27 de junho de 2011

Diere a fada dos animais- Capitulo 3 -O filhote de dragão

                -Quer uma prova de que você é insegura?-disse Pegasus- Suba naquela arvore.
                -Hum? Mas é muito alta, e se eu cair?
                Pegasus deu de ombros e se virou, Maithe começou a escalar a arvore, mas escorregava e ralava as mãos
                -Ai!! Minhas mãos, eu nunca vou conseguir escalar essa árvore.
                -Você deveria usar os seus poderes
                -Que poderes, e por que você achava que eu era uma fada dos animais?
                -Por causa dessa borboleta, ela é o símbolo das fadas dos animais, mas nunca aconteceu de que um símbolo tão importante fosse parar nas mãos de uma menina tão frágil.
                Alguma coisa se mexeu no alto das árvores e foi caindo, era um filhote de dragão ferido. Ele estava quase atingindo o chão, mas Maithe deu um salto e segurou ele antes que ele batesse no chão.
                -Uau!!! Como eu fiz isso?
                -São os instintos, uma fada dos animais tem instintos q dizem para ela salvar qualquer animal.
                O pequeno dragão pulou dos braços dela e começou grunhir.
                -O que ele tem?
                -Oras, eu vou saber? Não falo dragones, deve estar com medo você tem que impor respeito aos animais e fazelos se sentir seguros.
                -Mas e se ele me morder?
                -Bem, se ele fizer isso a única cura para veneno de dragão é uma substancia que sai do chifre dos unicórnios negros, mas eu não sei se eu vou te dar.
                Maithe fez uma cara de espanto, já havia desistido, mas olhou para o filhote de dragão e viu que a asa dele estava sangrando. Se aproximou do dragão e disse:
                -Ai...Por favor... Não me morde.
                O Dragão mostrou os dente como sinal de aviso, Maithe hesitou um pouco mas pegou ele no colo.
                -Onde fica o veterinário desse lugar?
                -Veterinario? Não existe isso aqui. Você tem que encontrar uma fada da água. Existem varias no castelo ou na escola você vai ter que ir para lá voando.
                -Mas eu não sei voar.
                -Vai ter que ir, o castelo fica muito longe.
                Por sorte Lovely estava vindo, Maithe olhou para cima e reconheceu a amiga, e Lovely se lembrou quem era Maithe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário