30 de maio de 2011

A Borboleta negra- capitulo 4 -Um final feliz(blerg)

-Monstros são vocês, perseguem pessoas inocentes.
-Criaturas que podem lançar bolas de fogo não são inocentes.
-E meus irmãos? Eram só crianças normais, você mesmo mataria seus próprios filhos.
Giovana não estava nada bem ela já tinha sentido algo parecido com aquilo, seu sangue estava esquentando, e o coração batendo cada vez mais rápido, só mais um pouco ela perderia o controle.
-Eu não podia deixar seu irmãos vivos, eles eram da sua família, deveriam morrer junto...
Marcos parou de falar e caiu no chão, alguma coisa tinha acontecido, ele estava morto, mas não tinha nenhum ferimento, algo matou ele por dentro, os dois se viraram para Giovana que estava saindo do transe.
-Giovana- Delina começou- Você fez isso?
-Eu não sei, eu só queria que tudo acabasse.
Desde que Giovana era pequena Delina sabia que ela tinha poderes muito especiais, mas não sabia que ela podia fazer uma coisa dessas.
-Eu m-matei ele?
-Na verdade não, ele está respirando, só desmaiou
Marcos começou a se mexer, ele se levantou um tanto confuso e perguntou.
-Quem são voces?- ele perguntou
Delina e Rick se olharam e depois olharam para Giovana.
-Giovana? Você sabe apagar memórias?
-Acho que sei, mas vamos dar o fora daqui, os outros caçadores devem estar chegando.
Eles saíram correndo e passaram por um parque, algo chamou Giovana.
-Esperem...
-O que foi Giovana?
-Eu preciso ficar, alguma coisa está me chamando.
Ela voltou e pegou uma pequena pedra que se rachou e se tornou um cristal negro em formato de borboleta, o cristal começou a sussurrar: “Encontre Magictopia”
“ Bem, essa é a minha historia, Rick me deu a sua adaga de ônix, ela se fundiu com o meu cristal. No começo eu não entendi a mensagem do cristal, depois eu cai num mundo totalmente novo e conheci três fadas, Lovely, uma fada muito romântica, Ice uma fadinha do gelo muito chata, e Kaila uma fada muito meiga e ingênua. Passei a viver em Magictopia e Delina e Rick passaram a viver juntos, viajando pelo mundo”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário