12 de outubro de 2011

A fada da nevoa- Capitulo 6

-Então por que veio parar aqui?- Lovely perguntou
                -Eu tinha um namorado, eu gostava muito dele, mas um dia eu descobri que ele estava me traindo, ele implorou por perdão, mas eu estava magoada, peguei esse ônibus e vim para cá, e você?
                -Era muitas coisas, acho que não fui feita para a vida de humanos.
                -Que bobagem, todas as fadas humanas foram feitas para viverem como humanos. Mas o que aconteceu de tão triste?
                -Sei lá, eu estava muito feliz de voltar para casa depois das minhas férias, mas todo mundo estava ocupado demais, então resolvi passar um tempo com humanos. Eles são mais fortes do que parecem. Eu não sei se conseguiria superar todos os problemas que eu tenho como humana.
                -Mas a força deles é também a fraqueza, podem agüentar qualquer tipo de coisa, mas na realidade eles mesmos criam seus problemas.
                -São provas, vestibulares, meus pais viviam me cobrando e o único lugar onde eu gostava de ficar não precisa mais de mim. Sabe como é isso?
                -Se sente inútil?
                -Bem por ai mesmo
                -Talvez você goste daqui- ela dizia com tristeza
                -Sabe, eu acho que você deveria falar com o seu namorado, ele pode estar realmente arrependido.
                -Tudo bem, mas vamos dormir, deve estar tarde.
Marina estava num lugar realmente muito escuro, não conseguia ver nada, sentia muito medo, mas não tremeu quando uma figura pálida usando um vestido apareceu na sua frente. Era uma mulher bem jovem, com asas que eram quase transparentes e se misturavam com o ar.
                -Marina!!! Tenho que te agradecer pela alma daquela fada.
                -O nome dela é...
                -Isso não me interessa, logo nem ela vai se lembrar seu próprio nome.
                -Mas e quanto ao meu artefato?
                -Me traga mais uma alma e vamos pensar nisso.
                -Mas o trato era...
                -Escute... Você acha que eu preciso de você? Eu devoro almas antes mesmo de você nascer- Ela disse sorrindo assustadoramente.
                -Mas e a Lovely?
                -Daqui a um tempo ela só vai ser uma lembrança, a não ser queira ir no lugar dela, almas de sereias não funcionam tão bem quanto almas de fadas, mas eu não vou me importar com isso.- Ela disse ainda sorrindo- Vamos fazer o seguinte, ou você me traz mais uma alma ou eu terei que devorar a sua. Agora... Por que você não vai para aquela festa de sereias o que estão comemorando mesmo?
                -O aniversario de Marina Oceania
                -Ah!! É mesmo! Aquela sereia que se tornou rainha e governou Magictopia ao lado das suas amigas Wind e Luna, seu nome é uma homenagem a ela não é mesmo? Como são diferentes, ela lutou para defender a cidade e suas amiga e você entregou a cabeça de uma fada por um artefato mágico, a vida não é engraçada?- Ela disse zombando de Marina
                Marina sentiu muita raiva, mas não podia fazer nada, aquela fada era muito poderosa.
                -Aquelas rainhas eram realmente muito burras, como se a amizade delas pudesse superar qualquer coisa, bem, elas morreram juntas, e  eu ainda estou viva.
                Marina fechava a sua mão com força para se controlar, ela simplesmente saiu sem dizer nada.
                -E ai Marina? Conseguiu?- Mita perguntou
                -Não, ela mentiu, e se eu não conseguir mais uma alma ela vai devorar a minha. - Marina respondeu com raiva
                -Mas e a Lovely?
                -Se quiser ficar no lugar dela pode ficar. - Marina disse indo embora
                -Eu tenho que fazer alguma coisa-Ela disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário