21 de setembro de 2011

Lume e Diere- Capitulo 4

Novamente nos campos verde azulados, a campina dos unicórnios, Pegasus estava deitados na grama ao lado de sua mestra Feile, mas agora os dois era crianças.
                -Como vai o treinamento pegasus?
                -Bem, eu acho, mestra? Por que você é tão dura com os animais que protege?
                -Se eu não demonstrar confiança em mim mesma como vou passar confiança para eles? Ser uma fada dos animais é um trabalho muito difícil, você não tem que achá-los fofinhos, tem que demonstrar autoridade, olhe para você Pegasus, é teimoso e não aceita ordens de ninguém, menos de mim.
                -Mas você cuidou de mim desde que eu era filhote.- Ele disse
                -Você ainda é um filhote, às vezes eu gostaria que você fizesse amigos, pode ser divertido...
                Diere estava ao lado de Pegasus quando ele acordou, ele olhou um tanto confuso para ela e disse:
                -Quem é você?
                -Meu nome é Diere.
                Pegasus reconheceu o nome de algum lugar, talvez um sonho, ou uma lembrança.
                -Feile era a sua dona não era? Assim como eu cuido do Taiff, você ficou falando dela o dia inteiro.
                -O que aconteceu?
                -Você teve o chifre arrancado e perdeu a memória.
                -Por isso não me lembro de nada?
                -Bem, eu acho que você esta começando a se lembrar das coisas, já começou a lembrar da sua antiga dona, o que mais você se lembra?
                -Lembro que no dia que os caçadores invadiram ela não fugiu, ela tinha que proteger os animais daqui,  foi por isso que ela foi embora, ela disse para eu me esconder, e treinar a nova fada dos animais.
                -É por isso que é tão teimoso comigo? Por que não quer que eu substitua ela?
                Pegasus não disse nada, sempre se manteve indiferente a qualquer coisa, mas Feile era a única pessoa que ele amava, por isso que as vezes tratava Diere tão mal, por que as ela era a nova fada dos animais, mas era muito diferente de Feile, para começar era muito insegura. Diere sabia a resposta da pergunta, então disse:
                -Eu não quero ser ela, só quero ser sua amiga- E foi embora.
                Mais tarde Ice e Kaila voltaram com Alex, e contaram sobre a aventura que tinham tido naquele dia, Lume estava ao lado de Diere ele se virou e disse:
                -Dessa vez eu vou convidar ela para sair.
                -Lá vamos nós de novo- Diere disse baixinho
                Depois que Alex saiu Lume se aproximou e disse:
                -Ice, você é fantástica, gostaria de sair comigo um dia desses?
                -Cara como você é chato!!! Eu não gosto de você, não consegue entender? Eu te acho um idiota.
                Lume voltou para onde Diere estava e disse:
                -Eu esperava que levar um fora não fosse tão doloroso assim.- Ele dizia muito magoado
                Mas ele parou quando viu um machucado na mão de Diere.
                -Nossa o que aconteceu com você?
                -Foi um acidente, não se preocupe.
                Lume tirou as ataduras e usou seus poderes para curar o ferimento.
                -Puxa obrigada... Você poderia fazer a mesma coisa com o chifre do Pegasus?
                -Claro, eu adoraria ajudar.
                Enquanto isso Giselle se aproximou de ice e perguntou:
                -Não acha que foi muito cruel?
                -Acho que foi necessário, ele estava sendo muito chato.- Ela disse
                -Foi uma coisa muito bonita o que fez.
                -Eu não fiz nada, ah aquilo? Não foi nada de mais.
                -Quem você está tentando enganar? Todo por aqui sabem que você não perderia a oportunidade de ficar com um garoto bonito e ainda fazer alguém sofrer por isso. Só gostaria de saber, o que a fez tomar esse ato de bondade?
                -Eu não sei do que está falando Giselle, ele só não fazia o meu tipo
                -Fazer o seu tipo não tem nada a ver com isso, bem, talvez você não seja a fada cruel e fria que todos dessas escola temem e acreditam que você seja, talvez dentro de você haja uma menina boa de coração quente.
                Ice ignorou as palavras de Giselle e foi embora sem olhar para trás.

Nenhum comentário:

Postar um comentário