22 de junho de 2011

Diere a fada dos animais- Capitulo 1- oito anos depois

                Já havia se passado oito anos desde que Ice e Lovely  encontraram as ruínas de Magictopia, uma cidade habitada por fadas bruxas e até sereias, demoraram um bom tempo reconstruindo a cidade e muitas outras fadas, bruxas e feiticeiros passavam um tempo lá, e voltavam para casa antes que os pais percebessem, se precisassem ficar muito tempo era só criar uma copia de si mesmo.
                Mas no período de aulas a maioria sossegava e tentava levar uma vida normal, escondendo aquele lugar do mundo dos humanos.
                Lovely não conseguia ser assim, ela não se afastava da magia por nada, vivia carregando uma pedra amuleto para dar a uma menina que pertencesse ao mundo mágico.
                Depois de seis anos Lovely tinha mudado de escola. Sentia saudades de suas amigas Mariana e Karen, e no fundo sentia como se tivesse abandonado elas.
                Tinha feito varias amigas naquele novo colégio, mas nenhuma delas tinha aquele “algo” especial para que pudesse ganhar uma pedra.
                Naquele momento ela estava entrando no ônibus para ir para casa, uma menina de cabelos negros e crespos sentou do seu lado, ela colocou a sua lancheira no banco onde se lia M...
                -Oi, meu nome é M..., qual é o seu?
                -Tati.
                M... e Tati ficaram conversando durante a viagem, quando Tati chegou em casa e desceu do ônibus ela derrubou uma pedra que estava na sua mochila. Quando chegaram na casa de Maithe ela viu a pedra que Tati tinha esquecido mas quando tocou ela virou uma borboleta de cristal amarelo.
                -Nossa!!! O que é isso?
                Enquanto isso Lovely foi para Magictopia ver Melody, sua raposa fada e dar um oi para Giselle e Giovana, que como não tinha uma casa, moravam lá.
                -Lovely- Disse Giselle- Pode me emprestar a pedra amuleto que esta com vc?
                -Claro.
                Lovely pôs a mão dentro da mochila e viu que ela estava meio aberta, começou revirar a mochila procurando a pedra, mas ela não estava lá.
                -Ops...
                -O que você quer dizer com ops Lovely?
                -Eu acho que eu perdi...
                -Perdeu? Ficou maluca? E se uma bruxa má encontrar?
                -Relaxa Giselle, devo ter perdido na escola, amanhã eu procuro. Agora eu preciso ir, Ice fez aniversario mês passado e eu me esqueci de dar um presente para ela.
                -Você é muito esquecida- Disse Giovana
                -Eu sei, mas conheci uma garota meio anã e gnomo, ela tem uma oficina que cria objetos mágicos.
                Lovely saiu voando (literalmente) em direção a floresta das ninfas. Aterrissou perto de uma cabana de pedra. Entrando lá Lovely viu varias espadas e escudos na parede. Uma garota baixinha de tranças apareceu com um martelo e disse:
                -Quem está ai?
                -Sou eu, Tameria, a gente se conheceu ontem, você me disse que se eu encontrasse os materiais você faria uma espada.
                -E encontrou?
                -Sim, peguei o cristal de um lírio do inverno a pedra mais dura conhecida, para fazer a lamina, ouro, e uma fita azul.- colocando tudo em cima da mesa
                -E o que é isso?- Tameria disse apontando para um objeto.
                -É o amuleto da Ice, eu estive pensando se você não podia juntar a espada com o amuleto, assim ela não precisaria carregar tanta coisa.

Um comentário: