia?) Chegando em casa Edru estava esperando.
                -Hum... Ainda não anoiteceu, ótimo
                Nem preciso dizer que ela estava exausta, a noite ela estava reunida com as outras garotas conversando.
                -Nossa, acho que vou acabar desmaiando, estou exausta.- Diere disse se jogando no seu colchão.
                -Eu estou cheia do Edrudao-Samanta disse. (eu também)
                -Se eu tiver que continuar vendo a cara dele por muito tempo vou acabar vomitando
                As outras começaram a rir, e nem perceberam que Edru ouviu uma parte da conversa.
                -Desmaiar? Vomitando? Meu deus Diere está grávida!!! Se ela estiver mesmo grávida eu não vou poder tocar nela, ela vai pertencer somente ao Lume (PERTENCER!?)Eu preciso fazer alguma coisa (Meu deus o que essa anta vai fazer?)

17 de dezembro de 2011

Aventura de Diere- Capitulo 3


                -Bem, na verdade... Eu já gostava de você, eu você também é uma pessoa maravilhosa, pois salvou a minha vida.
                -Nesse caso, fico feliz de ter escolhido você, não gostaria de te ver triste por minha causa- Ele disse dando um beijo nela
                -Os dois pombinhos já terminaram? Precisamos voltar, aliais Lume, Edru quer falar com você, ele disse que é importante.
                Durante a noite Diere  colocou um vestido leve e esvoaçante ela começou a dançar para Lume. Depois se deitou ao lado de Lume se perguntando o que Edru tinha dito.
                -O que ele queria?- Ela perguntou.
                -Vou ter que ficar fora por uns dias... Não posso te contar agora por que.
                -Quando você vai voltar?
                -Eu não sei, vou sair bem cedo, antes de todos acordarem, se cuida Dier.
                -Você também
                Ela se acomodou deitando de conchinha com Lume (Eu não vou falar nada)e adormeceu. Na manhã seguinte Diere acordou sozinha, todos já estavam se arrumando para fazer suas respectivas tarefas, a primeira tarefa de Diere era subir novamente naquela arvores com espinhos e pegar mais frutas.
                -Isso seria mais fácil se eu tivesse asas (lol)
                Depois de pegar as frutas na arvore que faz todo mundo desmaiar, ela fez o resto das suas tarefas, lavar as roupas, preparar o almoço, e o jantar, na ultima tarefa ela estava lavando a louça do jantar, Edru chegou sentando- se na mesa e disse:
                -Você sabia que quando o seu marido sai para uma missão eu tomo conta de você?
                -Eu sei, conheço todas as lei do nosso grupo.- Ela disse sem olhar para ele
                -Você é minha propriedade- Ele disse se levantando e se aproximando de Diere.
                Ela tentou se livrar dele, mas ele a segurou pela cintura (Diere de um soco bem dado nele) Ela deu um tapa no rosto dele (eu disse soco), Edru olhou para ela não acreditando e falou:
                -Como se atreve- E deu um tapa no rosto de Diere que a fez cair no chão (Como você se atreve?!!!)
                Uma garota chamada Mita entrou e Edru saiu sem ao menos dizer nada, Diere terminou as suas tarefas com as mãos um pouco tremulas, Um pouco mais tarde, na hora de dormir, Edur chegou para Diere e disse:
                -Hoje, você foi escolhida para me fazer compania (juro que se até o final dessa historia eu não socar esse garoto eu vou vomitar)
                Diere não podia desobedecer, com Lume fora ela teve que ir até o quarto de Edru (ou ela poderia dar um soco nele), antes ela colocou um vestido preto, e horroroso (quem sabe ele perdesse o interesse). Ele a mandou entrar e se sentou perto dela dizendo:
                -O que você fez de surpresa para o Lume? Parece que ele gostou muito da dança... Dançe para mim, agora.
                -Que dança?- Ela perguntou
                -Eu já sei que você dançou para ele
                -Eu não posso... Não vou!! Só irei dançar para ele
                -DANÇA AGORA!!!!
                Edru colocou uma musica, mas Diere não queria dançar para ele,então ela ficou só mexendo os braços.
                -Se não vai dançar direito, então vem cá!

14 de dezembro de 2011

Primeiros socorros para fadas e outras criaturas fabulosas

Li um livro que chama Primeiros socorros para fadas e outras criaturas fabulosas
autor(a):Lari Don
Editora: Rai
Helen não tem interesse em se tornar uma veterinária como a mãe.Assim,não gostou muito de ser chamada para ajudar um cavalo ferido,mas esse cavalo não é totalmente normal,nem os amigos dele...Helen entra num mundo extraordinário repleto de criaturas fantásticas e um monstro perigoso,conhecido como,Senhor do Labirinto,que pretende destruir todos.
É um livro repleto de magia e aventura, vale muito a pena ler.
(principalmente se você gosta de centauros,fenix ,selkies,fadas e dragões)

Aventura de Diere- Capitulo 2


Edrudao mandou dois soldados acompanharem ela, para que ela não fugisse, e para que ficasse sempre no vim do grupo para pegar vento. Quem sabe ficasse resfriada (canalha) quando estava do lado de Lume, Diere agradeceu (ELA AGRADECEU!!!!?????Ela vai ser chicoteada pelo resto da vida e ainda por cima agradece? AAAAAHHHHHH!!!!!)
                Diere estava tremendo de frio, mesmo com aquele sol, e aquela sede(serio, por que ela não abriu a boca quando jogaram a água, ai não estaria com sede). Mas logo avistaram uma vila, Ficariam hospedados numa casa com quatro quartos, um para as meninas, o outro para os meninos, e um quarto inteiro para Edru. O ultimo quarto era para o futuro casal (eles vão se casar, o que você esperava?). Á noite depois do jantar Diere estava no quarto das garotas conversando.
                -Você sabe que tem que fazer uma surpresa para ele não é?
                -como assim? – Diere perguntou
                -Você pode dançar para ele, eu sei a dança do ventre eu posso te ensinar...(eu não estou acreditando no que os meu ouvidos estão ouvindo)
                Depois de aprender a dança Diere encontrou Alex no corredor.
                -Alex, posso te fazer uma pergunta? Você sabe se o Lume gosta de dança do ventre?
                -Ah, ele gosta... Mas Diere, é melhor você ir dormir logo, se o Edru te pegar você vai estar morta...
                Naquela noite Diere estava deitada no seu colchão, quando Edru passou pelo quarto abriu a porta para ver se todas estavam dormindo e fechou batendo com força. Ele se dirigiu ao outro quarto onde começou uma festa com os garotos
                “Tratamento completamente diferente” – Diere pensou
                No dia seguinte ela tinha que pegar frutas em uma árvore alta e com espinhos, se ela encostasse em um espinho ela iria desmaiar e consequentemente morreria com a queda.
                -Diere!! Se você se espetar desça imediatamente daí!!!- Samanta gritava lá de baixo
                Diere subiu até o topo tomando cuidado com os espinhos, pegou cerce de dez frutas (as mais doces ficam no topo, aprendi isso quando comia amoras) e desceu desviando dos espinhos.
                -Nossa diere, você é muito boa escalando árvores.
                -Obrigada, mas por que precisam dessas frutas? Essa árvore é muito perigosa.
                -Elas são muito doces, ah! Quase esqueci- ela disse tirando um vestido branco da bolsa- essa tarde você vai usar esse vestido.
                -Ele é lindo!!!
                -Você está louca para se casar com ele não é mesmo?
                Diere ficou em silencio, apesar de um pouco vermelha (caramba Diere, você tem 13 anos!!!)
                Naquela tarde Alex foi levar Diere até a floresta, onde ela iria se casar, a floresta estava cheia de árvores com flores brancas que combinavam perfeitamente com o seu vestido, Lume estava senta num banco embaixo de uma árvore de flores brancas.
                -Pronto, está entregue- Alex disse sorrindo e mostrando os caninos brilhantes
                Diere agradeceu Alex e foi se sentar ao lado de Lume, ele estava maravilhosamente lindo (na opinião de Diere). Ele pegou uma aliança e pôs na mão de Diere.
                -Sinto muito por isso
                -Pelo o que?
                -Por ter que se casar comigo, me desculpe, era o único jeito que eu poderia te salvar, eu só poderia escolher entre três garotas, uma delas era você, quando você não fugiu, se importando mais conosco do que consigo mesma, e depois ainda nos deu água, foi ai que eu vi o quanto você era bondosa e gentil...E...talvez um pouco quando jogaram água em você (ai ai... Vou vomitar arco-íris... Espera... água nela? OMG!!!!!)

