30 de novembro de 2011

Artefatos das fadas madrinhas- Capitulo 9

-Filhos da....
-Olha a boca Lovely!!!!!-Ice disse arregalando os olhos.
-Foi mal
-Mas é isso que da vontade de fazer- Diere disse virando o rosto para não ver aquela galeria de horror.
-O QUE ESTÃO FAZENDO AQUI!!!????
Um garoto na porta  estava com uma arma na mão e apontava para Diere.
-Vocês são fadas, bruxas ou o que?
Lovely percebeu que estava com as asas escondidas, talvez desse para enganá-lo
-Somos humanas, nossa amiga foi seqüestrada enquanto estávamos na casa dela e ela foi levada pelo seu pai, nós os seguimos e viemos para aqui, como assim fadas ou bruxas?
-Meu pai? Ah sim, meu pai, escutem, nós precisamos de uma mecha do cabelo dela.
-Por que?- Diere perguntou desconfiada.
-Para destruirmos todo o mundo mágico.
-E por que querem fazer isso?- Kaila perguntou.
-Para vocês devem ter contado que fadas, são boazinhas e muito bonitas, mas isso é mentira, elas são cruéis, muito diferentes das historias
-Nunca ouvi tanta baboseira na minha vida- Ice disse revirando os olhos.
-E sem falar que são muito feias
-AGORA JÁ CHEGA!!!!!- Ice disse dando a espada na cabeça dele.
Ele caiu no chão, Lovely olhou espantada para o garoto caído.
-VOCÊ MATOU ELE????!!!!!
-Eu só bati nele com a lateral da espada, você acha mesmo que ele ainda teria uma cabeça se eu tivesse usado a lamina?
Lovely soltou um longo suspiro.
-Cara, que susto. Alguém sabe aonde fica a saída?
-Agora eu estou me perguntando por que nós não saímos pela porta onde entramos?- Diere perguntou
-Porque eu tinha esquecido.
-EU VOU TE MATAR!!!!!!!- Ice gritou
-Calma Ice- Lovely dizia se defendendo.
-Por que não explodimos com tudo isso?
-A explosão poderia machucar alguém do lado de fora da casa e...
Nesse exato momento Kaila caiu desmaiada no chão.
-Kaila!!!- Lovely gritou
Um dardo estava preso no pescoço dela.
-Dardos paralizantes!!! Peguem a Kaila e vamos dar o fora daqui.
Mas antes que qualquer uma pudesse pegar Kaila vários dardos foram lançados. E Lovely foi golpeada na cabeça pelo homem que tinha levado um soco mais cedo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário