7 de novembro de 2011

A volta de Daniel- Capitulo 6

-Puxa Daniel, é a primeira vez que eu vejo você calmo, sou tão irritante que é impossível ficar calmo na minha presença.
-É isso é verdade- Ice respondeu a pergunta mesmo que não fosse com ela.
-Foi um ótimo truque que usou para me fazer acreditar que você havia morrido, pena que seja burra o suficiente para esquecer a queimadura.- Ele disse ignorando a pergunta
-Obrigada pelo elogio, deu muito trabalho encontrar uma tinta que me fizesse parecer um fantasma e uma tinta que parecesse sangue.- Lovely dizia se desviando dos ataques
-Como assim muito trabalho? Nós fizemos tudo!!- Tameria reclamava do outro lado
-O que está acontecendo aqui- Dara disse entrando na sala onde elas assistiam a luta de Lovely contra Daniel- LOVELY!!!! O que está fazendo!!!!???? SAIA DAÍ AGORA!!!!!
-Desculpe diretora, mas estou meio ocupada agora- ela disse se desviando e dando um soco em Daniel que bateu na parede - Pronto, já posso falar.
-Vocês dois, saiam daí agora, não estão vendo que o prédio esta caindo?
Lovely olhou para o teto e viu ele estava rachando, e começando a desmoronar.
-Daniel, temos que dar o fora daqui- Ela disse- Depois resolvemos as nossas diferenças
Ela olhou para o lado e viu que havia desmaiado com a batida.
-Não acredito que esse babaca quase me matou...E agora desmaiou só com uma batidinha - ela disse revirando os olhos- Será que eu tenho que fazer tudo por aqui?
Ela o pegou no colo e abriu caminho pela janela. “ Ele vai ter que me agradecer por essa” ela pensava enquanto pulava pela janela. Sua asa direita começou a doer, foi quando ela percebeu que tinha se machucado e não conseguia voar direito.
“Eu não acredito”
Um galho cresceu  e os dois começaram a escorregar por ele, nessa hora Daniel acordou. Ao perceber que Lovely o segurava ele tentou atacar ela com as mãos, mas ela o segurou firme.
-Escuta aqui, se começarmos a brigar agora nós dois vamos nos espatifar no chão, você mais do que eu já que não sabe voar, então vamos parar de brigar só agora, quando chegarmos no chão pode tentar me matar de novo.
Ele parou de lutar e ficou em silencio olhando para ela, ela prestava atenção no caminho, mas desviou o olhar para ver se ele estava bem.
-Por que está olhando para mim desse jeito?
-Você poderia ter me deixado morrer, mas não fez, por que?
-Não me sentiria bem, acho que é coisa de fada, ou coisa de Lovely- Ela disse rindo
- Tão fraca, acho que deve ser coisa de Lovely mesmos
-Quer ser arremessado?
-Lovely o galho
-O que?
-O GALHO!!!!!!
Os dois saíram voando quando passaram por um galho que estava levantado
-E agora o que vamos fazer?
-Se me permite dizer, podemos transportar vocês para cá através da sua pedra- Giselle disse.
-Por que não disseram antes?
-Você não perguntou- Ice disse rindo
-Eu vou matar vocês- ela gritou
Giselle passou a mão pelo cristal e os dois apareceram na sala batendo com tudo na parede.
-Um objeto em movimento tende a permanecer em movimento- Giselle disse olhando para os dois que haviam desmaiado
-Não é fofo?- Diere disse- Parece que estão dormindo um do lado do outro.
-Ou estão mortos- Kaila disse.
-Ainda estão vivos- Giselle disse checando o pulso
Lovely se levantou passando a mão na cabeça, estava enfaixada, deve ter batido a cabeça, sua asa já estava melhor. Ela olhou para o lado e viu que Daniel dormia na cama ao lado da sua.
-Nossa Lovely, é a segunda vez que a vejo aqui na enfermaria. Está ficando mais cuidadosa?- Marina disse olhando para ela, vendo se conseguia irrita-lá
-Marina? O que tá fazendo aqui?
-Faz parte do meu castigo, vou ter que ajudar na enfermaria, sou responsável por esse quarto.
-Ainda de castigo?
-Você e a Mita podem ter me perdoado, mas a Dara é severa. Quem é esse? Ele é bonito.
-Não vai querer se meter com ele, ele é perigoso- ela disse se levantando, mas quando se aproximou de Marina ela bateu em uma coisa.
-O que é isso?
-Não sei, colocaram ontem quando vocês foram trazidos para cá.
Ela foi até a cama de Daniel e começou a tentar acordá-lo.
-Daniel? Acorda.
-Han? O que? Ah! Lovely!!!!- Ele disse tentando se afastar dela e acabou caindo da cama
-Você está bem?

Nenhum comentário:

Postar um comentário