12 de dezembro de 2011

Aventura de Diere- Capitulo 1


O sol brilhava forte para falar a verdade era o tipo de sol que você tem vontade de gritar: “ONDE RAIOS FORAM PARAR AS NUVENS???!!!!!” Oi gente, eu sou a Lovely, estou aqui para narrar uma historia da Diere, bem, nessa historia ela não tem poderes, nem um unicórnio, ou um dragão, para falar a verdade nem eu estou na historia, não há magia, um mundo governado por reis machistas, ela não acontece em Magictopia, ao longo da historias vocês poderão ver os meus comentários. Vamos ver onde isso nos leva... Onde eu estava mesmo? AH! Sim, Eles caminhavam com as bocas secas, todos eles, menos um, Edrudao (que nome bonito, hein?) que é claro tinha uma bolsa cheia de água limpa e cristalina, sempre nova, que Diere era incumbida de pegar no rio. Diere carregava duas bolsas de água uma era a água de Edrudao, a outra era para ser oferecida os deuses, ela tinha carregado aquela bolsa pesada durante muito tempo, estava finalmente chegando templo dos deuses que ficava do lado de um rio, quando Edrudao disse:
                -Troque a água, a água deve estar fresca para os deuses.
                -Não seria mais fácil se nós tivéssemos pegado a água aqui mesmo?- Diere disse
                -Eu não pedi a sua opinião escrava. Eu que sou o líder. - Ele disse mal educado
                -Você nunca pede a opinião de ninguém, é um tirano isso sim. - Ela disse baixo
                Infelizmente Edrudao escutou as palavras de Diere, mesmo que ela estivesse no final do grupo. Ele chamou os dois soldados mais rápidos Lume (lembram dele?) e Mide.
                -Capturem Diere, ela vai ser usada como sacrifício (ferrou)
                Diere viu os dois correrem em direção a ela, não demorou para descobrir o que Edrudao tinha em mente, ela saiu correndo, mesmo que Lume e Alex fossem os mais rápidos, e que ela tivesse uma paixão escondida por Lume. De repente um pensamento muito pior que a morte (pelo menos para ela) passou pela sua mente, ela parou e disse:
                -Não vou fugir, sei que se voltarem sem mim vocês serão sacrificados.
                Ela sabia que os dois estavam com sede, por isso ela deu a água da sua bolsa para eles antes deles levarem ela até Edrudao. Ela também sabia que Edru não a mataria se ela estivesse desmaiada, ele queria ve-lá sofrer, por isso ela fingiu desmaiar. Ela foi carregada por Lume até Edru.
                -Acordem ela – ele disse
                As curandeiras passaram uma erva com cheiro forte no nariz de Diere, ela não agüentou e teve que se levantar para afastar o cheiro. Quando viu Edru ela fingiu desmaiar de novo. As curandeiras enfiaram as folhas no nariz dela que a fez soltar um grito:
                -FICARAM LOUCAS???!!!
                Elas começaram a rir com o surto de Diere
                -O vestido- Edru ordenou.
                As curandeiras colocaram um vestido branco em Diere, depois eles jogaram um balde de água gelada nela.
                -Levem ela para a plataforma e a joguem aos crocodilos.
                Completamente ensopada ela foi levada para o alto da plataforma, ela viu Lume falando alguma coisa com Edru, mas ela não ouvia estava muito longe, ou talvez fosse por causa dos seus dentes que não paravam de tremer.
                -Desçam ela, ela não será mais usada como sacrifício.
                Quando chegou ao chão Diere voltou para o fim do grupo e perguntou para uma da garotas por que não havia sido morta.
                -Não sei direito, acho que ele vai se casar com você, mas terá que te chicotear todos os dias- Ela disse
                -Quando vai ser o casamento?
                -Amanhã...
                -AMANHÃ??!!! Mas como assim??!!!
                -Não se preocupe, não vai ser nada de mais- Samanta disse- Ele só vai te entregar uma aliança.
                -Só isso?-Diere disse um pouco chateada por não ter um casamento de conto de fadas.
                (Ah! Claro, a coisa melhorou muito, agora ao invés de morrer ela vai ser chicoteada pelo marido durante o resto da vida dela, que maravilha)