14 de setembro de 2011

Lume e Diere- Capitulo 1

                “Queria que as coisas fossem mais fáceis, como três palavras podem ser tão difíceis de serem ditas e tão belas? Nós vemos todos os dias pessoas que amamos, e que nos amam, mas por mais que meu coração queira dizer sim, a razão me faz permanecer calada, por que?Simplesmente por que somos assim”
                Diere olhava para o garoto que lutava contra Ice, ele era bom, criou uma nuvem de nevoa para cegar a fada do gelo, mas Ice era muito esperta, congelou a nevoa em forma de pequenos cristais de gelo que refletiam tudo, mas só ela enxergava, assim ficaria fácil   derrotá-lo
                - Você é muito burro mesmo, como ira enxergar nessa nevoa?
                -Era só para te deixar cega como um morcego
                -Morcegos não são cegos, eu também não estou.
                Pelos cristais Ela viu a posição do oponente e fez com que se grudassem nas pernas dele formando uma camada dura de gelo. As pernas dele se transformaram em uma cauda de peixe fazendo ele cair e ficar preso no chão pelo gelo.
                -Eu ganhei. - Ela disse saindo da arena.
                Diere desceu as escadas e foi ajudar o garoto a se soltar do gelo.
                -Você está bem Lume?
                -Estou... Você é a... Diere não é mesmo?
                -Sim...
                -Conhece aquela garota? Ela mora com você no castelo não é?
                -Conheço, ela se chama Ice, é a prima da Lovely
                -É a garota mais bonita que eu já vi, preciso falar com ela, mas como? Você pode me ajudar?
                “Algo tão estupidamente irônico, ajudar a pessoa que você ama a conquistar outra. Eu começaria a rir se não fosse tão triste”
                -Claro...
                -Ótimo, podemos ir agora para o castelo, você sabe do que a Ice gosta?
                -Jóias, coisas roxas e que brilhem.
                -Eu posso dar um colar assim para ela, como eu vou dizer que eu gosto dela? E se ela não gostar de mim?
                -Calma, uma amiga sempre me diz que você tem que enfrentar isso como se enfrentasse uma luta, dizer o que sente na hora, e levar um tombo é o único jeito de se levantar.
                -Esta me dizendo que eu devo dar um soco nela?
                -Se você fizer isso não viverá para contar a historia.
                -Então o que eu tenho que fazer!!!???
                -Falar o que sente? Se ela disser sim... vai estar tudo bem (menos para mim), se disser não bem, uma hora você vai ficar bem. Vamos, como você não sabe voar vai demorar um tempo para chegar lá.
                Os dois chegaram no castelo, gritos estavam sendo ouvidos, e eram de Ice. Diere abriu a porta e viu uma cena um tanto estranha. Ice estava segurando um garoto pelo pescoço e segurando uma espada.
                -Olha se esta querendo uma revanche,  terá que deixar para depois, estou ocupada nesse momento.- ice disse.
                -Mas eu queria...
                -Desculpe, mas vai ter que esperar até amanhã – Kaila disse fechando a porta.
                -Ela fechou a porta na nossa cara! E quem era aquele cara? Ela gosta dele?
                -Eu acho que não, a Ice bate em todo mundo, não só nos garotos que ela gosta. Vamos voltar para a escola, tenho coisas para fazer lá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário